Blog FastFut

Arquivo : julho 2016

Heróis do Futebol Olímpico: Kiko, Espanha (Barcelona, 1992)
Comentários 1

Celso de Miranda

Depois de mais de 70 anos, uma seleção anfitriã chegava à decisão do torneio de futebol nos Jogos Olímpicos naquela noite de 8 de agosto de 1992.

A Espanha, em Barcelona pretendia repetir o feito da Bélgica em Antuérpia, em 1920 e do Reino Unido – que ainda competia como uma única Federação -, em 1908 em Londres (quando o futebol foi oficialmente incluído na programação dos Jogos) e vencer a Medalha de Ouro em casa.


Poland v Spain Olympic Football Final 1992 por timsalmon17

Mas isso não parecia lá tão fácil ao final da primeira etapa, os 95 mil torcedores no Camp Nou, incluindo o rei Juan Carlos, a Rainha Sofia e o presidente do COI, Juan Antonio Samaranch viram o o atacante Wojciech Kowalczyk abrir o placar para a Polônia (44′).

Foi primeiro gol sofrido no torneio pela Espanha, que havia passado na primeira rodada por Colômbia (4-0), Egito (2-0) e Qatar (2-0), eliminando Itália (1-0) nas quartas-de-final e Ghana, por 2-0 nas semifinais.

A Espanha tinha Pep Guardiola e Luis Enrique mas foi o zagueiro Abelardo, então no Gijón, que faria longa carreira no Barcelona, quem empatou a partida (65′) e Francisco “Kiko” Narvaez, atacante do Atlético Madrid, quem levou os anfitriões à liderança.

Ouro: com Ferrer, Kiko e o gol para a história

Ouro: com Ferrer, Kiko e um gol para a história

Mas a Polônia mostrou sua força olímpica e novamente igualou o placar com Ryszard Staniek (76′).

A partida já ia além do tempo regulamentar e a prorrogação já parecia certa, quando Kiko, que já havia feito o gol da vitória contra a Itália nas quartas, marcou o gol da vitória e da Medalha de Ouro.

Na seleção principal adulta Kiko presença constante durante 6 anos (1992–1998), totalizando 26 partidas e 5 gols e disputando a Euro 1996 e a Copa de 1998.

Véspera
Outra seleção já havia feito história um dia antes, no dia 7, na disputa do 3º lugar entre Austrália e Gana: com o time mais novo da competição (18,8 anos), os africanos venceram por 1-0 e ficaram com a Medalha de Bronze, tornando-se o primeiro país Africano a  ganhar uma medalha no torneio de futebol olímpico.

Registro: Gana recebe primeira medalha olímpica para o futebol africano

Registro: Gana recebe primeira medalha olímpica para o futebol africano

Gana marcou numa cobrança de falta de Isaac Asare, aos 20 minutos: o jovem herói africano se transferiu para a Bélgica, onde atuou no Anderlecht, sendo emprestado para times de menor expressão, até se transferir em para o Cercle Brugge (hoje na 2ª divisão).

Aos 41 anos, o zagueiro se aposentou atuando no Lentezon Beersem time de uma liga regional de Antuérpia, onde mora.

A medalha de Gana apenas abriu o caminho para uma série de conquistas das seleções africanas nos Jogos Olímpicos: em 1996, em Atlanta, a Nigéria conquistou o Ouro vencendo a Argentina na final (3-2).

Em Sydney, 4 anos depois, foi a vez de Camarões vencer o título batendo a Espanha na decisão (2-2/5-3pen). Em 2008, em Pequim a Nigéria voltaria ao pódio, ficando com a Prata, ao ser derrotada pela Argentina (1-0)

 


Heróis do Futebol Olímpico: Kazimierz Deyna (Polônia,1972)
Comentários 4

Celso de Miranda

Quando a seleção olímpica da Hungria entrou no Olympiapark de Munique, na Alemanha Ocidental na tarde de 10 de setembro de 1972 para decidir o torneio de futebol diante da Polônia, além de tentar o 3º título consecutivos, defendia uma série invicta de 18 partidas (16 vitórias, 2 empates): a última derrota havia sido para a Dinamarca, por 2-0, nas semifinais em 1960, em Tóquio.

E os “Mágicos Magiares”  já venciam por 1-0 no intervalo, gol de Béla Várady, quando a Polônia revelou mundo – e para os mais de 80 mil torcedores no Estádio Olímpico o meia Kazimierz Deyna, autor dos dois gols da virada, que deram o Ouro aos poloneses.

