Blog FastFut

Arquivo : dezembro 2016

Argentino atrai críticas depois de ‘carrinho assassino’ no próprio filho
Comentários Comente

Celso de Miranda

Conhecido por seus dribles e gols, o meia-atacante argentino Alejandro Gomez (28), da Atalanta, não vai ser eleito o ‘pai do ano’.

O motivo: Gomez postou numa rede social um vídeo dele jogando futebol com o filho, numa praia em Dubai: nas imagens, em câmera lenta, Pupo (como é conhecido) dá um ‘carrinho voador’ por trás para retomar a bola do filho, Bautista, de 4 anos.

“Meu pobre Bauti, eu luto por cada bola, haha,” escreveu Gomez.

Em 2 dias o vídeo original já foi visto por mais de 165 mil pessoas e a maioria dos 1500 comentários não gostaram da brincadeira e criticou o pai: ‘Que idiota irresponsável’, criticou @jorgefariasc.

Ronald.vtw acrescentou: ‘ele poderia ter quebrado a perna do garoto’.  O torcedor @torresalgr foi particularmente condenatório, dizendo: ‘Então você se chamar um profissional? Você quase quebrou a perna de seu filho. Não sabe qual é a diferença entre uma criança e um adulto?

Mas também houve comentários bem humorados: “Oh, não! Carrinho por trás… e duas semanas de suspensão da praia!” , disse @tulam62).

De pai pra filho: brincadeira na praia atrai fúria de torcedores

De pai pra filho: brincadeira na praia atrai fúria de torcedores

Com cidadania italiana e argentina (ele é casado com uma italiana), Papu Gomez é conhecido por suas habilidades técnicas, alta qualidade nos passes, um poderoso chute de direita e gols de longo alcance: nessa temporada, marcou 3 vezes em 18 jogos na Série A italiana.

Formado no Arsenal de Sarandi, e com passagem pelo San Lorenzo, o jogador argentino está na Itália desde 2010 e depois de 1 ano de empréstimo ao Methalist, da Ucrânia (2013), defende o Atalanta desde 2014.

Uma das boas surpresas na temporada, o Atalanta é atualmente o 6º colocado na tabela e encerrou o ano com uma vitória em casa sobre o Empoli (2-1), na 18ª rodada

O time volta a jogar  dia 8 de janeiro, contra o Chievo em Verona.


Após apenas 11 jogos, Bob Bradley deixa o Swansea
Comentários Comente

Celso de Miranda

Bob Bradley não é mais o técnico do Swansea City. O clube anunciou a demissão do norte-americano nessa terça-feira, um dia depois do time ter sido goleado em casa pelo West Ham, na 18ª rodada da Premier League.

Com o resultado, o Swansea se manteve na penúltima colocação da liga – com 12 pontos em 18 jogos e saldo de gols de -20.

Bradley se transformou no primeiro norte-americano da história a dirigir um time na liga Premier quando foi contratado no dia 3 de outubro.

11 jogos: primeiro norte-americano deixa a Premier League

11 jogos: primeiro norte-americano deixa a Premier League

Após a demissão do italiano Francesco Guidolin, o ex-técnico da seleção dos EUA, que estava no Le Havre, da Ligue 2 (a 2ª divisão francesa), assumiu o time na 17ª posição, com apenas 4 pontos em 7 jogos.

Bradley teve um início animador: depois de vender caro uma derrota para o Arsenal em Londres, por 3-2, o time empatou em casa com o Watford (0-0).

No entanto, derrotas consecutivas seguidas para o Stoke (3-1) e Manchester United (1-3) e um empate diante do Everton (1-1) deixou o time na última posição da tabela, após a 12ª rodada.

Depois da vitória sobre o Crystal Palace (5-4), a primeira na temporada, o mês de dezembro começou com uma goleada para o Tottenham (5-0).

À vitória sobre o sunderland (3-0), se secuderam derrotas para o West Bromwich (3-1), Middlesbrough (3-0) e, enfim a goleada em casa para o West Ham (1-4), nessa segunda-feira: o Swansea sofreu pelo menos 3 gols em 8 dos 11 jogos sob comando de Bob Bradley.

