Blog FastFut

Villa brilha e NY City fica a um passo dos playoffs da MLS
Comentários Comente

Celso de Miranda

O New York City FC venceu na sexta-feira o Chicago Fire por 4-1 no Yankee Stadium nessa sexta-feira e deu mais um passo para chegar pela primeira vez aos playoffs da MLS.

Destaque da partida, o espanhol David Villa marcou duas vezes, chegando a 19 gols, 1 a menos que o inglês Bradley Wright-Phillips do NY Red Bulls.

O colombiano Jefferson Mena abriu o placar após cobrança de escanteio ensaiada: Andrea Pirlo recuou para Khiry Shelton, que cruzou para Ronald Matarrita. O lateral costa-riquenho ajeitou de cabeça para que o ex-zagueiro do Atlético Medellin marcasse seu primeiro gol com a camisa do City.

Um minuto depois Villa recebeu de Shelton na entrada da área e bateu rasteiro no canto do goleiro Sean Johnson para aumentar.

Último colocado na Conferência Leste, 9 pontos atrás do o Chicago ainda mostrou sinais de vida aos 35': numa boa jogada pela direita de Arturo Alvarez, o argentino Luis Solignac diminuiu de cabeça.

Villa: vice artilheiro da MLS com 19 gols

Villa: vice artilheiro da MLS com 19 gols

Mas o time da casa ampliou ainda no primeiro tempo, numa jogada iniciada por Villa, que serviu Stiven Mendoza. O colombiano ex-Corinthians recebeu na intermediária e acertou um lindo chute de esquerda.

O capitão do City fechou o placar aos 83': em mais um passe de Shelton, o espanhol ainda cortou o zagueiro Michael Harrington e bateu de esquerda com categoria.

Playoffs
Com a vitória, o New York City assumiu a liderança da Conferência Leste e ficou muito perto de uma vaga nos playoffs  logo sua 2ª temporada na MLS.

O time garante uma das vagas da vaga ainda nesse fim de semana, com 3 rodadas de antecedência, se DC United e Orlando City empatarem nesse sábado, se o New York Red Bulls vencer o Montreal, ou se o New England não vencer o Columbus Crew no domingo.

Toronto de Altidore, Giovinco e Bradley pode garantir vaga nesse sábado

Toronto de Altidore, Giovinco e Bradley pode garantir vaga nesse sábado

Nessa rodada, além do FC Dallas, que na semana passada se tornou a primeira equipe matematicamente classificada para os playoffs,  Toronto FC e NY Red Bulls podem garantir vagas nos playoffs da Conferência Leste o LA Galaxy no Oeste.

O Toronto FC garante a vaga em caso de vitória sobre o Philadelphia Union, se o Orlando City não perder para o DC United ou o NY Red Bulls vencer o Montreal Impact nesse sábado

Os canadenses avançam ainda se o New England Revolution empatar ou perder para o Columbus Crew no domingo.

O Red Bulls só garante vaga se bater o Montreal e o LA Galaxy conquista a vaga caso vença o Seattle Sounders FC, no domingo.

Próximo

  • NYC : Houston Dynamo vs. New York City FC | sex, 30 set – Estádio BBVA Compass
  • CHI : Seattle Sounders vs. Chicago Fire | qua, 28 set- CenturyLink Field

Rossi faz 60 anos: o dia do carrasco…
Comentários Comente

Celso de Miranda

A lenda do futebol italiano, carrasco do Brasil na Copa do Mundo de 1982 e um dos maiores ídolos da história da Juventus, Paolo Rossi completa 60 anos, nesta sexta-feira, 23 de setembro.

Para marcar a ocasião fastFUT relembra algumas datas de sua carreira brilhante carreira:

A estreia entre os profissionais
Paolo Rossi chegou à Juventus aos 16 anos e fez sua estreia no primeiro time principal antes de completar 18 anos em 1 de maio de 1974 na vitória por 1-0 da Juve sobre o Cesena na Copa da Itália.

Primeiro gol entre os profissionais
Emprestado para o Como em 1975-76 teve uma temporada reduzida por uma lesão, fazendo apenas 6 partidas no total. No ano seguinte, o atacante natura de Prato foi emprestado para Vicenza, da Serie B, onde marcou seu primeiro gol como profissional sobre o Varese (2-0).

