Blog FastFut

Arquivo : fevereiro 2016

Benfica vence e Sporting tropeça: diferença cai para 1 ponto
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Benfica venceu sem dificuldades o União da Madeira, nessa segunda-feira, no encerramento da 24ª rodada do Campeonato Português.

O resultado reduziu para apenas 1 ponto a diferença do Benfica para o líder Sporting, que não foi além do empate diante do Vitória de Guimarães, no Estádio D. Afonso Henriques.

Diante de mais de 44 mil torcedores, o Benfica foi muito superior e podia ter marcado mais gols: no entanto, foi mais uma vez Jonas quem decidiu: o brasileiro marcou os 2 gols da partida, aos 5′ e 73′ e chegou aos 26 gols na Liga.

Clássico
A próxima rodada pode ser decisiva: Sporting e Benfica se enfrentam no sábado (5), no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

No domingo, o Porto (3º, 3 pontos atrás do Benfica), que perdeu para o Belenenses (1-2) na rodada, enfrenta o Braga, no Estádio Municipal.


Fenerbahçe vence o clássico e assume a liderança na Turquia
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Fenerbahçe venceu clássico diante do Beşiktaş por 2-0 nessa segunda-feira no Estádio Şükrü Saracoğlu, em Istambul, na 23ª rodada da Super League.

Com a vitória o time dos brasileiros Diego e Souza (Fernandão hoje não atuou) foi a 53 pontos, deixando o Besiktas em 2º, com 51: o Besiktas tem uma partida a menos, o jogo adiado da 19ª rodada contra o Trabzonspor, que acontece no dia 15 de março.

O Fenerbahçe chegou ao gol logo aos 3′,  numa cobrança de falta: o lateral Caner Erkin levantou na área e o atacante Volkan Sen pegou de primeira. O chute cruzado não deu chance para o goleiro Tolga Zengin.

No segundo tempo, o português Nani que entrou no segundo tempo fechou o placar (82′).

Na próxima rodada, o Fenerbahçe joga fora com o Akhisar, no domingo. Na segunda, o Besiktas do zagueiro Marcelo recebe Eskisehirspor, em Istambul.

 


Seleção dos EUA tem novo escudo: veja vídeo 360 graus
Comentários Comente

Celso de Miranda

Pela primeira vez em 20 anos, a Federação Norte-americana de Futebol terá um distintivo inteiramente novo: a  US.Soccer revelou essa segunda-feira o redesenho oficial do novo escudo que irá estampar os uniformes das seleções masculina e feminina após os boatos sobre a mudança terem surgido na mídia social na semana passada.

Na sexta-feira, a imagem de trabalhadores trocando a placa diante da sede da entidade, em Chicago, praticamente confirmou que a mudança já era iminente.

A confirmação das novas camisas masculinas para 2016 – cujas imagens vazadas na Internet têm sido alvo de inúmeras críticas –  também é esperada para as próximas horas.

brb.

Publicado por U.S. Soccer em Quinta, 25 de fevereiro de 2016

As estrelas desapareceram e o novo logotipo parece mais nítido, mais limpo e faz muito mais sentido: 13 listras vermelhas e brancas para representar os 13 estados originais substituíram as 11 listras azuis e brancas.

Marca
Depois de algumas modernizações feitas em 2014, o escudo enfim foi completamente redesenhado: a principal mudança foi a eliminação completa da bola, que ocupava lugar de destaque no centro da imagem.


A camisa feminina terá as estrelas referentes aos três títulos mundiais (1991, 99, 2015).

Na campanha de lançamento, a Federação dos EUA inovou: enviando 2 mil kits com echarpes, bonés e estrelas da equipe nacional para torcedores e torcedoras de várias idades, alguns famosos, mas a maioria pessoas comuns que simplesmente acompanham os times convidando-os a postar imagens e comentários sobre a nova marca.

 


Pré-Olímpico da Ásia: Austrália e China saem na frente
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Austrália deu um passo enorme para voltar aos Jogos Olímpicos ao surpreender as donas da casa e vice-campeãs mundiais, na abertura do torneio Pré-Olímpico da AFC:

Lisa De Vanna, Michelle Heyman e Katrina Gorry marcaram na vitória por 3-1 sobre o Japão calando a multidão que enfrentou a temperatura de -1°C no Estádio de Kincho, nessa segunda-feira em Osaka.