Além dos maus resultados (7 derrotas, 2 empates e apenas duas vitórias), pesou contra Bradley a má vontade da Imprensa pelo fato dele ser norte-americano.

Jornalistas e comentaristas foram implacáveis com Bradley até pelo fato de ele usar gírias e termos norte-americanos durante as entrevistas.

No final, ele foi convidado a melhorar um esquadrão horrivelmente falho, que quase nenhum técnico poderia ter transformado em um time vencedor, sobretudo porque não lhe foi dada a chance de contratar antes da janela de transferência de janeiro.

Sem Bradley, o Swansea tem que descobrir como mudar as coisas dentro de campo, porque o time vem flertando desde o início da temporada e em meio à busca de um 3º técnico antes do novo ano.

No dia 31, o time recebe o Bournemouth no Liberty Stadium.

Futuro
Ryan Giggs é o favorito para suceder Bradley. Um ano depois da experiência como assistente de Louis van Gaal, Giggs tem a seu favor o fato de ser galês – como o time.

Giggs: o preferido da torcida e da diretoria

Giggs: ex-United é o preferido da torcida e da diretoria

Aos 43 anos, foi sondado pelo conselho de Swansea em outubro, quando Guidolin deixou o cargo, mas ele perdeu a vaga para Bradley, norte-americano como os novos donos do clube.

Outro nome forte é o de Chris Coleman, que conta com grande apoio depois de dirigir o País de Gales para as semifinais do Euro 2016. Porém, só uma proposta milionária para que Coleman desista de dirigir sua seleção nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018?

O ex-treinador do Birmingham, Gary Rowett, também foi mencionado, mas ele limitou a experiência da Premier League como jogador e nenhum como treinador.

Outros nomes que me disseram estão na disputa são Alan Pardew, recém-demitido do Crystal Palace, e Nigel Pearson, que deixou o Derby County em outubro, após apenas 14 jogos..

 


Welbeck volta aos treinos no Arsenal depois de 7 meses afastado
Comentários Comente

Celso de Miranda

O atacante do Arsenal e da seleção inglesa, Danny Welbeck, participou nessa sexta-feira de um treinamento completo depois de 7 meses afastado.

O jogador de 26 anos sofreu uma lesão no joelho direito no empate em 2-2 diante do Manchester City, na penúltima rodada da Premier League da temporada passada (8 de maio).

Welbeck já havia perdido os primeiros 9 meses da última temporada – entre abril de 2015 e janeiro de 2016 – com outra lesão no joelho que necessitou cirurgia.

7 meses afastado

7 meses afastado

“É fantástico para o time e para o para jogador, que está fora há tanto tempo é quase como começar uma nova carreira,” disse Arsene Wenger, treinador do Arsenal, que evitou fazer previsões para a escalação do jogador.

“Precisamos ser pacientes com o atleta, até que ele recupere suas melhores condições físicas, para que possa voltar a desempenhar seu melhor futebol.”

Quarto colocado na tabela – 9 pontos atrás do líder Chelsea -, o Arsenal recebe o West Bromwich na segunda-feira, dia 26.

Welbeck marcou 13 vezes em 49 jogos pelo Arsenal, desde que deixou o Manchester United por £ 16milhões (ou R$ 63,8) em setembro de 2014.


Mourinho acredita em recuperação do United na 2ª metade do campeonato
Comentários Comente

Celso de Miranda

A 3 rodadas do final do ‘primeiro turno’ do Campeonato Inglês, o técnico do Manchester United José Mourinho elogiou a melhora recente da equipe e disse que confia na recuperação do time na 2ª metade da temporada a tempo de lutar pelas primeiras posições da Premier League.

O time parece estar encontrando um padrão e está invicto há 9 jogos, levando em conta todas as competições (Premier League, Copa da Liga Inglesa e Liga Europa).

Vitórias consecutivas e novo ânimo ao para o 2 turno

Vitórias consecutivas e novo ânimo ao para o 2º turno

Na Premier League, embora prejudicado por uma série de empates, o time melhorou muito as suas perspectivas com as vitórias seguidas sobre Tottenham e Crystal Palace e já é o 6º colocado a 3 pontos do Tottenham, e a 6 do City, primeiro na zona de classificação para a Liga dos Campeões, principal objetivo do clube.