Com 21 gols em 36 jogos, Rossi acabaria como artilheiro da 2ª divisão, contribuindo muito para que o time fosse promovido a Serie A, onde ele confirmou sua vocação como artilheiro marcando 24 gols na temporada seguinte, quando o Vicenza terminou em 2º lugar, atrás apenas da Juventus e Rossi se tornou o primeiro jogador na história a ser artilheiro da Série B e Serie A.

Gols importantes

Gols: Rossi marcou na estreia da Itália na Copa de 1978

A primeira vez na seleção
Suas performances no pequeno Vicenza atrairam a atenção do treinador da Itália Enzo Bearzot, que chamou o jovem prodígio de 21 anos para um amistoso na Bélgica em 21 de dezembro de 1977: Rossi foi titular e a Itália venceu por 1-0 (gol de Giancarlo Antognoni).

No total, ele faria 48 jogos pela seleção e 20 gols.

Primeiro gol pela Itália
Foi em sua 3ª partida pela seleção, que Rossi marcou seu 1º gol: e foi logo na estreia da Itália na Copa do Mundo de 1978, na Argentina, quando o time bateu a França, por 2-1 em Mar del Plata.

Marcante: vitória contra o Brasil em 1982

Marcante: 3 gols na vitória contra o Brasil em 1982

Primeiro título no clube
Depois de vencer a Serie B com Vicenza em 1977, Rossi ganhou dois títulos da Serie A com a Juventus em 1982 e 1984. Além da Copa da Itália (1983), Supercopa da Itália (1984), Supercopa Europeia (1984) e a Copa Campeões da Europa (1985).

Campeão da Europa
Depois de estrear na Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões) em 15 de setembro de 1982, em Copenhague e marcar na vitória diante do Hvidovre por 4-1, Paolo Rossi levantaria o troféu no dia 29 de maio de 1985, depois de vencer o Liverpool na final em Heysel (1-0) nas circunstâncias que ficaram tristemente marcadas na história do futebol. O italiano foi artilheiro do torneio em  1982-83 (6 gols).

Tri: Rossi marcou o 1o gol na final sobre a Alemanha

Tri: Rossi marcou o 1º gol na final sobre a Alemanha

A vitória na Copa do Mundo
Banido por 2 anos do futebol por participação no esquema de combinação de resultados do campeonato italiano, que ficou conhecido como ''Totonero'', Paolo Rossi voltou à competição em abril de 1982, e foi novamente chamado por Enzo Bearzot para integrar o grupo que disputaria a Copa do Mundo na Espanha, apenas dois meses depois.

Depois de um início irregular, com empates diante da Polônia, Peru e Camarões, a Itália se recuperou vencendo a então campeã do Mundo Argentina (2-1) e o favorito Brasil, quando Rossi marcou os 3 gols na vitória por 3-2.

Depois de eliminar a Polônia na semifinal (com mais 2 gols de Rossi), a Itália venceu a Alemanha por 3-1: Rossi marcou o primeiro da decisão e terminou como artilheiro da competição (6 gols), além de ser eleito o melhor jogador do torneio.

 (Reuters)

Ouro: melhor do mundo em 1982

Melhor do mundo
Campeão italiano com a Juventus e campeão do mundo com a Itália – quando foi melhor jogador e artilheiro do Mundial, Rossi recebeu a Bola de Ouro em 1982 (que antes da existência do prêmio da FIFA era considerado o mais importante do mundo e, apesar de só escolher jogadores europeus).

Rossi recebeu 115 pontos e terminou bem à frente dos outros dois finalistas, o francês Alain Giresse (64 pontos) e o polonês Zbigniew Boniek (53).

Aposentadoria
Depois de duas temporadas sem brilho no Milan (1985-86) e Hellas Verona (1986-87), Paolo Rossi decidiu terminar a sua carreira de jogador: ele ainda não havia completado 31 anos.


Benfica vence e assume a liderança isolada em Portugal
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Benfica derrotou  o Braga por 3-1 nessa segunda-feira no Estádio da Luz no encerramento da 5ªa rodada e assumiu a liderança isolada do Campeonato Português.