Deyna, que terminou o torneio como artilheiro com 9 gols, estava longe de ser uma estrela individualista e fazia parte de um time que tinha Grzegroz Lato e Robert Gadocha, e serviria de base para as conquistas da medalha de prata em Montreal, em 1976, e da 3ª posição na Copa do Mundo de 1974, na Alemanha Ocidental.

Dois gols na final e a medalha de ouro

Dois gols na final e a medalha de ouro

Na disputa do 3º lugar União Soviética e Alemanha Oriental empataram em 2-2 e dividiram o Bronze (na época não havia nenhum mecanismo para determinar o vencedor).

O Brasil com apenas 1 ponto – empate com a Hungria (2-2) e derrotas para Dinamarca (3-2) e Irã (1-0) – não superou a primeira fase, ficando em último em seu grupo.

‘Szacunek’
Após a Copa voltou a Polônia e ao Legia Warszawa, onde jogou de 1966 a 1978 (304 jogos e 93 gols). Uma estátua de bronze de Deyna está na rua Łazienkowska, em Varsóvia, diante do estádio do Legia e não é raro ver flores aos  normalmente coberto de flores colocadas junto à bola e ajeitadas bem adiante de pé direito.

Eterno: ouro na medalha, bronze na estátua

Eterno: ouro na medalha, bronze na estátua

Em 1978, Deyna foi para o Manchester City, onde virou ídolo: “O rapaz era icônico”, lembra Brian Kidd, ex-companheiro do polonês e atual assistente do City. “Era sublime. Tão elegante.”

“Tinha uma excelente visão de jogo e uma… sofisticação, não encontro outra palavra pra descrever a forma com que conduzia e passava a bola. As pessoas falam sobre a técnica do afluxo de jogadores estrangeiros nos dias de hoje. Kazi estava bem acima.”

Em 1981, ainda jogador do City, apareceu no filme “Fuga para a Vitória”, ao lado de Pelé, Bobby Moore e Sylvester Stallone, onde fazia um dos prisioneiros que enfrentava o time de soldados alemães.

Vitória: no filme de 1981, ao lado de Pelé e Bobby Moore

Vitória: no filme de 1981, ao lado de Pelé e Bobby Moore e do “goleiro” Stallone

No mesmo ano, Deyna assinou com o San Diego Sockers, da North American Soccer League (NASL), onde jogou 7 temporadas – sendo 3 na Liga Indoor – até 1987.

Deyna permaneceu nos Estados Unidos depois de aposentados. Dois anos depois, em 1989, morreu em um acidente de carro em San Diego, Califórnia, aos 41 anos.

Seu número 10 é aposentado pelo Legia Warsaw. Em junho de 2012, os restos mortais de Kazimierz Deyna foram trasladados para Varsóvia e enterrados num Cemitério Militar: nas lápide de mármore, ou nas paredes de Varsóvia, onde os torcedores não esquecem de homenagear seu ídolo, apenas uma palavra: “Szacunek” (ou ‘Respeito’).


Há 50 anos Portugal e URSS disputavam o 3º lugar da Copa em Wembley
Comentários Comente

Celso de Miranda

Há 50 anos, no dia 28 de julho a União Soviética, então vice-campeã europeia, encerrava sua participação na Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra, disputando o 3º lugar contra Portugal, diante de mais de 87 mil torcedores no estádio de Wembley

O time de Eusébio venceu por 2-1: o próprio Eusébio cobrando pênalti abriu o placar e Eduard Malofeev, que se tornaria um grande técnico do Zenit empatou para os soviéticos ainda no primeiro tempo.

Mas no último minuto da partida, José Torres, o “Bom Gigante” do Benfica deu o título a Portugal, que até a recente vitória na Eurocopa na França era comemorada como maior conquista do futebol português.

URSS e Portugal: futebol para a história

URSS e Portugal: futebol para a história

Ainda assim o 4º lugar ainda é a melhor colocação da União Soviética (da Rússia, ou de qualquer uma das seleções dos países que surgiram depois da separação da URSS) em Copa do Mundo.

Dois dias depois, diante de 96.924 torcedores em Wembley, numa das finais mais mais emocionantes de todas as Copas, a seleção da casa faria 4-2 na Alemanha Ocidental.