A Lisa De Vanna header! You don’t see these every day. It was the first goal of 3 for the Matildas as they defeated world #4 Japan 3-1. BEST EVER start to Rio 2016 qualifying.

Publicado por SBS Zela em Segunda, 29 de fevereiro de 2016

Sob a liderança da capitã De Vanna, as ‘Matidas’ abriram o placar aos 25′: aos 40′, Heyman ampliou, mas ainda no primeiro tempo, o Japão diminuiu com Yuki Ogimi, atacante do Wolfsburg. No segundo tempo, Gorry fechou o placar, aos 78′.

A primeira vitória da Austrália sobre o Japão em 6 partidas teve uma certa dose de vingança, já que no último encontro as japonesas eliminaram as ‘matildas” nas quartas-de-final na Copa do Mundo Feminina do ano passado.

Austrália: primeira vitória sobre o Japão

Austrália: primeira vitória sobre o Japão

“É uma vitória histórico, sim”, disse o treinador da Austrália, Alen Stajcic. “Além de ser a primeira vez vencemos o Japão acho que é a primeira vez batemos um campeão do Mundo num torneio oficial e isso é certamente um grande momento.”

“Nós ainda temos 4 jogos pela frente e sabemos que vai ser difícil. Vamos comemorar por uma hora e voltar a nos concentrar para próximo jogo”, disse a capitã De Vanna. “Por que se acharmos que isso é o suficiente, então não vamos qualificar. ”

Na próxima rodada, na quinta-feira, a Austrália enfrenta o Vietnã e o Japão joga contra a Coreia do Sul.

China
A China estreou no torneio pré-Olímpico da AFC com uma vitória por 2-0 sobre o Vietnã no Nagai Stadium nessa segunda-feira.

Depois de um primeiro tempo tenso, a China parecia que enfim abriria o placar numa cobrança de pênalti aos 51′: no entanto a goleira Dang Thi Kieu Trinh fez excelente defesa no chute da capitã Li Dongna.

O gol saiu aos 57′, após a cobrança de escanteio: a atacante Gu Yasha’ acertou um tiro cruzado de pé esquerdo. Em seguida, em outra penalidade Zhang Rui ampliou.

Confiantes, chinesas venceram na estreia

Confiantes, chinesas venceram na estreia

“Desde outubro estamos focados nesses jogos”, disse o técnico China, Bruno Bini. “Não fizemos nosso melhor jogo, mas o importante é que somamos os três pontos na primeira partida.”

“Minha equipe tem uma tendência de se adaptar às outras equipes como um camaleão, por isso, se estamos diante de uma equipe que não é muito forte também jogamos dessa maneira.Quando enfrentamos Inglaterra ou EUA nos tornamos mais fortes.”

“Claro que estamos confiantes, sabemos que o saldo de gols pode ser importante e tentamos fazer mais gols, mas o resultado é o que é”, disse Bini.

A China volta a campo na quinta-feira, contra a Coreia do Norte.

Empate: Coreia do Norte e Coreia do Sul ficaram no 1-1

Empate: Coreia do Norte e Coreia do Sul ficaram no 1-1

Norte e Sul
No segundo jogo da rodada noNagai Stadium nessa segunda-feira, Coreia do Norte e Coreia do Sul empataram em 1-1: Jung Sul-bin colocou a Coreia do Sul na frente aos 32′.

A Coreia do Norte empatou perto do final da partida num lindo chute de Kim Un-ju  (80′).

Até o dia 9 de março, todas as 6 seleções vão se enfrentar: as duas melhores campanhas garantem vaga nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

 

 


Pré-olímpico Fem da Ásia: 2 vagas e 6 seleções
Comentários Comente

Celso de Miranda

A rodada final das Eliminatórias Asiáticas para o torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos da Rio 2016 começa nessa segunda-feira, em Osaka, no Japão, com 6 seleções (Japão, Coreia do Norte, Austrália, China, Coreia do Sul e Vietnã) e grupo único, que jogarão entre si, disputando 2 vagas.

