Blog FastFut

Arquivo : julho 2015

Substituído, português do Dínamo mostra ‘aquele’ dedo para a torcida
Comentários Comente

Celso de Miranda

O meia Paulo Machado, do Dinamo, foi multado em € 100 mil e suspenso por tempo indeterminado pela diretoria por fazer gestos obscenos para a torcida, após ser substituído na partida de terça-feira no Estádio Maksimir em Zagreb, no jogo de ida contra o Molde (1-1), pela 3a Pré preliminar da Liga dos Campeões da UEFA.

Hoje o jogador da seleção portuguesa pediu desculpas à torcida croata, mas na terça, depois de deixar o campo para a entrada do jovem Marko Rog, 20, acabou sendo expulso pelo árbitro Serge Gumienny, da Bélgica, quando já estava no banco de reservas e, mesmo se for reintegrado pela diretoria, não poderá enfrentar o Molde na Noruega.

Nas redes sociais, o português disse que nada justifica seu gesto, mas que perdeu o “controle no momento” diante das vaias das arquibancadas: “Era um jogo importante, um dia importante para mim e os torcedores começaram a vaiar o time logo aos  5 minutos e não pararam até o final,” disse o meio-campista.

 Angelo Henriquez marcou para o Dinamo Zagreb

O chileno Angelo Henriquez marcou para o Dinamo

Machado disse que a equipe não estava jogando bem, mas esclareceu que não tem desculpas ou justificativas para o seu gesto de levantar o dedo médio para a multidão.

“Eu nunca tinha visto um cartão vermelho ser mostrado para um jogador depois de ele ser substituído, é incrível”, assumiu.

“Mas mereci o cartão e mereci a punição do clube. Sei bem que agora vou enfrentar muitas dificuldades com os torcedores, mas eu vou fazer de tudo para recuperar a confiança deles dentro de campo.”


Se voa é carrinho? Austríaco expulso por entrada bisonha em joia holandesa
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Ajax virou o primeiro tempo do jogo de ida da 3ª Pré Eliminatória da Liga dos Campeões da UEFA, em Viena, vencendo por 2-0 o Rapid, com dois gols do capitão Davy Klaassen.

Depois do intervalo, porém muito mais motivado o time da casa diminuiu logo aos 48′, com Florian Kainz.

No entanto, em seguida o meio-campista Stefan Schwab exagerou na dose com uma entrada criminosa no lateral Jaïro Riedewald, de apenas 18 anos, e acabou expulso.

Mesmo com um jogador a menos, porém o Rapid ainda conseguiu o empate, com o esloveno Robert Berić.

O jogo de volta acontece na terça, (3 de agosto) na Amsterdam Arena e o classificado participa dos play-offs para a fase de grupos da LC 2015/16.


Só em filme? Dois pênaltis perdidos e o juizão manda voltar, aí no 3º…
Comentários Comente

Celso de Miranda

Em 20 temporadas Portland Timbers e DC United construíram duas grandes torcidas em Conferências diferentes e se enfrentaram apenas 5 vezes, com 2 vitória do Timbers (9 gols), 1 do United (7 gols) e 1 empate.

Desses jogos, três foram em Portland, onde o Timbers venceu duas vezes, mas perdeu a primeira partida da história entre as duas equipes, em 29 de maio de 2011, por 3-2.

Esse jogo, guarda um dos mais registros curiosos da história da MLS: aos 13′ do segundo tempo, o árbitro canadense Geoff Gamble marcou pênalti para o Timbers. O atacante Keny Cooper cobrou e Bill Hamid defendeu.

No entanto o assistente Craig Lowry levantou a bandeira assinalando que o goleirodo DC havia se adiantado: o árbitro confirmou e Cooper novamente cobrou, dessa vez trocando de canto.

Por ironia, aos 30 anos, o rodado atacante defende o Portland

Por ironia, aos 30 anos, o rodado atacante defende o Portland

E não adiantou trocar de canto, o goleiro Hamid novamente defendeu. Mas novamente o bandeira apontou a irregularidade para protestos dos jogadores do time visitante.

Na 3ª cobrança, o Portland não quis arriscar e trocou o cobrador, colocando Jack Jewsbury para bater: o meia chutou forte no meio do gol e empatou a partida.

Mas apesar da polêmica – ou por causa dela – o DC United conseguiu ainda a vitória fora de casa por 3-2.