“Eu sempre disse que  seria quase impossível estarmos entre os 4 primeiros nessa primeira metade do torneio,” disse Mourinho nessa sexta-feira.”Mas uma coisa é estar a 15 pontos dos 4 primeiros, outra é estar a 5 ou 6 pontos.”

“O que temos de tentar fazer nesses 3 jogos restantes [do primeiro turno] é nos colocar numa posição que nos dê uma chance na 2ª parte da temporada.”

“Estamos jogando muito bem”, disse. “Se pudermos transformar performances em resultados, teremos uma chance.”

O treinador elogiou o esforço e a performance de Zlatan Ibrahimovic, que tem estado em excelente forma e já marcou 8 vezes nos últimos 8 jogos, incluindo o gol da vitória contra o Crystal Palace, na quarta-feira.

“Ele está sendo fenomenal”, disse Mourinho. “Amanhã [contra o WBA] é um último esforço, então teremos uma semana sem futebol e os jogadores  precisam dela, especialmente Zlatan. Em algumas posições você pode se proteger, mas como atacante, é impossível se esconder.”

Maratona
Um dos desafios imediatos do time é enfrentar uma longa sequência de jogos em 5 jogos por 3 competições diferentes no próximos 13 dias: começando por esse sábado, quando o United enfrenta o West Bromwich, no The Hawthorns.

Sem Bailly, Smalling deve voltar aos 11 titulares

Sem Bailly, Smalling deve voltar aos 11 titulares

Ainda em dezembro o time recebe o Sunderland (dia 26) e encerra o primeiro turno, no Old Trafford contra o Middelsbrough (31).

Em janeiro, o time enfrenta o West Ham (em Londres, no dia 2) e em seguida enfrenta o Reading pela Copa da Inglaterra, no dia 6 e no dia 8, disputa a primeira partida da semifinal da Copa da Liga contra o Hull City

O United estreia no returno da Premier League contra o Liverpool, no dia 15.

Elenco
Perguntado sobre transferências, Mourinho disse que não está desesperado para contratar ninguém na janela de janeiro: “Eu gosto do meu time, eu acredito no meu time,” disse.

Para essa reta final do 1º turno, o treinador português pode contar  com Chris Smalling, recuperado de contusão. A volta do zagueiro inglês, que não atua desde o final de outubro acontece em boa hora, já que o marfinense Eric Bailly deixou a partida contra Palace contundido no 2º tempo e não joga nesse sábado.

Rondon: 3 gols sobre o Swansea

Rondón: venezuelano marcou 3 gols sobre o Swansea

Outro lado
Surpresa da temporada, o West Brom do treinador Tony Pulis e do atacante venezuelano Salomon Rondon é 7º colocado na tabela e vem de uma boa vitória em casa sobre o Swansea City (3-1) no meio da semana.

“Nosso elenco é forte e s depois de muito trabalho desde o início da temporada estamos conseguindo bons resultados,” disse Pulis nessa sexta.

“Mas o United está numa série de invencibilidade e merece respeito. É um time para terminar entre os 4 primeiros.”

A única dúvida do treinador para a partida é o zagueiro Jonny Evans, que se recupera de lesão. Se ele não puder jogar, Gareth McAuley deve compor o miolo da defesa ao lado do veterano sueco Jonas Olsson.


Atacante admite ‘mergulho’ e árbitro volta atrás em pênalti na Alemanha
Comentários 1

Celso de Miranda

Um exemplo raro de fairplay no futebol profissional aconteceu no domingo passado, na partida entre Fußballclub Bocholt, de Düsseldorf, e o Sportfreunde Baumberg, de Monheim am Rhein, válida pela 18ª rodada da Oberliga-Niederhein – uma das divisões regionais da Alemanha, equivalente à 4ª divisão.

Os visitantes venciam por 2-0 (gols de Kosi Saka e Tim Pisc), ainda no primeiro tempo, quando o árbitro Marcel Donath marcou pênalti para o Bocholt numa suposta falta sobre o meia-atacante Toni Munoz.

Enquanto os jogadores do Baumberg reclamavam veementemente contra a marcação da falta, Munoz foi até Donath e admitiu que não havia sido tocado, o que fez o árbitro voltar atrás na marcação e o jogador da casa ser aplaudido pelos jogadores do Baumberg e pelos quase 18 mil torcedores no Stadion Am Hunting.

