Blog FastFut

Arquivo : dezembro 2014

Jesus Cristo joga no time de Mourinho
Comentários 2

Celso de Miranda

Quem é o barbudo da pintura abaixo? Os mais jovens podem confundi-lo com um vocalista de uma banda hipster. Os mais antigos talvez o conheçam como “Nosso Senhor”, ou o “Salvador”.

E mesmo gente que, como eu, não é religiosa certamente vai reconhecer na pintura a representação de uma imagem cristã.

Uma em cada cinco crianças escalam JC no time londrino

Uma em cada cinco crianças escalaram Jesus no Chelsea

O Brent Cross Shopping Centre, em Londres, um dos centros de compra mais visitados da capital inglesa nessa época do ano, mostrou a imagem a um grupo com pouco mais de mil crianças, e fez a seguinte pergunta: “Quem é Jesus Cristo?” Elas podiam escolher entre as opções:

a) Um jogador do Chelsea
b) Filho de Deus
c) Um apresentador de TV
d) Participante do The Voice
e) Um astronauta

O resultado surpreendeu os mais puristas: para pouco mais de 20% das crianças Jesus é um jogador do Chelsea, atual líder do Campeonato Inglês.

Agora, não sabemos se a molecada não liga mais para religião, se tirou uma onda da pesquisa, ou se confundiu o “filho de deus” com o jogador do vice-líder Manchester City, o espanhol Jesus Navas.


Em meio à crise do Rublo, Rússia anuncia US$ 6,23 bi para 2 novos estádios
Comentários 1

Celso de Miranda

Diante da desvalorização do rublo e dos boatos de paraçização das obras, o primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev assinou ontem o decreto com o orçamento para a construção dos estádios da Copa do Mundo 2018 em Rostov-on-Don e Saransk.

Conforme o site oficial do Conselho de Ministros, no período entre 2014-2017, o governo repassará um total de  R20,2 bilhões (ou US$3,43) para a construção do estádio em Rostov-on-Don (45.335 lugares).

A Arena em Saransk (44.695) receberá algo da ordem de R$16,5 bilhões (US$ 2,8). Ambas as instalações serão entregues em 2017.

Presidente russo falou ontem, na conferência anual à Imprensa

Presidente Vladimir Putin falou ontem, na conferência anual à Imprensa

Segundo o ministro, o governo financiará a construção com os chamados “fundos de alocação temporária”, que podem ser repassados à iniciativa privada ou mesmo à administração regional por meio de acordos comerciais, patrocínios e parcerias.

A Copa de 2018 será realizada em 12 estádios e 11 cidades: Moscou (Luzhniki e Otkytie Arena), São Petersburgo, Kazan, Nizhny Novgorod, Saransk, Kaliningrado, Volgogrado, Yekaterinburgo, Samara, Sochi e Rostov-on-Don.

Aperto, não cortes
Ontem, o principal diretor do Comitê Organizador “Rússia 2018”, Alexei Sorokin voltou a garantiu  confirmou que o projeto do estádio Luzhniki está sendo revisto para garantir que seja concluído de acordo com o orçamento.

O Luzhniki sediará a cerimônia de abertura da Copa do Mundo e a decisão da Copa de 2018. “Estamos adequando cada passo do processo, mas nos manteremos dentro do orçamento”, garantiu Sorokin.

“No final teremos um dos projetos mais baratos de reconstrução, para uma das arenas mais modernas do mundo.”

Cerca de 1.500 operários trabalham atualmente nas obras do Luzhniki, em Moscou, que está recebendo cobertura e ganhando novas arquibancadas, para ter uma capacidade ampliada até 81 mil torcedores.

O estádio tem entrega prevista para maio do ano que vem é vai custar cerca de US$ 700 milhões para ser concluído.

Arena em Saransk: 45 mil lugares

Arena em Saransk: 44.495 mil lugares

Palavra do presidente
Em seu discurso nacional ontem, Putin enfatizou os benefícios no longo prazo da Copa do Mundo para a sociedade russa e a importância de ter a infraestrutura desportiva para incentivar a participação.

“A Copa do Mundo FIFA Copa do Mundo de 2018 é empreendimento caro, mas é uma razão adicional para o desenvolvimento da Rússia, e para isso, o governo não poupará dinheiro”, disse Vladimir Putin.

O presidente russo ressaltou, ainda, a importância do evento para o futuro da população.

“É necessário criar a cultura do esporte”, ele explicou, lembrando que a meta de seu governo é aumentar a expectativa de vida na Rússia além dos atuais 70 anos.