Num jogo de boa qualidade com oportunidades para ambos os lados, o Benfica se mostrou mais eficaz e acabou justificando o triunfo:  o atacante Kostas Mitroglou, que voltava de lesão foi o destaque no time da casa, marcando duas vezes: no primeiro tempo, o grego completou de primeira um cruzamento da esquerda de Gonçalo Guedes (27').

Pizzi aumentou aos 74') e deu o passe para Mitroglou voltar a marcar de cabeça, aos 78'. O zagueiro sérvio Lazar Rosic diminuiu para o Braga no último minuto.

Mitroglou: grego marca seus 2 primeiros gols na temporada

Mitroglou: grego marca seus 2 primeiros gols na temporada

Com a vitória, o Benfica (13 pontos) ultrapassou o Sporting (12), que perdeu no domingo para o Rio Ave, por 3-1.]

No próximo sábado o Benfica enfrenta o Chaves, no Estádio Municipal Engº Manuel Branco Teixeira, enquanto o Braga recebe o Vitória de Setúbal.


Hertha Berlim: 3ª vitória consecutiva é recorde na história do clube
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Hertha venceu o Schalke por 2-1 no Olympiastadion, em Berlim, nesse domingo e chegou à sua 3ª vitória consecutiva, o que já é o melhor início de temporada na história do clube.

Ao lado do Bayern, o time da capital alemã lidera a Bundesliga: os dois são os únicos que mantêm os 100% de aproveitamento, pelo menos até a próxima quarta-feira, quando as duas equipes se enfrentam, em Munique.

Outros destaques da rodada:

Gols e goleadas
Foram marcados 31 gols nos 9 jogos da 3ª rodada, o que corresponde a uma média de 3,44 gols/partida. O atacante francês do Colônia, Anthony Modeste marcou 2 na vitória por 3-0 sobre o Freiburg, na sexta-feira. Também marcaram duas vezes, Timo Werner do RB Leipzig, na goleada sobre o Hamburgo (4-0),  Gonzalo Castro, do Dortmun, nos 6-0 sobre o Darmstadt 98, além de Thorgan Hazard e Raphael, que marcaram 2 cada um na goleada do Monchengladbach sobre o Werder Bermen.

Hertha 100%: líder ao lado do Bayern

Hertha 100%: líder ao lado do Bayern

O artilheiro da temporada é o polonês Robert Lewandowski com 5 gols, seguido pelo finlandês Joel Pohjanpalo, do Bayer Leverkusen  (4). O belga Hazard, o francês Modeste e o alemão Mark Uth (Hoffenheim) dividem a 3ª colocação com 3 gols cada

Multidões
O público total da rodada foi de 402,982 espectadores nos estádios – uma média de 50.372: os jogos do Bayern contra o Ingolstadt, na Allianz Arena (75.000), do Dortmund diante do Darmstadt, no Signal Iduna Park (81.360 ) e do Mönchengladbach contra o Bremen, no Borussia-Park (54. 014) tiveram lotação máxima atingida. O número total de público nesta temporada agora é de 1.136.684 (média: 43.718).

Vermelho
Três jogadores foram expulsos na rodada: o norte-americano Aron Johannsson, do Bremen, Peter Niemeyer, do Darmstadt  e Jose Rodriguez, do Mainz, expulso na vitória do seu time diante do Augsburg (1-3). Na última temporada um total de 40 jogadores foram expulsos (15 Cartões vermelhos e 25 cartão pelo 2º amarelo).

Pênaltis
Os árbitros marcaram 3 penalidades na 3ª rodada: o sueco Emil Forsberg, do Leipzig, venceu o goleiro Rene Adler do Hamburgo, mas Javier Chicharito Hernandez acertou o poste na derrota do Leverkusen diante do Frankfurt (2-1).

Raffael: 2 gols

Raffael: 2 gols

O brasileiro Raffael  desempatou em favor dos atacantes na vitória Mönchengladbach sobre o Bremen. Até agora, na temporada foram 7 pênaltis marcados: 5 convertidos e 2 perdidos. Na temporada passada houve 86 penalidades: 68 resultaram em gols e 18 em defesas, ou erros dos atacantes.