Werner
O lance repercutiu muito na Alemanha, por causa da comparação com o caso do atacante Timo Werner, do RB Leipzig: há duas semanas, em partida válida pela 13ª rodada da Bundesliga, o artilheiro ex-Stuttgart marcou de pênalti na vitória sobre o Schalke (2-1).

Depois que as câmeras de TV mostraram que o jogador da seleção alemã havia ‘se jogado’ na área para enganar o árbitro Bastian Dankert, o jogador admitiu a farsa nas redes sociais. Diante da pressão para que ele fosse punido pela Federação, Werner acabou se desculpando na Internet.

Munoz: exemplo para todos

Munoz: exemplo para todos

De volta à Oberliga, Robin Hömig fez 3-0 para o Baumberg ainda no primeiro tempo. Após o intervalo Ismail Öztürk diminuiu para o Bocholt, que perdeu por 1-3.

Após o apito final, todas as atenções se voltaram, claro para a atitude de Munoz, que foi elogiado pelos dois treinadores, que se disseram impressionados com a honestidade do jogador:

“É raro vermos uma atitude como essa,” disse o técnico do Baumberg, Salah El Halimi. “Ainda mais num lance tão grave e num momento em que seu time estava perdendo e diante da sua própria torcida… É algo realmente digno de todos os elogios.”

Timo Werner marcou num pênalti forjado contra o Shclake

Na Bundesliga, Werner marcou num pênalti ‘cavado’ contra o Schalke 04

“Só posso agradecer e apoiar a atitude de Antonio [Toni’ Munoz]“, afirmou o treinador do Bocholt, Manuel Jara. “É um desses momentos que dão orgulho na gente por estar no futebol. É um exemplo para todos nós.”

No Facebook, Munoz agradeceu o apoio e contou que não teve dúvida em avisar o árbitro que não ele não havia sido tocado na jogada polêmica: “Disse ao árbitro que perdi o equilíbrio tentando alcançar a bola, mas que não tinha havido falta.”

Depois de 18 rodadas, o Bocholt é o 4º colocado da Oberliga-Niederhein, 6 pontos atrás do líder Schonnebeck. O Baumberg é o 10º.


‘Diego ainda pode melhorar’, diz Conte
Comentários Comente

Celso de Miranda

O técnico Antonio Conte não tem poupado elogios às performances do atacante Diego Costa: segundo o italiano, o espanhol estaria muito mais focado nessa temporada, e tem sido peça chave do elenco do Chelsea, atual líder da Premier League.

Conte, porém insiste que o jogador de 28 anos, artilheiro da Premier League com 12 gols (ao lado de Alexis Sanchez, que marcou nessa terça-feira na derrota do Arsenal por 2-1 para o Everton, em Goodison Park), e que marcou o gol da vitória sobre o West Bromwich no domingo (1-0), ainda pode melhorar.

Focado: Diego Costa comemora com Antonio Conte

Focado: Diego Costa comemora com Antonio Conte

“Diego está jogando a temporada de uma forma fantástica e estou satisfeito por ele e pelos torcedores,” disse o técnico em entrevista no site do clube.

“Ele está mostrando muita paciência e está no caminho certo”, afirmou. “Está muito focado, se mantendo concentrado durante os 90 minutos das partidas, fazendo tudo que pedimos, tanto nos deslocamentos no ataque, quanto ocupando os espaços e ajudando o time como um todo. Mas claro que sempre há alguma coisa para melhorar.”

“Ele está numa curva ascendente fisicamente e também do ponto de vista tático, é um jogador que colabora muito para equipe.”

O técnico confirmou que conta com o atacante para buscar a 10ª vitória consecutiva do time na liga, nessa quarta-feira diante do Sunderland (no Stadium of Light): será o 2º de 6 jogos do Chelsea no espaço de 24 dias.

“Temos uma série de jogos duros em poucos dias e estamos trabalhando muito física e psicologicamente para enfrentar este período”, disse. “É importante nos mantermos focados durante as partidas, evitando cartões e nos mantendo saudáveis para termos o melhor resultado em cada partida.”