Gol de antes do meio campo na abertura da Copa da Austrália
Comentários Comente

Celso de Miranda

O jovem atacante coreano Danny Choi, do Blacktown City foi o assunto da 1ª rodada da Copa da Austrália, nessa quinta-feira, graças ao seu incrível gol contra o Sydney United no pequeno Estádio Lilly, em Nova Gales do Sul.

A partida havia terminado empatada em 2-2 no tempo normal, quando depois do capitão Zach Cairncross frustrar em sua intermediária defensiva um ataque do Sydney, a bola sobrou para Choi, que dali mesmo acertou de primeira um chute de mais 70 metros do gol encobrindo o goleiro Nenad Vekic e colocando o Blacktown pela primeira na frente do placar.

No final, o time da casa marcou mais 3 vezes na prorrogação (dois de Patrick Antelmi, que completou seu hat-trick, e mais um gol para Mitch Mallia), que completaram a primeira vitória dos anfitriões por 6-2.

Foi a primeira vez que o Blacktown vence nessa fase do torneio e consegue avançar à fase das oitavas de final.

Choi: golaço em jogo histórico para o Blacktown

Choi: golaço em jogo histórico para o Blacktown

Dessa fase, participam 32 equipes: os times da A-Leaque (1ª divisão), o campeão da Premier League (2ª) e mais 21 classificados nas diversas competições regionais.

Blacktown City e Sydney United se classificaram na Liga NSW (Nova Gales do Sul). Ao todo, nessa temporada 704 times da Austrália e Nova Zelândia participam da competição.

O atual campeão Melbourne City, bem como a maioria dos times da A-League estreiam na próxima terça (2), mas a rodada só se completa na quarta-feira dia 10 de agosto, com as últimas 4 partidas.

 


Pré-temporada: PSG bate o Real Madrid
Comentários Comente

Celso de Miranda

Diante de mais de 86 mil torcedores no Ohio Stadium, o Paris Saint-Germain impôs seu jogo diante do Real Madrid e conquistou sua 2ª vitória na International Champions Cup 2016, nessa quarta-feira.

O placar de 3-1 foi construído ainda no primeiro tempo, quando as duas equipes ainda atuavam com seus times titulares: em jogada individual, Jonathan Ikoné abriu o placar logo aos 2′.

O meia que completou 18 anos em maio veio conduzindo desde a intermediária até o meio da área do Real, batendo de pé direito na saída do goleiro Kiko Casilla.

Aos 11′, o brasileiro Thiago Silva deixou o campo contundido. E o recém contratado lateral Thomas Meunier, um dos destaques no título do Club Brugge na última temporada na Bélgica marcou duas vezes, aos 35′ e 39′.

Vermelho: PSG estreou novo uniforme

Vermelho: PSG estreou novo uniforme

O Real diminuiu com Marcelo cobrando pênalti cometido por Serge Aurier, que tocou a mão na bola.

No intervalo, o Real Madrid fez 11 substituições, tirando o time principal de campo e colocando o time sub-21, reforçado apenas por Dani Carvajal.

O PSG também mudou bastante o time, mas manteve boa parte de seus astros, como Angel Di Maria, Lucas Moura, Javier Pastor, Hatem Ben Arfa e Maxwell ainda estiveram em campo em boa parte do 2º tempo.

No sábado, dia 30, o PSG volta a jogar diante do Leicester em Los Angeles. Já o Real Madrid enfrenta o Chelsea, em Michigan.


Fenerbahce vence o Monaco na 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Fenerbahce bateu o Monaco por 2-1 no jogo de ida da 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, nessa quarta-feira no estádio Şükrü Saracoğlu, em Istanbul.

Em dia de reestreias, o time da casa abriu o placar com um gol do nigeriano Emmanuel Emenike, aos 39′, que volta ao time depois de  uma temporada com apenas 13 jogos e nenhum gol no West Ham, da Inglaterra.

Mas o retorno mais esperado era o de Radamel Falcao, que voltou a vestir a camisa do Monaco numa competição oficial, depois de uma passagem sem brilho – e com raríssimos gols – pelo Manchester United e Chelsea.

E o colombiano não decepcionou e no último minuto do primeiro tempo empatou a partida aproveitando uma falha do goleiro  Ertuğrul Taşkıran.

Emenike: em dia de reestreias, o nigeriano brilhou

Emenike: nigeriano começa sua 3ª passagem pelo clube

O dia, porém era mesmo de Emenike,  que num lindo voleio aos 61 minutos, deu a vitória ao time da casa: na próxima quarta-feira (3), a decisão acontece no Stade Louis II, no Principado.