Vazou
Ao marcar diante do Bayern, Dario Lezcano, do Ingolstadt, interrompeu a série de Manuel Neuer, que não sofria gol há 676 minutos: o último gol sofrido pelo número 1 da seleção alemã na Bundesliga, havia sido na 33ª rodada da temporada passada, justamente contra o próprio Ingolstadt, na vitória do Bayern por 2-1, no Audi SportPark.

Vermelho: expulsão

Niemeyer, do Darmstadt: expulso na derrota para o Dortmund

Aniversário
O empate em 0-0 diante do Hoffenheim, foi apenas a 3ª partida de Jakub Blasczykowski com a camisa do Wolfsburg, no entanto o polonês completou nessa rodada seu 200º jogo na Bundesliga: as outras 197 vezes, ''Kuba'' entrou em campo pelo Borussia Dortmund.

Zero
Com 3 derrotas consecutivas, o Schalke repete o mau começo da temporada 2010/11, sob o comando do treinador Felix Magath: no entanto, há 6 anos, o time havia marcado pelo menos 2 gols.

Dessa vez, além das 3 derrotas (Eintracht Frankfurt, Bayern e Hertha) o time sequer marcou gol, fato que não acontecia há 31 anos, desde a temporada 1985/86, com o técnico Diethelm Ferner, permanecendo na última colocação.

O único consolo do time de Gelsenkirchen foi a vitória fora de casa sobre o Nice (0-1), na estreia na Liga Europa, na quinta-feira.

 


Gol brasileiro decide clássico entre Partizan e Crvena zvezda, em Belgrado
Comentários Comente

Celso de Miranda

O brasileiro Leonardo Souza é o mais novo herói da metade alvinegra de Belgrado: o atacante marcou aos 89' o único gol do clássico diante do Crvena zvezda pela 9ª rodada da Superliga Sérvia.

A vitória do Partizan no 152º encontro entre dois dos maiores rivais da Europa foi merecida: o time foi melhor desde o início, criou as  melhores oportunidades, mas o gol só saiu no último minuto, quando Sasa Ilic, que saiu do banco, lançou Nikola Djurdjic, que ajeitou para Leonardo.

Sem deixar cair, o brasileiro emendou de voleio da marca do pênalti, sem chances para o goleiro Marko Petkovic.

O meia brasileiro  marcou seu 3º gol com a camisa do Parizan, em sua 7ª partida pelo clube desde que se transferiu para o no início dessa temporada vindo no Anzhi, da Rússia. Antes disso, o paranaense de 24 anos, revelado no Matsubara, passou pelo Qäbälä, do Azerbaijão, no Metalurh Donetsk, da Ucrânia e no ENP, do Chipre.

A derrota custou a liderança ao atual campeão Crvena zvezda (22 pontos): o time foi ultrapassado pelo Vojvodina (23), que venceu o Borac Cacak, por 2-1 no domingo.

Partizan e Zvezda, uma rivalidade histórica

Partizan e Zvezda:  rivalidade desde os tempos da Iugoslávia

O Partizan, maior campeão da história da liga (7 títulos) subiu para 4º lugar, com 16 pontos.

No próximo domingo, o Crvena zvezda recebe o Vojvodina em Belgrado, enquanto o Partizan vai a Gornji Milanovac enfrentar o FK Metalac (6º/14 pontos)

 


Colônia lidera a Bundesliga… depois de 20 anos
Comentários Comente

Celso de Miranda

O torcedor do Colônia está comemorando a vitória por 3-0 sobre o Freiburg como… Bem, como algo que não acontecia há duas décadas: afinal, com os 3 pontos conquistados na abertura da 3ª rodada o time assumiu, pelo menos por uma noite, a liderança da Bundesliga pela primeira vez em 20 anos.

Na rodada, o time que venceu o Darmstadt (2-0) na estreia e empatou com o Wolfsburg (0-0) na semana passada, pode ser ultrapassado por Bayern e Hertha (6 pontos), e ainda alcançado por Wolfsburg e Leipzig (4).

O francês Anthony Modeste (29') abriu o placar completando de cabeça a cobrança de escanteio da esquerda de Marcel Risse.

Apenas 2 minutos depois, o japonês Yuya Osako aproveitou a falha do turco Çağlar Söyüncü, e rolou para Leonardo Bittencourt ampliar com o gol livre(31').