Natal
“É uma experiência nova para mim e minha família”, afirmou. “Normalmente, durante o Natal eu estou acostumado a ter uma pausa com a minha família, mas agora vamos curtir essa nova experiência de jogar durante esse período.”

“No passado, eu sempre assisti os jogos desse período do Campeonato Inglês na TV e agora estou vivendo ao vivo essa atmosfera, que é simplesmente fantástica.”


Lewandowski renova com Bayern por mais 5 anos
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Bayern anunciou nessa terça-feira a renovação do contrato com o atacante Robert Lewandowski, de 28 anos.

O contrato do jogador polonês com os atuais tetracampeões alemães iria até 2019, mas o clube antecipou a renovação do atacante, que desde a temporada passada é pretendido por clubes como Real Madrid e Paris Saint-Germain.

Os detalhes do novo acordo, que levou meses para ser negociado, não foram revelados, mas na Imprensa alemã estima-se que o jogador passará a receber o maior salário do clube. Além disso, uma nova multa de rescisão teria sido estipulada.

“O Bayern me dá tudo que eu preciso realizar meus sonhos,” afirmou o jogador, autor do gol da vitória por 1-0 sobre o Atlético de Madri na semana passada (o 5º na atual temporada da Liga dos Campeões) e de 2 gols na goleada por 5-0 sobre o Wolfsburg, no final de semana na 14ª rodada da Bundesliga. Na Bundesliga, Lewandowski já marcou 11 vezes na atual temporada.

Mais 5 anos: artilheiro permanece no time até 2021

Mais 5 anos: artilheiro permanece no time até 2021

Passado e futuro
Lewandowski, cujo valor de mercado é atualmente de cerca de €50 milhões foi contratado pelo Bayern em 2014 junto ao Borussia Dortmund.

Desde então, fez 122 partidas oficiais pelo time bávaro e marcou 58 gols em 77 jogos na Bundesliga. Na última temporada, o jogador foi o artilheiro da competição com 30 gols. O jogador tem ainda 85 partidas pela seleção polonesa e marcou 89 gols.

“Robert é um dos melhores atacantes do mundo,” disse o presidente do clube, Karl-Heinz Rummenigge. “E Estou feliz que chegamos a um novo acordo, que garante o jogador no clube por um longo prazo.”

A renovação de Lewandowsi é o primeiro movimento importante no quebra-cabeça, que visa construir uma equipe vencedora para os próximos anos. Outros 10 jogadores do elenco têm contratos com prazo que vão até 2020 ou até mais.

Entre as principais estrelas, porém está aberto o futuro de Arjen Robben, cujo contrato expira no final dessa temporada. A tendência é que o holandês também seja renovado, para evitar que o jogador de 32 anos deixe o clube de graça daqui 6 meses.

Além de Robben, os contratos de Xabi Alonso (34 anos), o goleiro Tom Starke (35), Rafinha (31), Holger Badstuber (27), Julian Green (21) e Kingsley Coman (20) terminam no fim dessa temporada.


Liga dos Campeões Feminina: confira os confrontos das quartas de final
Comentários Comente

Celso de Miranda

Finalistas em 2015/16, Lyon e Wolfsburg se enfrentam nas quartas-de-final da Liga dos Campeões Feminina, que recomeça em março.

O sorteio em Nyon definiu ainda os confrontos entre Bayern de Munique e Paris Saint-Germain, Fortuna Hjørring e Manchester City e Rosengård e Barcelona.

Lyon e Wolfsburg são os dois únicos times que já venceram a Liga dos Campeões  (3 vezes o Lyon e duas vezes o Wolfsburg) e ainda disputam o título nessa temporada.

Reta final: Marta e o Rosengar recebem o Barcolona de Andressa Alves

Reta final: Marta e o Rosengård recebem o Barcelona de Andressa Alves

Em 2015/16, o Lyon venceu o Wolfsburg nos pênaltis, após empate em 1-1 na decisão disputada em Reggio Emilia, na Itália. Em 2013, as duas equipes já haviam disputado a final e as alemãs venceram por 1-0 em Stanford Bridge.

Os jogos de ida acontecem nos dias 22 e 23 e a volta nos dias 29 e 30 de março.