Resultados
Nos outros resultados do dia, o Rosenborg fez 2-1  no APOEL no Lerkendal Stadion, em Trondheim, na Noruega: o dinamarquês Christian Gytkjaer e Jørgen Skjelvik marcaram para o time da casa ainda no primeiro tempo, enquanto George Efrem diminuiu para o time cipriota após o intervalo.

Os 6 jogos que completaram a rodada

Os 6 jogos que completaram a rodada

O Legia conseguiu o melhor resultado vencendo fora de casa o Trenčín, da Eslováquia, no Štadión MŠK, em Zilina, levando a vantagem para decidir na próxima semana em Varsóvia.

Houve empate nos outros 3 jogos dessa quarta: o Astana saiu na frente no Cazaquistão com Yuri Logvinenko, mas Leigh Griffiths conseguiu o empate para o Celtic (1-1).

Mesmo placar entre o Astra, da Romênia, que saiu na frente com um gol do português Filipe Teixeira, mas sofreu o empate do København (Thomas Delaney).

Jogando no Estádio Georgios Karaiskakis, no Piraeus, o Olympiacos não foi além do 0-0 com o H. Beer-Sheva, de Israel.


França já treina em Belo Horizonte
Comentários Comente

Celso de Miranda

Depois de 22 horas do voo, a seleção feminina da França desembarcou  no Rio de Janeiro nessa terça-feira e seguiu para Belo Horizonte, onde as jogadoras conheceram rapidamente o Mineirão e em seguida fizeram uma rápida sessão de recuperação física.


Equipe de France Féminine : voyage et premières… por ffftv

Nessa quarta, sob o comando do técnico Philippe Bergeroo a equipe semifinalista em Londres terá dois períodos de treinamentos em Belo Horizonte, onde o time estreia nos Jogos Olímpicos no dia 3 de agosto diante da Colômbia.

Em busca do Ouro: francesas já treinam em Belo Horizonte

Em busca do Ouro: francesas já treinam em Belo Horizonte

No Mineirão, a França enfrenta ainda os Estados Unidos, no sábado, dia 6.

Em seguida, as francesas encerram sua participação na 1ª fase contra a Nova Zelândia na Fonte Nova, em Salvador (terça, 9)

Despedida
No sábado passado, França e Canadá reencenaram no Stade Abbe Deschamps, em Auxerre, a disputa pelo 3º lugar nos Jogos Olímpicos de Londres.

No último amistoso das duas seleções antes da viagem ao Brasil, a França devolveu o placar que há 4 anos garantiu a Medalha de Bronze para as canadenses e venceu por 1-0, com um gol da meia do Lyon Camille Abily, numa linda cobrança de falta.


Shakhtar vence na estreia da 3ª fase pré-eliminatória da Liga dos Campeões
Comentários Comente

Celso de Miranda

Bernard (27′) e Yevhen Seleznyov (75′) marcaram os gols da vitória do Shakhtar sobre o Young Boys da Suíça, na abertura da 3ª fase pré-eliminatória da Liga dos Campeões, essa terça-feira na Arena Lviv.

Além do Shakhtar, o Dinamo Zagreb também conseguiu boa vitória em casa sobre o Dinamo Tblisi (2-0): o argelino El Arabi Hilal Soudani abriu o placar e o croata Ante Ćorić marcou apenas 4 minutos antes do intervalo.

Com um gol de Mikhail Gordeichuk, o BATE Borisov venceu o Dundalk, da Irlanda (1-0).

O placar foi o mesmo da única vitória obtida fora de casa pelo Salzburg, que bateu o Partizani, da Albânia em Elbasan, com um gol de
pênalti do capitão Jonathan Soriano.

Iguais
Dos 9 jogos da rodada, 5 acabaram empatados: em Razgrad, o brasileiro Jonathan Cafu abriu o placar para o Ludogorets no primeiro tempo, mas Crvena zvezda virou após o intervalo com Aleksandar Katai e o gabonês Guélor Kanga.

No final, o romeno Claudiu Keşerü empatou a partida em 2-2.

tabgif

Amanhã mais 6 jogos completam a rodada

O mesmo placar entre Rostov e Anderlecht: : Sofiane Hanni (3′) e Youri Tielemans (52′) marcaram para os belgas e Saeid Ezatolahi (16′) e Dmitri Poloz, de pênalti (60′) fizeram os gols do vice-campeão russo, que ficou duas vezes atrás no placar, mas salvou pelo menos o empate.