E isso não tem a ver só com a saúde dos adultos, mas com a perspectiva dos mais jovens e felicidade das crianças. A este respeito, Putin afirmou que considera receber a Copa, a exemplo a Olimpíada de Inverno em Sochi, algo maior que a própria organização.

Sorokin: revendo processos mas mantendo o orçamento

Sorokin, do Comitê ‘Rússia’18’: revendo processos mas mantendo o orçamento

“Eventos como esses vão muito além do futebol. Muito além de seus jogadores, de seus patrocinadores. Não é como sair e patinar no gelo, ou sair para ir até a academia. A Copa do Mundo é um evento social, cultural, que o povo russo está ansioso para receber”, conclui Putin.

Detalhes
O Comitê Organizador “Rússia 2018” informou na terça-feira detalhes sobre o estádio de Nizhniy Novgorod, previsto para ser concluído em outubro de 2017, além de liberar dados sobre a obras de infra-estrutura locais.

“Os planos envolvem mais de 50 projetos de obras na cidade incluindo estradas, hotéis, um aeroporto, um terminal de metrô e uma estação de trem”, disse Sorokin.

E, claro, um novo estádio de futebol. Os custos do programa são estimados em R$70 bilhões (US$1,12 bilhão).


Futebol europeu comemora 100 anos da ‘Trégua de Natal’
Comentários Comente

Celso de Miranda

Esse mês, o futebol comemora o 100º aniversário de uma de suas maiores façanhas: foi numa fria noite de dezembro de 1914, que soldados alemães de um lado e britânicos e franceses do outro das trincheiras da Primeira Guerra Mundial interromperam o conflito mais sangrento da história da humanidade até aquele momento, para entoar canções de Natal e trocar presentes.

Futebol uniu alemães e britânicos no natal de 1914

Futebol uniu alemães e britânicos no natal de 1914

Era o primeiro inverno da guerra e os jovens soldados, famintos e com saudade de casa, acenderam velas e improvisaram enfeites de Natal. Os primeiros contatos foram tímidos, mas logo os dois lados estavam compartilhando charutos e revistas. Não demorou para surgir uma bola.

Mais tarde, as tropas concordaram em enterrar seus mortos tombados na chamada “Terra de Ninguém”, a área entre as trincheiras inimigas.

Trégua não oficial incluiu troca de presentes e canções natalinas

Trégua não oficial incluiu troca de presentes e canções natalinas: mas o ponto alto foi mesmo o futebol

Comemoração
A trégua não-oficial e espontânea será lembrada durante todo mês na Europa, com uma série de eventos: nessa semana, foi inaugurado um memorial na cidade de Comines-Warneton, na fronteira entre Bélgica e França, no tristemente famoso caminho entre Ypres e Lille, onde milhares de soldados de ambos os lados do conflito morreram.

“Esta cerimônia presta homenagem aos soldados que expressaram, há 100 anos, sua humanidade ao jogar futebol juntos”, disse Gilbert Deleu, prefeito de Comines-Warneton. “Eles abriram um capítulo importante na construção da comunidade europeia e deram um exemplo para as jovens gerações de hoje.”

Políticos e vários presidentes de federações europeias estiveram na Bélgica

Trégua: políticos e vários presidentes de federações europeias estiveram na Bélgica

O papel do futebol nas tréguas do Natal de 1914 foi lembrado com uma escultura encomendada pela UEFA e revelada durante as comemorações.

O presidente da entidade, Michel Platini afirmou que aqueles foram momentos de irmandade e amizade que nos relembram a condição humana que todos partilhamos.

“É extremamente tocante imaginar que há 100 anos aqueles jovens encontraram no futebol uma língua comum para expressarem esse sentimento de irmandade,” disse o dirigente francês.

Filme
Para o presidente da UEFA, o futebol é, hoje, uma linguagem universal, que permite o contato entre culturas e junta pessoas cruzando fronteiras. “Há todos esses anos, o futebol constituiu uma ponte para uma expressão única e espontânea de humanidade”, afirmou Platini.

Veja vídeo (leg. em inglês)

Crescemos à sombra desses acontecimentos...

O futebol conseguiu mostrar que um conflito como aquele não pode mais acontecer

Para marcar a data a entidade lançou um filme de quatro minutos, que conta com a participação de grandes nomes do futebol europeu, entre eles Sir Bobby Charlton, lenda do Manchester United e da seleção da Inglaterra.