Conheça os times e as chances de cada um:

Japão

Japão: favoritas a uma das vagas

Japão: favoritas a uma das vagas

  • Melhor classificação: Medalha de prata (2012)
  • Última participação/performance: 2012/ Medalha de Prata
  •  Participações anteriores: 1996, 2004, 2008, 2012

Seleção asiática melhor colocada no ranking da FIFA (4ª),  e campeã da Copa da Ásia em 2015, o Japão ainda tem a vantagem de receber o torneio diante de sua torcida, que certamente vai lotar os jogos da equipe, já que conta com a classificação para os Jogos Olímpicos, especialmente depois do desapontamento após a derrota na decisão da Copa do Muno, quando o time foi goleado pelos EUA por 5-2.Além de vice-campeãs mundiais as japonesas são as atuais vice-campeãs olímpicas: em Londres, também foram derrotadas pelas norte-americanas.

Coreia do Norte

  • Melhor classificação: Fase de grupos (2008, 2012)
  • Performance em 2012: fase de grupos
  • Participações anteriores: 2008, 2012

Depois de não se classificar para as três primeiras edições do torneio olímpico feminino, a Coreia do Norte fez história em 2008, quando fez sua estreia em Pequim, e repetiu o feito 4 anos depois em Londres 2012, porém nunca conseguindo ir além da fase de grupos.

Garantir três participação consecutivas seria a confirmação do progresso do futebol feminino norte-coreano no cenário da AFC nos últimos tempos: a seleção feminina, que é atualmente a 6ª do continente, não conseguiu classificação para a Copa do Mundo do ano passado.

Austrália

  • Melhor classificação: Quartas de final (2004)
  • Performance em 2012: não se classificou
  • Participações anteriores: 2000, 2004

Desde sua adesão à AFC em 2006, a Austrália nunca mais se classificou para o torneio feminino e espera voltar nessa 3ª tentativa, depois de ficar fora de Pequim 2008 e Londres 2012. Com jovens valores como Kyah Simin, Lisa de Vanna e Elise Kellond-Knight, porém o time eliminou o Brasil e chegou às quartas de final da Copa do Mundo do ano passado, quando caiu diante da Inglaterra (que acabaria na 3ª posição).

De volta: China não foi aos Jogos de Londres, mas fez boa campanha no Copa do Canadá

China não foi aos Jogos de Londres, mas fez boa campanha no Copa do Canadá

China

  • Melhor classificação: Medalha de Prata (1996)
  • Performance em 2012: não se classificou
  • Participações anteriores: 1996, 2000, 2004, 2008

Na estreia do futebol feminino em Jogos Olímpicos, em Atlanta, a China fez a final diante dos donos da casa, os Estados Unidos. Desde então, porém não conseguiram repetir o feito, chegando no máximo às quartas de final em casa, em 2008.

Apesar de não se classificar para Londres, o time já mostrou recuperação em 2015, chegando até as quartas de final na Copa do Mundo, quando foi eliminada num jogo duríssimo por 1-0 pelos EUA, que venceram o título.

Coreia do Sul

  • Melhor classificação: Nunca se classificou

A Coreia do Sul tenta sua primeira participação em Jogos Olímpicos: o desafio é grande, mas pelo menos a equipe tem a seu favor o retrospecto positivo que tem demonstrado nos últimos tempos, como no ano passado, quando chegaram às oitavas de final da Copa do Mundo, avançando da fase de grupos (no Grupo que tinha Brasil, Costa Rica e Espanha), antes de ser eliminada pela França.

Melhor Coreia do Sul: time para fazer história

Melhor Coreia do Sul: time para fazer história

Vietnã

  • Melhor classificação: Nunca se classificou

Entrando nas eliminatórias na segunda rodada, o Vietnã teve um mau começo, depois de perder por 1-0 diante do Taipé Chinês no jogo de abertura. No entanto, o time se recuperou com vitórias sobre Myanmar, Jordânia e Tailândia, o time acabou conseguindo a vaga.