O Ajax também saiu atrás na Amsterdam Arena, diante do PAOK: o português Djalma Campos abriu o placar no primeiro tempo (27′) e o dinamarquês Kasper Dolberg, de 18 ano ​​marcou sua estreia no Ajax (59′).

Bernard e Selezneva marcaram

Bernard e Seleznyov marcaram

Sparta Praha e Steua empataram em 1-1 (gols de Josef Sural e Nicolae Stanciu) e Viktoria Plzeň e Qarabağ em 0-0.

Nessa quarta-feira, mais 6 jogos completam a rodada: Astana e Celtic, Rosenborg e APOEL, Astra e København, Trenčín e Legia, Fenerbahçe e Monaco e Olympiacos e H. Beer-Sheva.


PSG estreia com vitória em torneio de pré-temporada nos EUA
Comentários Comente

Celso de Miranda

Em sua partida de estreia na International Champions Cup, o principal torneio de pré-temporada, que reúne alguns dos principais clubes europeus nos Estados Unidos, o Paris Saint-Germain venceu por 3 a 1 a Inter de Milão nesse domingo, no Autzen Stadium, no Oregon.

Atuais detentores do título, os parisienses dominaram as ações e não demoraram a mostrar sua superioridade em campo e o primeiro gol nasceu dos pés de uma das principais contratações do time para a temporada.

O meia-atacante Hatem Ben Arfa, contratado junto ao Nice cobrou uma falta, e o goleiro Samir Handanovic espalmou nos pés do lateral Serge Aurier, que não teve dificuldades para abrir o placar.

A Inter reagiu pouco antes do intervalo: o árbitro Jair Marrufo apontou toque de mão de Lucas dentro da área. Stevan Jovetic converteu a penalidade e empatou o jogo.

Atuais campeões enfrentam o Real Madrid na quarta-feira

Atuais campeões enfrentam o Real Madrid na quarta-feira

No segundo tempo, porém o PSG voltou ainda mais motivado: o lateral Layvin Kurzawa, que substituiu Maxwell no intervalo, desempatou a partida numa bela cobrança de falta.

No final foi Serge Aurier,  fechou o placar: ao receber um cruzamento na medida de Alec Georgen, o marfinense cabeceou e fez seu segundo gol no confronto.

O jogador, que foi centro de polêmicas durante toda a temporada passada recebeu o apoio de toda a equipe: após a substituição de Thiago Silva por Thomas Meunier, Aurier recebeu a braçadeira e terminou o jogo como capitão.

De polêmico a capitão: Aurier marcou dois gols e acabou o jogo com a braçadeira de campitão

Ex-polêmico: Aurier marcou dois gols e acabou o jogo com a braçadeira de capitão

Na quarta-feira (27), o PSG enfrenta o Real Madrid, em Columbus, Ohio. No sábado, o campeão francês enfrenta o inglês Leicester, na Califórnia.

A Inter volta a jogar no sábado contra o Bayern, em Charlotte.

 


Zenit bate o CSKA e vence a Supercopa com gol brasileiro
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Zenit ganhou o primeiro troféu da temporada 2016/17 na Rússia, graças a um gol do meia Mauricio, que deu a vitória ao time de São Petersburgo sobre o CSKA nesse sábado na decisão da Supercopa da Rússia’16, no Estádio Locomotiv, em Moscou.

A partida que reúne o campeão da Copa da Rússia contra o vencedora da Premier League tradicionalmente marca a abertura da temporada de futebol no país.

O gol saiu ainda no primeiro tempo numa jogada de Aleksandr Kokorin pela direita: sob pressão o atacante rolou para o brasileiro que tentou o gol da entrada da área.

O goleiro da seleção Igor Akinfeev espalmou, mas no rebote o lateral Artur Yusupov colocou Maurício completamente livre no segundo pau para marcar.

Maurício brilhou no renovado time do Zenit

Maurício brilhou no renovado time do Zenit

A partida marcou a estreia em partidas oficiais do experiente técnico romeno Mircea Lucescu, de 71 anos, que deixou o Shakhtar Donetsk para assumir o Zenit após a saída do português André Villas Boas.

Foi o 4º título do Zenit na Supercopa, o 3º consecutivo. O torneio que começou  ser disputado em 2003 e o CSKA é o maior vencedor com 6 títulos.

Com 2 títulos cada, Lokomotiv (2003 e 05) e Rubin Kazan (2010 e 12) são os outros times vencedores.