“Sinto-me extremamente lisonjeado por ter participado da homenagem”, declarou Sir Bobby Charlton ao site da UEFA. “Minha geração cresceu à sombra desses eventos e é uma sensação fantástica imaginar que, no meio de algo tão devastador como uma guerra, o futebol conseguiu juntar toda aquela gente.”

“O futebol é um jogo de emoções e o fato de as duas facções terem se juntado no meio de uma guerra mostra que aquele conflito não devia acontecer. É algo de que me orgulho imensamente em participar”, conclui.

Entre os jogadores em atividade que participam do vídeo, o inglês Wayne Rooney, o francês Hugo Lloris, e o galês Gareth Bale, compõem a “tropa” aliada. Bastian Schweinsteiger e Philipp Lahm representam as cores alemãs.


Em busca de título inédito, Real Madrid estreia no Mundial de Clubes
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Real Madrid estreia hoje no Mundial de Clubes da FIFA em busca do seu primeiro título na competição. Como vencedor da Liga dos Campeões da UEFA, o time europeu já começa a disputa na semifinal, contra o o Cruz Azul, do México.

Real pega Cruz Azul animado: jogo adiado do domingo

Real animadão: em busca de título inédito campeão europeu vai prá cima

O Real tem uma motivação especial no Marrocos, já que a taça da Copa do Mundo de Clubes é uma das poucas que faltam na sala de troféus do recordista em títulos da Espanha. O time nunca venceu o Mundial, mas ganhou três vezes a Copa Intercontinental.

É a segunda vez que o Real disputa o torneio, na primeira ocasião, em 2000, no Brasil, o time terminou em 4º lugar.  Na disputa do bronze, os espanhóis perderam justamente para um clube mexicano, o Necaxa.

Já o Cruz Azul, que estreou no sábado e venceu por 3-1 Western Sydney Wanderers, pode se tornar o primeiro time mexicano a se classificar para uma final.

No entanto, o representante da CONCACAF tem que se recuperar de uma partida extremamente cansativa, disputada em condições terríveis com o gramado do estádio Prince Moulay Abdellah, em Rabat praticamente alagado depois das fortes chuvas, o que levou o treinador do Wanderers, Tony Popovic, a questionar a realização do jogo.

As reclamações de Popovic pareceram fazer sentido, quando, no dia seguinte, a FIFA adiou e transferiu a partida entre Real Madrid e Cruz Azul, que seria realizada no domingo, no mesmo estádio em Rabat, para hoje (terça, 16) em Marrakech.

Sob muita chuva, o Cruz Azul venceu o Western Sydney

Mexicanos venceram o Western Sydney – e as condições do gramado – em Rabat

O Western Sydney saiu na frente e o Cruz Azul precisou de 120 minutos para virar o placar para 3 a 1. O responsável pela vitória foi o capitão Gerardo Torrado, que marcou duas vezes de pênalti e se tornou o segundo mexicano a fazer dois gols numa mesma partida do Mundial de Clubes. Christian Giménez, pelo próprio Cruz Azul, também havia conseguido o feito em 2008 contra o Al-Ahly, do Egito.

Favoritos
Apesar de admitir que os espanhois são os favoritos e de saber que seis das últimas sete edições do Mundial terem sido vencidas pelos representantes da Europa, o técnico do Cruz Azul Luis Fernando Tena garante que a sua equipe não devem ser desprezada.

“Nós vamos encarar o Real Madrid de igual para igual, olho no olho. Não vamos abaixar a cabeça, mesmo sabendo que são provavelmente o melhor time do mundo neste momento”, disse Tena, na SkySports, após a vitória sobre Western Sydney. “É claro que eles são os favoritos, mas sempre há surpresas no futebol.”

Campeões da Libertadores, San Lorenzo quer ser o primeiro argentino a vencer o Mundial

Campeões da Libertadores, San Lorenzo treina para ser o primeiro argentino a vencer o Mundial

O Real vai entrar no jogo defendendo uma série de vitórias de 20 jogos em todas as competições que disputa: atualmente o time lidera o campeonato espanhol por quatro pontos à frente do rival do Barcelona, e se classificou para as oitavas com 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões.

Já o Cruz Azul só havia vencido uma partida dos seus últimos seis jogos antes de virar o placar sobre Western Sydney no Marrocos, quando o time mexicano precisou de um pouco de sorte para vencer o campeão da Liga Australiana, representante da Liga dos Campeões Asiática.