Modeste ampliou ainda no primeiro tempo (43'), em novo cruzamento na área: dessa vez a bola veio da direita, numa cobrança de lateral do dinamarquês Frederik Sørensen e o francês desviou de cabeça para fazer seu 3º gol na temporada.

''A primeira metade foi crucial porque fomos muito eficientes no ataque aproveitando praticamente todas as chances que criamos para construir o placar que nos deu tranquilidade na partida,'' analisou o treinador do Colônia Peter Stöger.

Modeste: visão perfeita para marcar dois gols na vitória do Colônia

Ver para crer: Modeste marca 2 gols e o Colônia lidera na Alemanha

''Na segunda etapa recuamos demais e corremos alguns riscos desnecessários, mas acho que isso é natural.''

A única mudança no time da casa em relação ao empate em 0-0 diante do Wolfsburg na semana passada, o goleiro medalha de prata no Rio Timo Horn reassumiu a posição de titular e teve um papel importante, evitando o gol de Florian Niederlechner, com duas defesas difíceis na mesma jogada aos 78' e ajudando a manter o time sem tomar nenhum gol em 3 partidas.

O Freiburg, que vinha de uma boa vitória sobre o Borussia Monchengladbach (3-1), ficou nos 3 pontos em 12º e pode ser ultrapassado por Hoffenheim (2), Mainz, Hamburgo e Ingolstadt (1) e alcançado por Schalke e Werder (0).

Na próxima rodada, na terça-feira (20) o Freiburg recebe o  Hamburgo no Mage Solar Stadion, e na quarta(21), o Colônia vai a Gelsenkirchen enfrentar o Schalke.


Romarinho marca e El Jaish avança à semi da Liga dos Campeões da Ásia
Comentários Comente

Celso de Miranda

Com um gol do brasileiro Romarinho ainda no primeiro tempo, o El Jaish do Qatar bateu por 1-0 o Al Nasr dos Emirados Árabes Unidos e confirmou seu lugar nas semifinais da Liga dos Campeões da Ásia nessa quarta-feira no Estádio AL Maktoum, em Dubai.

Em sua primeira participação numa semifinal do principal torneio do continente, o El Jaish vai enfrentar outro time dos EAU, o duas vezes finalista e atual vice-campeão Al Ain, dos brasileiros Caio, ex-Kashima Antlers, e Douglas, ex-Figueirense.

O Al Nasr entrou em campo disposto a repetir dentro de campo o placar de 3-0 da primeira partida, em Doha, há três semanas, que acabou anulado por conta do time ter escalado irregularmente o brasileiro Wanderley, ex-Ponte Preta.

Como punição, a Federação Asiática reverteu em 3-0 para o El Jaish o placar final da partida.

Precisando partir logo para o ataque, o time da casa foi surpreendido logo aos 9' pelo golaço de Romarinho.

Romarinho marcou gol da classificação: 1a vez nas semi

Romarinho marcou gol histórico: 1ª vez na semifinal

O capitão do time Seydou Keita conduziu desde o meio-campo pela esquerda e viu o ex-atacante do Corinthians se projetando na área: o ex-jogador do Barcelona lançou nas costas do zagueiro Khalifa Mubarak e o brasileiro pegou de primeira, sem deixar a bola cair, e sem dar chances para o goleiro Ahmad Shambih.

O gol abalou de vez os ânimos do Al Nasr, que passou a precisar de 5 gols para avançar às semifinais.

Calendário
O primeiro jogo das semifinais acontece no Estádio Hazza Bin Zayed em Al Ain, na terça-feira, dia 27 de setembro

Na outra semifinal, dois times sul coreanos se enfrentam: o FC Seoul e Jeonbuk Motors jogam a partida de ida na quarta-feira dia 28, no Estádio Seoul World Cup, em Seul.


Champions-Ásia: Seoul avança à semi e garante um time sul-coreano na final
Comentários Comente

Celso de Miranda

O FC Seoul avançou para a semifinal da Liga dos Campeões da Ásia eliminando o Shandong Luneng da China com um empate em 1-1, em Jinan, nessa quarta-feira.

Depois de ter perdido a primeira mão por 3-1 na capital da Coreia do Sul, há três semanas, a necessidade de buscar o ataque era toda do time da casa, mas o Shandong só conseguiu levar perigo no primeiro tempo numa cobrança de falta de Walter Montillo, que passou perto da trave esquerda do gol de Yung Sang-Hun.