Final da FA Cup dá 2ª chance à zagueira inglesa que marcou contra na Copa
Comentários Comente

Celso de Miranda

O dia primeiro de julho não era como outro qualquer em Edmonton: o Commonwealth Stadium lotado por quase 60 mil pessoas para assistir à segunda semifinal da Copa do Mundo Feminina do Canadá indicava isso.

A partida entre as então campeãs japonesas e as inglesas – únicas  das quatro semifinalistas que nunca haviam vencido o torneio – já se arrastava empatada até os descontos rumo à provável prorrogação quando o improvável, o impensado, o impossível que só ao futebol é permitido aconteceu.


Laura Bassett Own Goal – 92nd Minute (Japan 2… por henry-parker

Um milagre ao avesso. Um flagelo. E a cena precisa ser vista e revista. E se torna imediatamente uma das mais marcantes da Copa: o gol contra da zagueira Laura Bassett da Inglaterra é de uma crueldade medieval. E ao mesmo tempo, de uma precisão ninja.

O resultado final do time – que acabaria em 3º lugar foi o melhor de uma seleção – masculina ou feminina – desde o título masculino em casa em 1996.

…Mas
Se há histórias que só o futebol pode escrever, há histórias que só o futebol pode reescrever.

Amanhã, dia 01 de agosto, exatamente um mês depois Laura Bassett volta a campo, e se a camisa não é a da seleção, o palco é bem mais ilustre: a zagueira de 31 anos (domingo, dia 2, ela completa 32 anos) defende o Notts County na final da FA Cup – a Copa da Inglaterra – contra a o Chelsea, em Wembley.

“A atenção é uma novidade”, confessa a jogadora, que ainda se diz desacostumada a responder pedidos de entrevistas do Brasil. “Quando voltamos eu ainda me sentia abalada, mas a recepção de todos foi muito, muito legal, ver como todo mundo queria conversar conosco e como todos estava orgulhosos de nós.”

Ela conta que poucos dias após o desembarque, o time foi recebido pelo príncipe William, pelo primeiro ministro David Cameron e assistiu à semifinal feminina de Wimbledon na quadra central.

Laura Bassett do Notts County sonhava em jogar as Olimpíadas do Rio

Laura Bassett do Notts County sonhava em jogar as Olimpíadas do Rio

“Foi o dia mais surreal da minha vida”, diz ela. “E vai ficar em nossas memórias e nossos corações por um longo tempo.”

Ela conta, ainda sobre uma participação no programa Loose Women, na ITV, muito popular entre a audiência feminina, em que ela participou em que ela, ao lado da companheira de seleção Casey Stoney, do Arsenal, foram surpreendidas por um vídeo-tributo de ninguém menos que o ex-Liverpool e capitão da seleção inglesa Steven Gerrard.

“Poxa, ele é uma lenda, pessoalmente, ouvir dele, um ídolo que passou por tantas coisas também… Foi animador, ele me disse pra levantar a cabeça, me fez rir, e certamente fez eu me sentir bem melhor.”

Bassett não nega que a derrota deixou um gosto amargo, mas a equipe conseguiu dar resposta dois dias mais tarde, vencendo a Alemanha e terminando em 3º.

Katie Chapman, capitã do Chelsea: não se depender da adversária

Katie Chapman, capitã do Chelsea: não se depender da adversária

“Eu acho que às vezes você não sabe como você é forte”, diz Bassett. “Todo mundo estava com o coração partido depois do jogo contra o Japão… E a gente se olhava e dizia que se queria alguma coisa, aquela era a hora: porque é fácil dizer que você é uma leoa quando tudo está dando certo. E em campo fizemos as pessoas acreditarem. E a hashtag #Lionesses, é agora sinônimo de força, poder e coragem.”

Essas são características do futebol feminino, segundo ela. “Sempre que entramos em campo, temos algo a provar.”

Final
Amanhã, um mês depois de fazer um golaço contra, Laura Bassett entra em campo com algo a provar.

Longe de relaxar na volta para casa, a maioria das jogadoras da seleção da Inglaterra voltaram direto para suas equipes que disputavam a segunda metade da FA Super League Feminina.

A lateral Claire, nas quartas contra o Canadá: 2-0

A lateral Claire Rafferty (3), nas quartas-de-fianl contra o Canadá: 2-0

Bassett luta para ajustar, mas a atração de final da FA Cup deste sábado contra o Chelsea provou ser o antídoto.
Segundo ela, tem sido difícil voltar ao clube. “Sempre que você volta de uma grande competição como a Copa, emocionalmente, fisicamente você deu tudo, deixou tudo em campo, então quando você volta é difícil”, diz.