Libertadores
A boa campanha do pequeno time da Auckland City, da Nova Zelândia, que estreou vencendo o campeão marroquino Moghreb Tétouan, nos pênaltis, na quarta-feira passada, e depois bateou o Sétif da Argélia por 1-0, no sábado, reservou um duelo dos mais improváveis na semifinal do Mundial de Clubes entre o campeão da Libertadores, San Lorenzo, e o Auckland City, representante da OFC – Confederação de Futebol da Oceania.

O poderoso campeão sul-americano entra como favorito para o duelo – e até como um candidato ao título –, mas precisa lidar com a pressão de enfrentar um rival animado, que não tem nada a perder.

Quatro meses se passaram desde que San Lorenzo conquistou sua primeira Libertadores. O alívio pelo triunfo fez com que o clube encarasse o segundo semestre de forma relaxada e, como consequência, passasse por altos e baixos no Campeonato Argentino.

Nos últimos meses, porém, o time do experiente técnico Edgardo Bauza – que retorna ao Mundial, após levar a LDU à final em 2008 – reequilibrou o meio de campo com a entrada de Enzo Kalinski, e algumas boas atuações antes da viagem ao Marrocos devolveram a confiança ao time do Papa.

Praticamente amador, Auckland City já entrou para a história

Praticamente amador, o Auckland City já entrou para a história

“O Mundial de Clubes é um torneio muito motivador e só de jogá-lo a concentração de todos cresceu muito”, diz Edgardo Bauza, treinador do San Lorenzo na entrevista coletiva essa manhã.

“Tomara que possamos chegar à final, tanto pelo que está em jogo quanto porque representamos uma confederação com uma história tão rica quanto a CONMEBOL”, conclui Bauza.

O treinador têm apenas uma dúvida na defesa: Mario Yepes ou Mauro Cetto? No meio de campo, Leandro Romagnoli recuperado de uma luxação no cotovelo deve ser poupado e jogar apenas meio tempo.

Amadores
A festa dos jogadores do Auckland City em Rabat após as vitórias sobre o Moghreb Tétouan e o ES Sétif dão uma ideia do tamanho do feito obtido por essa equipe semiamadora, que esse ano completou apenas 10 anos de existência.

“Eu não tenho ideia de como eles jogam. Tudo que sei é que eles estão em outro nível”, disse um sincero John Irving, zagueiro do Auckland City.

Torcida em Marrakesh recebe espanhois

Torcida marroquina em Marrakesh recebe espanhois

“Nós comemoramos. Tínhamos que comemorar. Mas depois descansamos, aí sim, agora só pensamos em como enfrentá-los. Quem sabe o que pode acontecer? Tenho certeza que ninguém nos imaginava na semifinal, por isso tenho certeza que sim, que podemos surpreender e avançar mais uma vez.”

O time que já participou cinco vezes do Mundial, mas acumulava quatro eliminações nas oitavas de final, já entrou para a história: nunca um time da Oceania havia chegado às semifinais.

Além da glória, os “Navy Blues” também já podem comemorar um prêmio mínimo de US$ 2 milhões, valor que deve permitir uma expansão não apenas do clube, mas de todo o esporte no país.

Nove
Os times argentinos conquistaram nove vezes a Copa Intercontinental, torneio que reunia os campeões da Europa e da América do Sul, mas nunca venceu a nova Copa do Mundo de Clubes da FIFA.

Boca Juniors (2007) e Estudiantes (2009) foram os únicos representantes a chegar à decisão, mas perderam para Milan e Barcelona, respectivamente.

O San Lorenzo espera dar ao país o 10º título das duas competições, número que apenas o Brasil sustenta até hoje.


Liga dos Campeões: novas rivalidades à prova nas oitavas
Comentários Comente

Celso de Miranda

PSG contra o Chelsea, Barcelona pega o Manchester City e o campeão Real Madrid terá pela frente, mais uma vez o Schalke 04.

Chelsea e PSG voltam a se encontrar: ano passado deu Chelsea

Os brasileiríssimos Chelsea e PSG voltam a se encontrar: ano passado deu Chelsea

O sorteio que determinou os confrontos das oitavas-de-final da Liga dos Campeões da UEFA 2014/15, que marca a 12ª edição desde que essa fase eliminatória substituiu a segunda fase de grupos (em 2003/04), colocou frente a frente times que recentemente se enfrentaram em fases eliminatórias da competição.

Barcelona e Real, por exemplo, eliminaram os mesmos adversários (Manchester City e Schalke), nessa mesma fase (oitavas) na temporada passada (2013/14).

Sem título 3gif

O Barcelona não teve dificuldades e venceu as duas: 2-0 em Manchester e 2-1 em casa.

