Blog FastFut

Categoria : América Latina

Goleiro uruguaio marca golaço na Sul-Americana
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

O Junior Barranquilla venceu o Deportivo Lara, da Venezuela, nessa terça-feira por 2-1. No total, o time da Colômbia fez 5-2 no placar agregado e avançou à 2ª Fase Preliminar da Copa Sul-Americana.

Destaque na partida, o veterano goleiro uruguaio Sebastián Viera marcou o 2º gol do time cobrando falta.

Vagas
Na rodada, mais 4 times garantiram vaga: o Emelec passou fácil pelo Universitário do Peru (6-1 agreg.) e o Bolívar fez 3-0 na Universidad Concepción, do Chile, descontando a derrota na primeira partida (0-2) e conquistando a vaga.

Depois de empatar em casa (0-0) na semana passada, o Sportivo Luqueño, do Paraguai eliminou o Peñarol, do Uruguai graças ao gol marcado fora ao empatar em 1-1 na prorrogação nessa terça.

Em outro confronto que terminou sem vencedores depois de dois empates em 0-0 entre o O’Higgins, do Chilee o Montevideo Wanderers, os uruguaios levaram a melhor nos pênaltis (5-4).>

Sportivo Luqueño eliminou o Peñarol no estádio 'Campeones del Siglo"

Peñarol eliminado por conta de gol sofrido no estádio ‘Campeones del Siglo”,

Agenda
Nessa quarta e quinta-feira mais 11 confrontos definem os classificados para a próxima fase da competição:Universidad Católica (CHI) vs. Independiente Medellín (COL), Plaza Colonia (URU), vs Blooming (BOL), Cerro Porteño (PAR) vs. Fénix (URU), Universidad Católica (CHI) vs. Real Potosí (BOL), Real Garcilaso (PER) vs. Aucas (ECU), Atlético Nacional (COL) vs. Deportivo Municipal (PER), Sport Huancayo (PER) vs. Deportivo Anzoátegui (VEN), Wilstermann (BOL) vs. Sol de América (PAR), Zamora (VEN) vs. Barcelona (ECU), Libertad (PAR) vs. Palestino (CHI)

Na próxima fase começam os confrontos entre os times brasileiros: Flamengo e Figueirense, Santa Cruz e Sport, Chapecoense e Cuiabá, Vitória e Curitiba. Além dos argentinos San Lorenzo vs. Banfield, Belgrano vs. Estudiantes e Lanus vs. Independiente.


Seleção Masculina cai no Ranking da FIFA e aparece atrás da Feminina
Comentários 1

Celso de Miranda

Após a disputa da Copa América Centenário e da Eurocopa, a FIFA anunciou o ranking das seleções e no topo não houve nenhuma modificação:  Argentina, Bélgica, Alemanha, Colômbia e Chile se mantiveram nas 5 primeiras posições.

Após a desclassificação ainda na primeira fase da Copa América, o Brasil caiu mais duas posições no ranking e agora é o 9º lugar, sendo superado pelos finalistas da Eurocopa Portugal e França.

Time feminino treina para os Jogos Olímpicos

Brasil Feminino: treinando para os Jogos Olímpicos

Além disso, a partir de agora time masculino do Brasil tem um ranking mais baixo que o da Seleção Feminino, a 8ª melhor do Mundo, segundo o Ranking da FIFA.

Gales à frente da Inglaterra, Portugal à frente da Espanha.
Surpresa entre os semifinalistas da Eurocopa, o País de Gales foi ao lado da França (que subiu 10 posições e chegou ao 7º lugar), um destaque entre os países da UEFA no ranking: o time de Gareth Bale, Aaron Ramsey e Hal Robson-Kanu avançou 15 degraus para atingir a 11ª posição, orgulhosamente duas à frente da Inglaterra.

Com o título europeu Portugal é o 6º e superou a eterna rival e até então bicampeã Espanha, que caiu para a 8ª posição.

Croácia (15ª) e Polônia (16ª) também avançaram, mas a Islândia , que subiu 12 posições foi quem atingiu a melhor colocação de sua história: 22ª.

Histórico: Portugal ultrapassa a Espanha

Campeão da Europa, Portugal (6º) superou a rival Espanha (8º)

Com duas derrotas e 1 empate na Euro, a Áustria (21º) foi um dos destaques negativos, do ranking ao lado da Ucrânia (30º), que perdeu as 3 partidas: ambas caíram 11 posições.

América
Na região da CONMEBOL, os maiores avanços foram de duas seleções que chegaram às quartas de final da Copa América: o Peru subiu 14 posições e agora é o 34º e da Venezuela, que escalou 31 posições (o maior avanço entre os 50 melhores) e pela primeira vez em sua história aparece no Top 50  (46º).

Nova Zelândia são os maiores motores, com seu triunfo na Copa do OFC Nations levantando-54 lu posiçãogares para 93.

Veja a lista completa aqui


Hello… Até Lionel Richie quer Lionel Messi na seleção argentina
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

Depois que Lionel Messi anunciou que não jogaria mais pela seleção argentina, após a derrota para o Chile na decisão da Copa América, os pedidos para que o craque reveja sua decisão vêm de todos os lugares: do presidente de seu país Maurício Macri, à lenda  Diego Maradona, todo mundo parece ter – e estar disposto a dar – uma opinião sobre o assunto.

Nessa sexta-feira, o camisa 10 do Barcelona ganhou mais um ‘conselheiro’, dessa vez as palavras de encorajamento veio do cantor norte-americano Lionel Ritchie.

“Lionel tem que tornar isso ‘fácil como um manhã de domingo”, disse a lenda do R&B, referindo-se ao verso “easy like sunday morning”, de um dos maiores clássicos de sua carreira (‘Easy’).