Na primeira rodada, nessa segunda-feira, China e Vietnã, e Coreia do Norte e Coreia do Sul fazem rodada dupla no Estádio Yanmar, em Nagai.

Na Arena Kincho, em Osaka, o Japão estreia diante da Austrália.


Tim Howard perto de voltar à MLS
Comentários Comente

Celso de Miranda

Tim Howard pode ser o próximo reforço da Major League Soccer para a temporada 2016, segundo informou nesse domingo o colunista da Espn.FC Jeff Carlisle: segundo o jornalista, que divulgou a informação nas redes sociais nesse domingo, o goleiro da seleção norte-americana estaria prestes a trocar o Everton, da Inglaterra pelo Colorado Rapids .

Os rumores sobre a transferência, no entanto começaram desde janeiro, quando o Colorado obtiveram a primeira escolha no draft na MLS, mas as negociações têm se arrastado desde então.

Mas agora, de acordo com Carlisle, o gerente geral dos Rapids, Tim Hinchey, voou para a Inglaterra na semana passada para finalizar o negócio.

Segundo o jornalista, o acordo é que Howard termine a temporada da Premier League com o Everton, para depois se juntar ao Colorado na janela de verão, que abre em julho.

Porém, uma derrota para o Chelsea nas quartas de final da Copa da Inglaterra, no próximo dia 13 de março poderia até apressar a apresentação do norte-americano, já que praticamente encerraria as ambições do Everton, que é o 12º da Premier League, na temporada.

Acordo
Howard ocuparia a segunda vaga de “jogador designado” do Colorado na temporada 2016: o primeiro “JD” que assinou foi o atacante da seleção da Albânia Shkelzen Gashi, contratado junto ao Basel, da Suíça.

Depois de 13 anos na Europa, Howard quer última chance na seleção

Depois de 13 anos na Europa, Howard quer última chance na seleção

O goleiro estaria disposto a deixar um salário hoje na casa de US$ 5 milhões/ano, por um contrato de 3 anos pelo qual receberia cerca de US$ 2 milhões por ano.

Howard, que completa 37 em poucas semanas, perdeu espaço na seleção nas últimas convocações de Jürgen Klinsmamm, preterido por Joel Robles e Bill Hamid. Voltar à seleção, já afirmou o goleiro é uma de suas prioridades

O goleiro que começou sua carreira na MLS com o New York/New Jersey MetroStars, em 1998, antes de se transferir para o Manchester United, em 2003, está no Everton desde 2006-07, e já fez mais 400 jogos pelos Toffees.

 

 


PSV garante a liderança e busca recordes
Comentários Comente

Celso de Miranda

Atual campeão holandês, o PSV venceu o ADO Den Haag (2-0) nesse sábado na Philips Arena em Eindhoven, e voltou a abrir 4 pontos para o Ajax, garantindo a liderança no final da 25ª rodada.

O Ajax recebe o AZ Alkmaar (3º colocado) ainda nesse domingo, em Amsterdã.

Depois do empate diante do  Atlético de Madri, na Liga dos Campeões (0-0), na quarta-feira, o time do técnico Phillip Cocu, no entanto apesar das boas chances teve dificuldades para abrir o placar.

No primeiro tempo, em dois lances – primeiro com o mexicano Hector Moreno, que acertou o travessão, depois com Davy Pröpper, que parou na excelente defesa do goleiro dinamarquês Martin Hansen – o PSV esteve perto de marcar.

Mas foi só aos 71′, com Marco van Ginkel que desviou para o gol um chute de Jürgen Locadia. Aos 81′, o artilheiro Luuk De Jong definiu o placar, marcando seu gol 18º gol na temporada.

PSV: 53 partidas marcando gols na Holanda

PSV: 53 partidas marcando gols na Holanda

Recorde
O gol de Van Ginkel, o 3º do meio-campista desde que voltou aos campos holandeses depois de dois anos e meio com a camisa do Chelsea, Milan e Stoke City, estendeu a série do PSV de jogos consecutivos com pelo menos um gol para 52, a maior da Eredivisie.

Os holandeses estão, agora a 3 partidas do recorde das grandes ligas europeias, que pertence ao inglês Arsenal, que em 2003/04 balanço as redes em 55 jogos seguidos.