“Não gostamos de ter que enfrontar o Barcelona, preferíamos outra equipe que não fosse tão forte”, admitiu o sincero diretor desportivo do Manchester City Txiki Begiristain, que acompanhou o sorteio em Nyon, na Suiça.

“Mas recuperamos a nossa confiança com as vitórias sobre Bayern e Roma. Só esperamos estar na nossa melhor condição, podendo contar com todos os jogadores quando chegarem os jogos contra o Barcelona, porque essa será a única maneira de os derrotarmos”, completou.

Daniel Alves fez o 2º gol na vitória sobre o City, em Barcelona

Daniel Alves fez o 2º gol na vitória sobre o City, em Barcelona

O Real porém foi ainda mais impiedoso fazendo 9-1 no placar agregado: 6-1 em Gelsenkirchen e 3-1 no Bernabeu. Só Cristiano Ronaldo marcou quatro gols.

“Sabemos que fomos derrotados na temporadas passada e que o Real Madrid é uma das melhores equipes do mundo,” diz Benedikt Höwedes, zagueiro do Schalke e da seleção alemã . “Mas mesmo times que parecem invencíveis também perdem. Somos hoje um time diferente e vamos dar o máximo, vamos deixar o melhor de cada um em campo, porque sabemos que só assim para derrotar os campeões.”

Chelsea e PSG também se cruzaram na temporada passada, mas já e nas quartas-de-final na temporada passada: e depois de uma derrota por 3-1 em Paris, o Chelsea venceu em casa por 2-0 e conseguiu avançar graças ao gol marcado fora.

O confronto entre Juventus e Borussia Dortmund é mais antigo: italianos e alemães decidiram o título em 1997, e o Dortmund venceu por 3-1 jogando no Olympiastadion, em Munique, local da final em maio de 2015.

Real reencontra freguês: só Ronaldo marcou 4 na eliminação do Schalke

Real reencontra freguês: só Ronaldo marcou 4 na eliminação do Schalke em 2013/14

A vitória do Dortmund, porém, foi de certa forma, uma vingança: quatro anos antes, os italianos haviam batido os alemães na final da Taça UEFA, com um humilhante placar agregado de 6-1.

Estreia
Por outro lado, Porto e Basel se enfrentam pela primeira vez numa competição de clubes da UEFA. O mesmo acontece entre Shakhtar e Bayern.

Atlético e Leverkusen já se enfrentaram duas vezes. Mas foi na Liga Europa e na fase de grupos: foram dois empates em 1-1 na temporada de 2010/11.

Arsenal e Mônaco também nunca se enfrentaram. A curiosidade nesse caso, é que o clube francês foi onde o técnico dos Gunners, Arsène Wenger apareceu no cenário internacional.

Treinador do Mônaco entre 1987 e 1994, Wenger venceu a Ligue 1 (1988) e na Taça de França (1991) e levou o time à final da Taça dos Clubes Vencedores de Taças de 1992 (a extinta Copa dos Campeões da UEFA), mas perdeu para Werder Bremen, por 2-0.

Em 1997, o Dortmund venceu a Juventus na final... boas lembranças de Berlim

Em 1997, o Dortmund venceu a Juventus na final… boas lembranças de Berlim

Confira calendário dos jogos

  • PSG vs. Chelsea
  • Shakhtar Donetsk vs. Bayern de Munique
    >> 17 de fevereiro e 11 de março
  • Schalke 04 vs. Real Madrid
  • Basel vs. Porto
    >> 18 de fevereiro e 10 de março
  • Manchester vs. Barcelona
  • Juventus vs. Borussia Dortmund
    >> 24 de fevereiro e 18 de março
  • Bayer Leverkusen vs. Atlético de Madrid
  • Arsenal vs. Monaco
    >> 25 de fevereiro e 17 de março

UEFA pune Croácia por fogos na partida contra Itália
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Croácia terá que atuar com uma parte do Estádio Maksimir, em Zagreb, fechado em sua próxima partida pelas Eliminatórias da Eurocopa 2016, em março, diante da Noruega.

Em Milão, jogo ficou interrompido por 10 minutos

Em Milão, jogo ficou interrompido por 10 minutos

A punição da UEFA se referem aos acontecimentos promovidos por torcedores durante a partida contra a Itália, no Giuseppe Meazza, em novembro.

A partida estava empatada – com gols de Antonio Candreva (11′) para a Itália e Ivan Perisic (15′) para a Croácia – quando logo depois dos 70 minutos, foguetes lançados das arquibancadas caíram no gramado: posteriormente os seguranças identificaram os responsáveis pelos fogos entre os torcedores visitantes.