Com as mudanças do técnico Felix Magath no intervalo o time voltou com uma escalação ofensiva e o resultado veio aos 60', quando o argentino Montillo abriu o placar, desviando de cabeça um cruzamento de Hao Junmim.

Apesar da pressão do Shandong, foi o FC Seoul quem conseguiu marcar: Yun Ju-tae empatou a partida a 7 minutos do final, completando um passe do montenegrino Dejan Damjanović.

 Yun Ju-tae marcou a 7 minutos do fim

Yun Ju-tae marcou a 7 minutos do fim: FC Seoul nas semifinais

Tabela
Na próxima fase, o FC Seoul vai enfrentar o Jeonbuk Hyundai Motors, garantindo assim um time sul-coreano na final da competição.

Na outra semifinal, o Al Ain dos Emirados Árabes Unidos garantiram vaga depois de vencer o Lokomotiv Tashkent, do Uzbequistão, por 1-0.

Na outra  partida Al Nasr, dos EAU e o El Jaisch, do Qatar decidem a última vaga, em Dubai: o time do Qatar, porém entra com a vantagem de 3-0, apesar da derrota na partida de ida em Doha, há três semanas.

O Al Nasr havia vencido por 3-0 mas o resultado foi anulado pelo comitê disciplinar da Confederação de Futebol da Ásia devido a irregularidades em torno da nacionalidade do atacante Wanderley, que marcou 2dos três gols da sua equipa.

 


Quem é Aleksander Čeferin, o esloveno eleito novo Presidente da UEFA
Comentários Comente

Celso de Miranda

Apenas 5 anos após ter assumido a presidência da federação eslovena, em 2011, Aleksander Čeferin foi eleito o novo presidente da UEFA, nessa quarta-feira durante o Congresso Extraordinário da UEFA, em Atenas, numa altura em que o organismo regulador do futebol europeu procura recuperar a imagem abalada durante a administração anterior.

O esloveno de 48 anos recebeu 42 votos das federações filiadas, contra 13 do outro candidato, Michael van Praag, da Holanda, e se torna apenas o 7º presidente da entidade fundada em 1954, sucedendo Ebbe Schwartz (Dinamarca), Gustav Wiederkehr (Suíça), Artemio Franchi (Itália), Jacques Georges (França), Lennart Johansson (Suécia) e Michel Platini (França).

Integridade: pouca experiência contou a favor do esloveno

Integridade: pouca experiência contou a favor do esloveno

Além de recuperar a credibilidade da entidade, o dirigente esloveno, natural de Grosuplje, a 20km da capital Ljubljana, terá de contrariar a ideia de que lhe falta experiência em funções importantes no futebol internacional, mas tem a seu favor uma reputação de competência, e, acima de tudo, de integridade.

Seu envolvimento formal com o futebol local aconteceu em 2005, por meio de seu trabalho com o conselho executivo do KMN Svea Lesna Litija, um dos clubes de futsal de maior sucesso da Eslovênia.

Formado em Direito pela Universidade de Ljubljana e praticamente desconhecido no mundo do futebol, Čeferin começou a trabalhar no escritório de advocacia de sua família, onde além de representar atletas profissionais e clubes desportivos ganhou fama por continuar a tradição do pai de defender sem custos as vítimas de violação dos direitos humanos no seu país, onde, em contraponto com o cenário futebolístico é há muito tempo uma figura pública.,

Federações filiadas votaram pela ruptura

Ruptura: reunidas em Atenas, as 54 Federações decidiram

Em 2011, Čeferin foi eleito presidente da Federação Eslovena de Futebol: desde então, também atuou como 2º e 3º vice-presidente do Comitê Jurídico da UEFA.

Equilíbrio perfeito
Ao rejeitar o experiente Van Praag (68), presidente da Federação Holandesa e figura reconhecida no futebol europeu, a UEFA deu um sinal claro sobre o desejo de ruptura com o passado recente, manchado pela suspensão de Michel Platini, que hoje se despediu alegando “consciência tranquila”.