No próximo sábado o líder enfrenta o Groningen no Euroborg Stadium, enquanto o ADO Den Haag recebe o FC Twente, na sexta.

A 25ª rodada começou na sexta, com Excelsior 2-0 NEC. No sábado,  além da vitória do PSV, o Twente venceu o Groningen (2-0) e o Cambuur fez 1-0 no Zwolle e fora de casa, o Willem II bateu o Vitesse (0-1).

Nesse domingo, só os visitantes venceram: o Heracles Almelo foi goleado pelo Roda (0-5), o Utrecht saiu na frente, mas sofreu a virada do Feyenoord (1-2) e o lanterna De Graafschap perdeu por 0-1 para o Heerenveen.


Roma vence e é 3º: Milan supera Torino e volta a sonhar com vaga europeia
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Roma venceu por 3-1 em Empoli e assumiu nesse sábado o 3º lugar, que dá uma vaga a última vaga da Serie A na vaga da Liga dos Campeões na próxima temporada: o time no entanto ainda pode ser superado pela Fiorentina, que encerra a 27ª rodada contra o Napoli, na segunda-feira, no Estádio Artemio Franchi, em Firenze.

VIDEO Empoli 1 – 3 AS Roma (Serie A) Highlights – See more at: http://goal91.com

Publicado por Goal91 em Sábado, 27 de fevereiro de 2016

Stephan El Shaarawy abriu o placar logo aos 5′: da intermediária, o atacante de 23 anos da seleção italiana acertou o ângulo superior esquerdo, não dando qualquer chance ao goleiro polonês Lukasz Skorupski.

O sérvio Miralem Pjanic fez o segundo, após o Empoli ter empatado com num gol contra do bósnio Ervin Zukanovic.

No segundo tempo, El Shaarawy aumento o placar, marcando seu 4º gol desde que se juntou à Roma em janeiro, vindo por empréstimo do Milan, após passar rapidamente pelo Mônaco (24 jogos/3 gols).

El-Shaarawy: boa fase depois de decepção no Mônaco

El-Shaarawy: boa fase depois de decepção no Mônaco

Foi  a 6ª vitória consecutiva da Roma na liga, uma notável reviravolta para o clube, que havia vencido apenas um de seus últimos 10 jogos em todas as competições, quando Luciano Spalletti substituiu Rudi Garcia como treinador em janeiro.

“Quando o time está sem confiança é o que aconteceu com a gente, é difícil, mas parece que sempre alguma coisa dá errado”, disse Pjanic.

“Nós entramos em uma espiral negativa e por um tempo nós jogamos no mesmo caminho e foi complicado. Agora, a equipe voltou a vencer e com mérito, jogando bem. Estamos trabalhando duro e com confiança é sempre mais fácil.”

Na próxima rodada, a Roma recebe justamente a Fiorentina no Estádio Olímpico.

VIDEO AC Milan 1 – 0 Torino (Serie A) Highlights – See more at: http://goal91.com

Publicado por Goal91 em Sábado, 27 de fevereiro de 2016

Ainda dá
Na outra partida desse sábado, o Milan manteve vivas suas chances de conseguir uma vaga na Champions ao derrotar em casa o Torino por 1-0: Luca Antonelli marcou pouco antes do intervalo

Ampliando sua série invicta para 9 partidas, o Milan chegou ao 6º lugar, 3 pontos atrás da Roma – e apenas 1 ponto atrás da rival Inter, que faz nesse domingo o clássico diante da Juventus.

O Milan enfrenta o Sassuolo no Città del Tricolore, no próximo domingo (6).


Estrela Vermelha vence de virada o clássico contra o Partizan Belgrado
Comentários Comente

Celso de Miranda

Um clássico digno de dois eternos rivais e digno dos 149 confronto anteriores: foi assim que o capitão do Crvena Zvezda Aleksandar Luković, classificou a partida em que o seu time venceu, de virada, por 2-1, o Partizan, em Belgrado.

O time da casa, 5º colocado na tabela e 26 pontos atrás do líder e virtual campeão da temporada Estrela Vermelha abriu o placar numa bela cabeçada do zagueiro marfinense Cedric Gogua, ao 18′.