O jogo ficou interrompido por cerca de 10 minutos.

Perisic: jogador do Wolfsburg garantiu o empate

Perisic: jogador do Wolfsburg garantiu o empate

Punição
A investigação do Comitê de Segurança da UEFA concluiu o inquérito responsabilizando os torcedores croatas pelos incidentes e hoje anunciou que a Croácia será obrigada a fechar uma área corresponde a 8 mil lugares de seu estádio, na sua próxima partida em casa contra a Noruega, em março.

Depois de 4 rodadas, a Croácia lidera o Grupo H

Depois de 4 rodadas, a Croácia lidera o Grupo H

A Federação Croata de Futebol também foi multada em € 80 mil por ofensas que incluíram comportamentos racistas durante os distúrbios.

Os italianos, entretanto, não escaparam de uma penalização: € 13 mil por ter permitido a entrada dos fogos de artifício no estádio.

 


Seleção brasileira da Liga dos Campeões: figurinhas carimbadas e surpresas
Comentários 3

Celso de Miranda

Terminada a fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA e na expectativa do sorteio das oitavas de final, que acontece às 9h dessa segunda-feira, jornalistas de todo o mundo reunidos pelo site UEFA.com votaram para escolher os 11 jogadores brasileiros que mais brilharam nessa fase.

O time tem alguns nomes bem conhecidos de outras convocações e participações oficiais com a camisa da Seleção Brasileira, como Neymar e David Luiz e Marcelo. Outros se transformaram em titulares com Dunga, caso de Danilo, do Porto, e Miranda do Atlético.

Nomes  como o goleiro Fabiano, do Porto, e Luiz Adriano, do Shakhtar, aparecem entre os titulares de um time com uma defesa sólida, um ataque criativo, e um meio-campo ofensivo.

Neymar: golaço contra o PSG garantiu liderança do grupo

Neymar: golaço contra o PSG garantiu liderança do grupo

Confira aí:

Goleiro: Fabiano, Porto
Foi só após a lesão de Helton, na segunda metade da temporada passada, que o ex-goleiro do São Paulo assumiu a posição de titular. E sia estreia, aos 26 anos, na principal competição europeia de clubes não podia ser mais promissora: o Porto sofreu apenas 4 gols nessa fase, sendo que em três partidas o goleiro não foi vazado.

Lateral-direito: Danilo, Porto
Destaque pela força física, o ex-jogador do Santos tem ainda raras qualidades para defender e atacar. Prova disso é a quantidade de jogadas ofensivas que o Porto canaliza pelo lado direito. Tem uma assistência para gol.

Transição segura da Premier League para a Ligue1

Transição segura da Premier League para a Ligue1

Zagueiro: David Luiz, Paris Saint-Germain
Manteve o status de jogador fundamental na transferência do Chelsea para o PSG, e hoje se qualifica como um dos melhores nas duas áreas: perigoso no ataque (como quando marcou sobre o Barcelona, na 2ª rodada) e fundamental no posicionamento da defesa, como nos dois providenciais que evitaram gols certos diante do APOEL, no Chipre.

Zagueiro: Miranda, Atlético
Um dos jogadores mais antigos do atual elenco espanhol (desde 2011), o veterano ex-jogador do São Paulo permanece – graças à capacidade de antecipação e dedicação física invejável – com os melhores números da defesa atleticana  nos quesitos desarmes e disputas de bolas aéreas. A defesa foi um dos pontos altos do atual vice-campeão: sofreu apenas 3 gols e todos no mesmo jogo, na estreia contra o Olympiacos, na derrota por 3-2 em Atenas, em 16 de setembro. Desde lá, portanto, foram 5 jogos e nenhum gol sofrido.

Lateral-esquerdo: Marcelo, Real Madrid
Mais aplicado às tarefas primárias e defensivas, o lateral que perdeu sua posição de titular da seleção brasileira de Dunga foi importante para os 100% de aproveitamento do time nessa fase. No ataque, manteve-se menos brilhante, mas ainda importante, com duas assistências para gol.

Após contusão de Helton, Fabiano agarrou a oportunidade

Após contusão de Helton, Fabiano agarrou a oportunidade

Meio-campo: Casemiro, Porto
A opção de se mudar por empréstimo para Portugal para buscar o tempo de jogo e experiência, que nem sempre lhe era permitido no Real Madrid revelou-se acertada: o ex-São Paulino de apenas 22 anos está conferindo segurança e equilíbrio à equipe. O técnico Julen Lopategui tem elogiado sua capacidade de recuperação e circulação da bola, ao mesmo tempo, que também ajuda na composição ofensiva (uma assistência).