Ceferin vai cumprir um mandato de dois anos e meio, período que restava ao dirigente francês, suspenso por 4 anos de todas as atividades ligadas ao futebol e que renunciou em maio desse ano ao cargo que ocupava desde 2007, quando sucedeu ao sueco Lennart Johansson, que foi presidente da UEFA durante 17 anos.

Utilizando como slogan de campanha a frase “Criando o equilibro perfeito”, o esloveno é visto como a pessoa indicada para conciliar os interesses dos grandes e pequenos clubes e federações, ainda que alguns clubes mais poderosos temam ver reduzida a sua influência na entidade.


Champions-Ásia: brasileiro marca 2 e time sul-coreano avança à semifinal
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Jeonbuk Hyundai Motors, da Coreia do Sul é o primeiro a garantir vaga nas semifinais da Liga dos Campeões da Ásia: o atual campeão da Coreia do Sul bateu o Shanghai SIPG, do brasileiro Hulk, por 5-0 na partida de volta no Jeonju World Cup Stadium nessa terça-feira.

Depois de um empate em 0-0 no jogo de ida em  Xangai, em agosto, o primeiro tempo foi excessivamente defensivo, com as duas equipes preocupadas em não sofrer gols.

Pressionado pelo resultado, porém após o intervalo o time da casa partiu para o ataque e com apenas 7 minutos do 2ºtempo,  Leonardo, ex-Deportiva Ferroviária, abriu o placar: Lee Jae-Seong fez a jogada pela direita e cruzou, o atacante Kim Shin-Wook só arrumou para o brasileiro, que dominou e bateu de esquerda da entrada da área.

Ídolo do Jeonbuk Motors há 5 temporadas, Leonardo deixou o Brasil em 2005, aos 19 anos, para atuar no Thrasyvoulos da Grécia. Em 6 temporadas no futebol grego, o brasileiro atuou Levadiakos e no AEK, antes de se transferir para a Coreia do Sul em 2012.

Logo em seguida, o time da casa voltou a marcar num gol contra do zagueiro chinês Shi Ke , que colocou contra as próprias redes tentando cortar uma tabela entre para o Jae-Song e Leonardo (58').

Com dois gols de vantagem, a pressão mudou de lado, e o técnico Sven-Göran foi obrigado a abrir mão de seu sistema excessivamente defensivo para avançar seu time.

Entre os 4: Leonardo marcou duas vezes e Jeonbuk está na semifinal

Entre os 4: Leonardo marcou duas vezes e Jeonbuk está na semifinal

Aos 74', o atacante Wenjun Lü foi expulso e o Shanghai SIPG jogou os últimos 15 minutos com um jogador a menos.

O Jeonbuk se aproveitou do momento e acabou criando mais oportunidades: aos 83', o brasileiro aumentou cobrando um pênalti de Guan He em Jang Yun-Ho.

Em seguida, o reserva Lee Dong-Gook, que substituiu i brasileiro Ricardo Lopes no 2º tempo, marcou duas vezes aos 84' e 88' e fechou o placar.

''Foi um jogo perfeito,'' disse o técnico Choi Kang-hee.Choi. ''Desde o início, estávamos preparados para atacar, mas sabíamos que se sofrêssemos um gol nossas dificuldades seriam dobradas.frasegif

''Depois que não conseguimos marcar no primeiro tempo, avançamos os laterais e passamos a colocar pressão sobre os meias defensivos e focar na retomada de bola.'' (Choi Kang-hee, técnico do Jeonbuk Hyundai Motors)

''O importante é que mantivemos nosso plano de jogo, os jogadores sabiam suas funções muito bem a trabalhou bem juntos, mostrando grande desejo de vencer,''afirmou Choi. ''E o aproveitamento no ataque foi excelente.''

Os campeões de 2006 irão enfrentar na semi-final, o vencedor do confronto entre o FC Seoul, da Coreia do Sul equipa e o Shandong Luneng, da China, que se enfrentam nessa quarta-feira. No primeiro jogo, em Seul, o time do brasileiro Adriano Michael Jackson venceu por 3-1.

''Vamos esperar e ver o que acontece'', disse Choi, sobre os próximos adversários. ''A principal coisa para nós é continuar a jogar bem. Se for assim, então espero que possamos seguir obtendo bons resultados para chegar à final.''