O sorteio na Suíça definiu ainda os jogos das semifinais: o ganhador do confronto entre Wolfsburg e Lyon vai enfrentar o vencedor de Fortuna e Man. City. Já o vencedor do duelo entre Rosengård e Barcelona pega Bayern ou PSG. As semifinais acontecem em 22/23 e 29/30 de abril.

A final acontece no dia 1º de junho, no Cardiff City Stadium, no País de Gales.

Campeãs: Lyon busca 4o titulo, o 2 consecutivo

Campeãs: o Lyon busca 4º titulo, o 2º consecutivo

Destaques

França vs Alemanha: entre os 8 times, há 2 alemães e 2 franceses. Além de 1 espanhol, 1 inglês, 1 sueco e 1 dinamarquês. Definida no sorteio, a tabela deixou aberta a possibilidade de uma final toda francesa, ou toda alemã.

• Além da reedição da final da última temporada entre Lyon e Wolfsburg, outro confronto vai envolver francesas e alemãs: vice-campeão de 2015 e semifinalista em 2016, o PSG e enfrenta o Bayern, que pela primeira vez disputa uma quarta de final.

• O Lyon pode se tornar o maior vencedor da competição, com 4 títulos ao lado do Frankfurt. Diante do Wolfsburg, o time francês fará seu 75º jogo na Liga dos Campeões e, se chegar à final, quebrará o recorde do Arsenal (79). Nessa temporada, o Lyon chegou a 57 vitórias no torneio, quebrando o recorde anterior do Frankfurt (54).

8 gols: a húngara Jakabfi lidera a tabela de artilheiras

8 gols: a húngara Jakabfi (direita) lidera a tabela de artilheiras

• No Wolfsburg, da artilheira da competição Zsanett Jakabfi, a atacante alemã Anja Mittag está a 1 gol de se tornar a primeira jogadora a atingir 50 gols na competição. O técnico Ralf Kellermann pode se tornar o primeiro a vencer a Liga dos Campeões 3 vezes com o mesmo clube.

• Estreante na competição, o Manchester City superou o Brøndby para chegar a essa fase e agora enfrenta um outro time dinamarquês, o Fortuna, da brasileira Tamires. Vice-campeão em 2003, o Fortuna encerrou uma série de 7 eliminações consecutivas nas oitava ao eliminar o Brescia (4-1 ag.).

• Confronto entre duas brasileiras na partida entre Rosengård e Barcelona: do lado sueco, a veterana Marta, que disputa a competição desde 2003/04 quando chegou às semifinais atuando pelo Brondby. Do lado espanhol, Andressa Alves disputa o torneio pela primeira vez, em sua temporada de estreia no Barcelona.

• O Barcelona chega às quartas de final pela 3ª vez (2014, 2016 e 2017). Nessa temporada, o time espanhol eliminou o Twente pela 2ª vez consecutiva para chegar às quartas de final. O Barça ganhou seus primeiros 12 jogos nessa temporada, antes de um empate (1-1) diante do Real Betis. Em sua partida mais recente pela Liga Espanhola (7 de dezembro), Andressa Alves marcou o único gol no empate diante do Valencia (1-1).

• Atual bicampeão da Frauen Bundesliga, o Bayern conta com a meia-atacante Melanie Behringer, campeã olímpica pela Alemanha e uma das 3 finalistas ao Prêmio FIFA de “Melhor Jogadora do Mundo” em 2016.

• Finalista há duas temporadas, o Paris Saint-Germain das brasileiras Cristiane e Erika parou na semifinal em 2015/16, caindo diante do campeão Lyon.

Vencedores: Lyon (2011, 2012, 2016), Wolfsburg (2013, 2014)
Vice-campeões: Fortuna Hjørring (2003), Paris Saint-Germain (2015)
Semifinalistas: Rosengård (2004, quando o time ainda se chamava Malmö)
Quartas de final: Barcelona (2014, 2016)
Primeira vez nas quartas de final: Bayern (3ª participação), Manchester City (1ª participação)

Artilheiras 2016/17:

1Zsanett Jakabfi (Wolfsburg)….. 8
2 – Vivianne Miedema (Bayern)….. 7
3 – Eugénie Le Sommer (Lyon)….. 5
4 – Camille Abily (Lyon), Ada Hegerberg (Lyon), Jenni Hermoso (Barcelona)….. 4


Guardiola contra a Copa do Mundo com 48 times: “Vamos matar os jogadores”
Comentários 14

Celso de Miranda

O técnico do Manchester City Pep Guardiola mostrou nessa sexta-feira o seu desagrado com a ideia do presidente da FIFA Gianni Infantino de aumentar o número de times na Copa do Mundo.