Os visitantes viraram ainda no primeiro tempo, com o argentino Luis Ibáñez (25′) e o português Hugo Vieira (32′).

Polêmica: arbitragem não escapou das reclamações

Polêmica: arbitragem não escapou das reclamações

Mas o que vai ser assunto nos próximos dias vai ser a atuação do árbitro Vlado Glođović e de seus assistentes, principalmente,de Nemanja Petrovic, que no início da segunda metade assinalou um impedimento inexistente, anulando o que seria o gol de empate de Nemanja Mihajlovic .

Não foi a única decisão polêmica da arbitragem: houve muita reclamação acerca de uma penalidade de Marko Petkovic sobre Mihajlovic (aos 56′).

Com a vitória, o Estrela Vermelha tem 29 pontos para o 2º colocado, o Borac Cacak, que empatou na rodada diante do Novi Pazar (0-0).


E o Oscar vai para…
Comentários 1

Celso de Miranda

Aproveitando a entrega do Oscar nesse domingo em Los Angeles, vamos escolher o melhor jogador-ator (ou ator-jogador?) de todos os tempos.

E os indicados são….

…Paul Breitner (Potato Fritz’, 1976)
A antiga estrela do Bayern de Munique, campeão mundial com a seleção da Alemanha Ocidental, em 1974, participou em dois filmes separados por uma década.

O primeiro foi o mais conhecido, ao interpretar o durão sargento Stark da 6ª cavalaria do Exército nort-eamericana num western chamado ‘

O mais surpreendente é que Breitner se recusou a cortar o cabelão, sua marca registrada e assim foi, caçando os inimigos do exército, perseguindo renegados e trocando tiros pelas pradarias do Oeste

…Pelé (“Fuga para a Vitória”,1981).
Ao lado de Bobby Moore, Osvaldo Ardiles, Kazimierz Deyna, Søren Lindsted, Paul Van Himst, John Wark, Werner Roth, Mike Summerbee, Hallvar Thoresen, além dos atores Max von Sydow, Michael Caine e Sylvester Stallone.

Numa das cenas mais lembradas do filme, o inglês Caine, que interpreta o técnico do time orienta os jogadores usando um quadro e tenta passar orientações complexas para a maioria ali que nunca havia jogado antes, quando é interrompido por Pelé, que pede o giz e diz:

“Técnico, vamos fazer assim: eu pego a bola aqui, passo por aqui, vou por aqui, assim… e gol”,  diz, enquanto desenha em zigue-zague o caminho que vai fazer em campo.

…Zinédine Zidane (Asterix nos Jogos Olímpicos, 2008)
Muitos jogadores podem ser tímidos nas telas, mas não foi o caso de Zidane.

Contracenando com grandes estrelas do cinema francês como Gérard Depardieu, Jean-Pierre Cassel e Alain Delon, o atual treinador do Real Madrid não se tremeu no papel de Numerodis (“número 10”), um egípcio chamado a testar um novo e estrenho “objeto redondo.”

…Vinnie Jones (Snatch: Porcos e Diamantes, 2000)
Jogador duro em campo e fora dele. Trabalhou na construção civil enquanto era semiprofissional no começo da sua carreira, quando parou Jones, antigo médio do País de Gales, não olhou para trás e trocou as chuteiras pelo cinema arte, depois de se ter estreado em “Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes.”

Depois participou como “Juggernaut” (Fanático) em “X-Men”. Mas claro que nossa indicação vai pelo papel de Tony, em Snatch, Porcos e Diamantes, de 2000, um papel que está claramente relacionado com sua persona no futebol.

E o Oscar vai para …

…Eric Cantona (À Procura de Eric, 2009)
Cantona foi um herói no futebol à sua maneira. Uma uma figura enigmática cuja presença  por si era só inspiradora. Essa aura passou com naturalidade para o cinema.

Desde que se estreou em “Elizabeth” (1998), filme agraciado com um Oscar, o francês que conquistou um papel especial na cultura pop e no ideário inglês, participou de cerca de 30 filmes e fez uma versão dele mesmo em “Looking for Eric”, de Ken Loach.