Meio-campista: Willian, Chelsea
Tem na versatilidade sua principal arma, que tem feito dele peça fundamental entre os titulares da equipe inglesa, jogando às vezes nas alas, ou ainda, mais avançado no centro, onde já contribuiu com um gol e uma assistência.

Meia: Alex Teixeira, Shakhtar Donetsk
Um dos jogadores mais utilizados na campanha bem-sucedida dos ucranianos, Alex já marcou três gols. Elogiado pelo técnico Mircea Lucescu por sua dedicação tática, hoje o jovem jogador de 24 anos é peça fundamental no esquema que aposta num meio-campo compacto com muita capacidade de marcação e movimentação sem a bola. Como meia de aproximação ao ataque, o ex-vascaíno que já está em sua 4ª temporada no clube tem dado poucas chances a alguns dos contratados depois dele, como Bernard, Marlos e Wellington Nem.

Com 9 gols, Luiz Adriano igualou marca de Cristiano Ronaldo: maior artilheiro da fase de grupos

Com 9 gols, Luiz Adriano igualou marca de Cristiano Ronaldo: maior artilheiro da fase de grupos

Meia-atacante: Lucas, Paris Saint-Germain
O jogador foi fundamental na classificação dos franceses, sendo uma opção de criatividade e velocidade para o ataque pelo lado direito. Deu uma assistência para gol, na vitória sobre o Barcelona

Atacante: Neymar, Barcelona
Continua a sua evolução e adaptação ao futebol europeu no Barcelona, jogando principalmente pelos lados do ataque até o centro, mostrando cada vez mais capacidade para marcar gols: foram três nessa fase de grupos, o último deles na quarta-feira, virando o jogo sobre o PSG, no Camp Nou num chute forte de fora da área, que ajudou os catalães a vencerem o Grupo F.

Atacante: Luiz Adriano, Shakhtar Donetsk
Atacante que nem sempre contou com o destaque em temporadas anteriores, o jogador de 27 anos explodiu em termos goleadores nessa temporada: foram 8 gols marcados nos dois jogos consecutivos diante do BATE Borisov, que o ajudaram a igualar o recorde de maior artilheiro das fase de grupo da história do torneio (9 gols) ao lado de Cristiano Ronaldo em 2013/14. O outro gol ex-jogador do Internacional marcou na 6ª rodada contra o Porto, em Donetsk.


Liga Europa: todos os resultados e classificados para a fase Eliminatória
Comentários Comente

Celso de Miranda

As 10 vagas ainda abertas na fase eliminatória da Liga Europa foram preenchidas ontem nas 24 partidas que ainda definiram os times que serão cabeças de chave para o sorteio de segunda-feira, às 10h.

Elvis Manu fez o 3º na vitória do Feyenoord, confirmando a conquista do primeiro lugar do grupo

Elvis Manu fez o 3º na vitória do Feyenoord, confirmando a conquista do primeiro lugar do grupo

Times de 17 países estarão na próxima fase, que reúne, além dos 24 times classificados nessa fase de grupos, outros 8 times classificados por terem terminado em 3º lugar da disputa entre os grupos da Liga dos Campeões.

Uma das equipes que só garantiu vaga ontem foi o atual campeão, Sevilla: ao lado de Villarreal, Aalborg, Torino, Guingamp, Young Boys, Besitkas, Dnipro, Trabzonspor e Wolfsburg também se classificaram nessa 6ª rodada.

No Grupo E, o Dinamo de Moscou encerrou essa fase como o time de melhor campanha, somado sua 6ª vitória em seis jogos com o triunfo por 1-0 PSV, em Eindhoven.

Sem título3

No sorteio na segunda-feira, haverá dois potes. No primeiro, estarão os 12 times vencedores dos grupos e os quatro melhores 3º classificados da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Os confrontos serão definidos contra os times do outro pote, onde ficam os segundos classificados dos 12 grupos dessa fase da Liga Europa e os outros 4 terceiros da Champions.

O Torino goleou e garantiu vaga na última rodada: todos italianos avançaram

O Torino goleou e garantiu vaga na última rodada: todos italianos avançaram

Não poderão se enfrentar times que já tenham estado no mesmo grupo ou que sejam do mesmo país. Os jogos acontecem 19 e 26 de fevereiro.