“Nós temos que proteger os atletas e não estamos fazemos isso”, afirmou Guardiola. “Estamos exigindo demais deles. É um problema em todo o mundo e agora eles estão falando de uma Copa do Mundo de 48 equipes. Vamos matar os jogadores.”

Pela proposta de Infantino, o Mundial passaria a ser disputada por 48 equipes (atualmente são 32 países), que seriam divididos em 16 grupos de 3 seleções.

Guardiola: "Quantidade não qualidade"

Guardiola em defesa dos atletas, quer foco na qualidade dos jogos, não na quantidade

As declarações do ex-meio campista espanhol veio na mesma semana em que a UEFA confirmou o regulamento da Liga das Nações, que terá a participação das 55 seleções europeias e será disputada de 4 em 4 anos, a partir de setembro de 2018.

“Eles [os dirigentes da FIFA e da UEFA] estão focando em fazer cada vez mais e mais jogos, mas temos que pensar sobre a qualidade das partidas,” afirmou Guardiola.

“Os jogadores não descansam e vivem constantemente sobre pressão, ninguém pode ser saudável e ter um bom desempenho dessa forma.”

Segundo ele, os atletas têm de parar para para descansar, respirar e para aproveitar suas vidas também. “Com mais competições, mais jogos isso é impossível.”

“Nós terminamos uma temporada e uma semana depois começa a Copa do Mundo. Então depois de 3 semanas submetidos a grande pressão os jogadores vão para a pré-temporada, viajam  para a China, Estados Unidos, Austrália e então você volta e são mais 11 meses novamente… E então vem o Campeonato Europeu, a Copa América e essa rotina se repete por 10 ou 12 anos”, listou. “Nós não estamos pensando no bem estar físico e mental dos jogadores.”

Infantino: o presidente da FIFA quer Copa com 48 seleções

Infantino: o presidente da FIFA quer Copa com 48 seleções

Substituições
O espanhol disse, ainda que o aumento do número de jogos pode ser uma inevitabilidade diante da atual estrutura do futebol mundial, mas exortou os formuladores de regras a serem criativos em sua abordagem para proteger os jogadores: uma das ideias para isso seria permitir mais substituições durante as partidas.

“Hoje são apenas 3 substituições, por que não podemos fazer 4 ou 5?”, questionou. “Todos os jogadores estariam mais envolvidos com o jogo e os treinadores poderiam usar táticas diferentes. Haveria menos lesões, jogos mais abertos, tudo seria melhor.”

Perguntado sobre se a possibilidade de mais trocas não beneficiaria os grandes times, que têm elencos maiores com mais dinheiro para gastar, Guardiola foi franco: “A formação de grandes elencos e, portanto a necessidade de mais dinheiro sempre será uma realidade no futebol de hoje.”

 


Jogo entre Dijon e Olympique de Marselha adiado por causa do clima
Comentários Comente

Celso de Miranda

O inverno chegou na Europa e o jogo entre Dijon e Olympique de Marselha, que marcaria a abertura da 17ª rodada da Ligue 1 foi adiado por conta de um nevoeiro muito espesso, que cobriu o Estádio Gaston Gérard, nessa sexta-feira à noite.

Nevoeiro em Dijon

Adiamento: nevoeiro em Dijon

A partida será realizada nesse sábado às 11:30: 5 pontos separam os 2 times na tabela: com 21 pontos, o OM é o 10º colocado.

O recém-promovido Dijon, vice-campeão da Ligue 2 na temporada passada, é o 16º com 16 pontos.

Destaque na rodada, o atual campeão Paris Saint-Germain (35 pontos) recebe o líder Nice (39) no Parc des Princes, no domingo.

No sábado, o vice-líder Monaco (36) enfrenta o Bordeaux no Stade Matmut Atlantique.