O Notts County só conseguiu uma vitória em três jogos da Super League após a pausa da Copa do Mundo. Mas a tremenda campanha no primeiro semestre, e a vitória na semifinal da FA Cup sobre o Everton, em maio, já lhe garantira um lugar em Wembley, pela primeira vez na história.

Por isso, para muitos o favorito em Wembley, é o Chelsea da técnica Emma Hayes, que bateu o Manchester City na semifinal.

“O Chelsea tem uma equipe equilibrada em todos os setores, tem jogadoras habilidosas como Gemma Davison, a Fran Kirby, e a Claire Rafferty, todas companheiras da seleção”, diz Bassett, que acrescenta nessa lista as duas estrangeiras do rival, a nigeriana Eni Aluko e a coreana Ji So-Yun, considerada a melhor jogadora da temporada 2014/15.

 

Mas, segundo a jogadora do County, é a meio-campista Katie Chapman quem dá ritmo ao time. “Ela é uma batalhadora incansável e muitas vezes passa despercebida, mas é peça chave para o esquema do Chelsea”, garante.

Futuro
A expectativa pela final da FA Cup (o jogo em Wembley será transmitido ao vivo pela BBC1) e a reação ao sucesso da Inglaterra no Canadá, é um sinal do desenvolvimento do futebol feminino nos últimos tempos, mas Bassett lembra um quadro muito diferente quando ela começou sua carreira no Coventry Ladies em 1997.

“Pagava o metrô do meu bolso, conciliava os treinos com a escola e tinha que manter um emprego em tempo integral”, lembra. “Mas não estou reclamando, não. Isso me manteve focada nos meus objetivos, me deu boas habilidades para a vida.”

Segundo ela, a geração dela teve de trabalhar duro para conseguir que o futebol feminino chegasse no estágio atual lembra. “Eu continuo jogando porque ainda estou disposta a trabalhar duro para que as mais jovens tenham um futuro melhor e mais brilhante.”

Ela lamenta que a Federação Inglesa não ter chegado a um acordo com as demais federações (Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) para montar uma representação olímpica do Reino Unido, como aconteceu em Londres.

“É uma pena mesmo eu gostaria muito de jogar. Não participei em 2012, em casa e agora, em 2020 acho que não dá mais para mim”, riu.


Os 5 gols mais bonitos da rodada da MLS
Comentários Comente

Celso de Miranda

Todas as semanas os torcedores da MLS escolhem no site da liga entre 5 opções o gol mais bonito da rodada: essa semana o mais votado foi o gol de Benny Feilhaber, o brasileiro naturalizado norte-americano de 30 anos, que marcou pelo Sporting Kansas City na derrota para o Real Salt Lake (2-1).

1. Benny Feilhaber (SKC)– 34.59%
2. Cyle Larin (ORL) – 19.92%
3. Sebastian Giovinco (TOR) – 17.39%
4. David Villa (NYC) – 15.25%
5. Leonel Miranda (HOU) – 12.85%

O artilheiro italiano Sebastian Giovinco, volta a lista com o primeiro gol do Toronto no empate em 3-3 diante do Columbus Crew.

Como de bico também vale, o canadense Cyle Larin, do Orlando City, e o argentino Leonel Miranda, do Houston estão na lista.

Para terminar, um campeão do mundo: David Villa, do New York City, o primeiro que o espanhol marcou na vitória por 5-3 sobre o Orlando.

No final das 34 semanas regulares o vencedor será premiado pelo patrocinador.

Você pode participar votando no site Vote aqui


Atacante do Málaga passa vergonha tentando cavadinha contra San Lorenzo
Comentários Comente

Celso de Miranda

Depois de 90 minutos sem gols, o San Lorenzo de Almagro ficou com a Copa Euroamericana vencendo o Málaga nos pênaltis (4-3), no Nuevo Gasómetro que recebeu cerca de 1.500 torcedores.

Destaque para o goleiro do San Lorrenzo, José Devecchi que literalmente matou no peito a cobrança de Fernando Tissone, que tentou a cavadinha mas deixou a bola no meio do gol.

Pelo time espanhol, o brasileiro Charles, também perdeu chutando na trave. O brasileiro de 31 anos chegou essa temporada do Celta: em dois anos atuando pela equipe de Vigo, o artilheiro da segunda divisão em 2012/2013 fez 55 partidas, anotando 15 gols, sendo que apenas três na temporada recém-encerrada.