Pote 1: Borussia Mönchengladbach (ALE), Club Brugge (BEL), Beşiktaş (TUR), Salzburg (AUT), Dinamo Moskva (RUS), Internazionale (ITA), Feyenoord (HOL), Everton (ING), Napoli (ITA), Dynamo Kyiv (UCR), Fiorentina (ITA), Legia Warszawa (POL) + Olympiacos (GRE), Sporting (POR), Athletic Bilbao (ESP), Zenit (RUS).

Pote 2: Villarreal (ESP), Torino (ITA), Tottenham (ING), Celtic (ESC), PSV Eindhoven (HOL), Dnipro Dnipropetrovsk (UCR), Sevilla (ESP), Wolfsburg (ALE), Young Boys (SUI), Aalborg (DIN), Guingamp (FRA), Trabzonspor (TUR) + Anderlecht (BEL), Ajax (HOL), Liverpool (ING), Roma (ITA)


Brasil, EUA, China e Argentina disputam torneio feminino em Brasília
Comentários Comente

Celso de Miranda

Estados Unidos e China abrem hoje o Torneio Internacional de Brasília de futebol feminino. Em seguida, completando a rodada dupla, o Brasil enfrenta a Argentina.

A primeira rodada acontece hoje e a final está marcada para o dia 21, sempre no Estádio Mané Garrincha. O torneio serve de preparação para a Copa do Mundo do ano que vem no Canadá, para Brasil, China e Estados Unidos. A Argentina não vai ao Mundial.

Estados Unidos e China: futebol de alto nível no Mané Garrincha

Estados Unidos e China: futebol feminino de alto nível no Mané Garrincha

Favoritas ao título, as norte-americanas vêm embaladas pela conquista da Copa da CONCACAF, no início do mês, quando venceram todos os cinco jogos, incluindo uma vitória por 3-0 contra o México na semifinal, que lhes garantiu a vaga na Copa do Mundo, em junho. Na final, os Estados Unidos fizeram 6-0 na Costa Rica, que também estará no Canadá.

Destaque e artilheira (7 gols) na Copa da CONCACAF, a meia-atacante Abby Wambach em Brasília. Eleita melhor jogador do mundo pela FIFA no ano passado, a norte-americana é finalista do prêmio novamente esse ano, em que ela chegou a um recorde mundial:177 gols.

A seleção norte-americana é atualmente a 1ª do ranking da FIFA, enquanto o Brasil é o 6º. A China é 14ª e a Argentina é 37ª.


Olheiro do Bayern admite falha na disputa por jóia norueguesa
Comentários Comente

Celso de Miranda

O olheiro do Bayern de Munique, Michael Tarnat admite que o clube perdeu a chance de assinar com Martin Odegaard, jovem revelação do Stromsgodset, da Noruega, que já está treinando no Liverpool e esta semana visita o Arsenal, em Londres.

Tarnat confirmou que o jogador esteve em Munique e que o clube esteve interessado nele. “Martin passou uma semana em treinamento. Seu pai estava lá. Ele nos conhece, nós lhes mostramos nosso sistema”, comentou. “Já faz mais de um ano, ele não tinha nem completado 15 anos.”

Aos 15 anos, Odegaard estreou na seleção escandinava

O mais jovem jogador a vestir a camisa da Noruega deve fechar com a Premier League

Segundo Tarnat, desde então, o jogador melhorou muito, o que ninguém poderia ter previsto. “Ele estreou na liga norueguesa e no espaço de seis meses já estava na seleção principal,” diz.

Recordes
De fato, em abril, ele se tornou o mais novo jogador a estrear na primeira divisão da Noruega (com 15 anos e 117 dias), na vitória por 2-0 do Strømsgodset sobre o Aalesunds. um mês depois marcou seu primeiro gol na liga (16 de maio), na vitória  por 4-1 sobre o Sarpsborg, alcançando outro recorde nacional – o de mais novo jogador a marcar na primeira divisão, com 15 anos e 150 dias.

Em outubro, o meia-atacante em outubro, com apenas 15 anos e 300 dias de idade, se tornou o mais jovem jogador a atuar numa partida do Campeonato Europeu na vitória da Noruega por 2-1 sobre a Bulgária, pelas  Eliminatórias da Euro’16.

Ødegaard substituiu Mats Møller Daehli aos 63 minutos, no Ullevaal Stadion, em Oslo. Foi apenas mais uma das marcas  do precoce jogador: em agosto, com 15 anos e 253 dias,  já havia se tornado o mais novo a estrear na seleção principal, sendo titular no amistoso diante dos Emirados Árabes Unidos.

 

 

“Ser um membro potencial da nossa equipe júnior já não é um problema.”