Bolaños marca três no equatoriano — o 3º um golaço!
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Deportivo Cuenca venceu confortavelmente a Universidade Católica no estádio Olímpico Atahualpa, por 3-1 no início da 3ª rodada da 2ª segunda fase do Campeonato Equatoriano.

Além de fazer os três gols do Cuenca, o atacante Luís Bolaños, ex-Internacional, marcou o 3º de uma forma simplesmente sensacional: meio de chaleira, meio de calcanhar, encobrindo o goleiro da Católica.

You do not want to miss the end of this clip – it’s possibly the most audacious way to bring up a hat-trick we’ve ever seen!

Posted by SBS The World Game on Quinta, 30 de julho de 2015

Foram os três primeiros pontos do Cuenca que é o 9º na tabela de classificação. Com apenas um ponto conquistado em 3 jogos, A Católica é a última colocada.

Emelec e Barcelona dividem a liderança (7 pontos), seguidos por Independiente e El Nacional (6).


Festa em Montreal: Drogba já chegou. Agora jogar é outra história
Comentários Comente

Celso de Miranda

Centenas de torcedores do Montreal Impact fizeram festa para o novo contratado Didier Drogba na chegada do atacante que desembarcou na quarta-feira no aeroporto International Pierre Elliott Trudeau.

O próprio jogador registrou os primeiros passos em solo canadense nas redes sociais, dizendo-se impressionado com a recepção de boas-vindas, que teve direito a danças tradicionais ao som de tambores africanos.

O ex-Chelsea que se recupera de contusão no tornozelo ainda não tem data para se integrar ao elenco.


Dortmund vence fora, Samp goleada em casa na 3ª Pré da Liga Europa
Comentários Comente

Celso de Miranda

Borussia Dortmund e Athetic Bilbao venceram nos jogos de ida da 3ª Pré-eliminatória da Liga Europa, que teve, ainda vitória do Southampton, que fez boa vantagem sobre o Vitesse (3-0).

Enquanto o  West Ham, que chegou a abrir 2-0 sobre o Astra Giurgiu, da Romênia, acabou empatando em 2-2.

UEFA Europa League action saw Southampton FC record a comfortable 3-0 win over Vitesse while West Ham United FC gave up a 2-0 lead to finish 2-2 with FC Astra Giurgiu. But the pick of the goals has to be this strike from Bauyrzhan Islamkhan in Kairat Almaty 2-1 win over Aberdeen Football Club.

Posted by SBS The World Game on Quinta, 30 de julho de 2015

A rodada teve, ainda boas surpresas como o Kairat Almaty, do Cazaquistão, que com o golaço do atacante Bauyrzhan Islamkhan, fez 2-1  sobre o Aberdeen, da Escócia.

Mas nenhum resultado foi tão surpreendente quanto o da Sampdoria, que jogando no estádio Olímpico em Turim, foi goleadapelo FK Vojvodina (4-0) , o 4º colocado da Liga da Sérvia na temporada passada.

O jogo entre Kukes e Legia foi interrompido

O jogo entre Kukes e Legia foi interrompido

Outros favoritos, como o Rosemborg, o København e o St. Etienne também venceram fora de casa, dando passos decisivos para a classificação nos jogos de volta, que acontecem na quinta-feira da semana que vem(6 de agosto).

A partida entre Kukes, da Albânia e Legia, Varsóvia, foi interrompida pelo árbitro Stephan Klossner, da Suíça, aos 52 minutos, após o time visitante fazer 2-1.


Real vence International Cup da China ao bater Milan nos pênaltis
Comentários Comente

Celso de Miranda

Real Madrid e Milan empataram em 0-0 no tempo normal, ontem no Shanghai Stadium, e o International Champions Cup da China foi decidido nos pênaltis, com os espanhóis vencendo por 10-9, após 22 cobranças.

Nas primeiras 5 cobranças os times terminaram empatados: 4-4 (Carlos Bacca perdeu o 3º pelo Milan e Toni Kroos o 5º do Real). Pelo Real, Marcelo e Casemiro marcaram. No Milan, Luiz Adriano cobrou e fez o 5º pênalti.

Nas cobranças alternadas, todos os jogadores de linha marcaram levando a decisão para os dois goleiros: Kiko Casilla, do Real bateu primeiro e marcou. Depois, o jovem goleiro defendeu a cobrança de Antonio Donnarumma, dando o segundo título da temporada ao Real Madrid, que já havia vencido o ICC da Austrália, no domingo.