Como diz a canção, às vezes fazemos um assunto ser algo que ele não é, então o resto do mundo acaba fazendo a mesma coisa. Aí precisamos lembrar do prazer e da liberdade dos domingos de manhã: são dias em que não há trabalho, não há pressão sobre você em um domingo de manhã e tudo que você faz é por prazer.

Piadas musicais de lado, o 4 vezes vencedor do Grammy tinha alguns bons conselhos para Messi:

“Se eu lhe disser quantas vezes eu perdi os Grammys e isso só me fez fazer uma coisa: ficar melhor,” disse Richie.

“Então, eu não estou preocupado com o meu xará, ele vai ficar bem… Ele é um vencedor, obviamente: eu tenho certeza que ele está ‘para baixo’ agora. Mas ele é um Lionel, ele não pode se dar mal,” brincou o Lionel cantor.


Colômbia volta fortalecida para Eliminatórias após 3º lugar na Copa América
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

Com um gol de Carlos Bacca, ainda no primeiro tempo, a Colômbia venceu os Estados Unidos, nesse sábado e conquistou o 3º lugar da Copa América.

Mais do que um simbólico “bronze”, ou uma classificação que o time sul-americano não conquistava desde 1995, no Uruguai (e desde 2004 a Colômbia não chegava à semifinal), o time do técnico Jose Pekerman foi uma das seleções, que mostrou maior evolução em comparação ao que vinha apresentando nas Eliminatórias.

Enquanto os líderes das Eliminatórias Equador e, principalmente o Uruguai decepcionando, a Colômbia com os recuperados James Rodriguez e Juan Cuadrado, o inspirado Edwin Cardona, o oportunista Carlos Bacca, e David Ospina, o melhor goleiro da competição, mostrou ser um adversário respeitável para a sequência das Eliminatórias sul-americanas.

Essa foi a avaliação do próprio Pekerman após a vitória no Estádio Universidade de Phoenix, em Glendale no Arizona. Para ele, além do resultado, toda a participação da equipe faz com que ela saia fortalecida da competição:

“Valorizamos o 3º lugar e a vitória dessa noite, comemoramos sim,” disse o o treinador argentino. “Claro que gostaríamos de sair daqui com o título, mas não podemos esquecer que essa competição é muito difícil, com adversários muito duros.”

Colômbia: "Somos um time em evolução"

Colômbia: “Somos um time em evolução”

“Mas estamos muito contentes porque o time mostrou um espírito coletivo, evoluiu em todos os setores, além de nossos jogadores terem demonstrado muita fibra, muita entrega e vontade de vencer. Todos eles.”

Próximos
De olho nas Eliminatórias, que recomeçam no início de setembro, Pekerman destacou o trabalho defensivo e da dedicação da equipe, que foram fundamentais para manter a vitória sobre os EUA nos minutos finais, quando o time resistiu a uma enorme pressão do rival.

“Coisas como essas servem para fortalecer muito mais o grupo, tanto no lado ofensivo e defensivo”, afirmou. “Somos uma equipe em evolução, e o grupo mostrou que é capaz de ir muito mais longe, que aprendemos com os erros e podemos corrigi-los o mais rápido possível.”

Colômbia recebe lanterna Venezuela

Colômbia recebe lanterna Venezuela

Com 10 pontos, a Colômbia é a 5ª colocada nas Eliminatórias, ao lado do Chile (4º), e está 1 ponto a frente do Brasil, que enfrenta o Equador no dia 28 e 1 atrás da Argentina, que pega ), .

Na próxima rodada, em setembro a Colômbia recebe a Venezuela (2)  e, em seguida, enfrenta o Brasil (6).

Resultado
Foi a segunda vitória da Colômbia sobre os norte-americanos na competição: no jogo de abertura, em 3 de junho, em Santa Clara, os sul-americanos haviam vencido por 2-0.

Bacca: artilheiro fez as pazes com a seleção

Bacca: artilheiro do Milan fez as pazes com a seleção

O gol da vitória saiu ainda no primeiro tempo (31′), depois de um lindo passe de James Rodriguez para Santiago Arias, que de cabeça assistiu Bacca: o atacante Milan só teve de empurrar para as redes.

Velhos conhecidos, Colômbia e EUA fizeram uma partida movimentada com muitas chances de gols: as melhores, no segundo tempo com Cuadrado acertando a travessão de um lado, e Bobby Woods a trave do outro.

As atuações de David Ospina e Tim Howard não deixaram dúvida, ainda que os dois times dispõe de dois grandes goleiros.


Chile impõe ao México a pior derrota de sua história
Comentários 14

Celso de Miranda

No duelo entre os atuais campeões da CONMEBOL e da CONCACAF, o Chile goleou o México por 7-0 nesse sábado a noite nas quartas de final da Copa América Centenário, no Levi’s Stadium, em Santa Clara na pior derrota da história da seleção mexicana em jogos oficiais, superando a marca anterior, um 7-1 para a Espanha nos Jogos Olímpicos de 1928, em Amsterdã.

O vexame mexicano superou, ainda as derrotas por 6-0 para a Alemanha, na Copa do Mundo da Argentina, em 1978, e os 5-0 para o Brasil, no Mundial da Suíça, em 1954.

‘Chi-chi-chi, Le-le-le’
Agressivo desde o início da partida, o time do técnico Juan Antonio Pizzi abriu o placar logo aos 16 ‘, com o atacante Edson Puch aproveitando o rebote de Guillermo Ochoa, que não segurou o chute de Marcelo Diaz.

Num dos últimos lances do primeiro tempo, Alexis Sanchez levou a bola até a linha de fundo e cruzou para Edu Vargas, que se antecipou ao zagueiro mexicano e completou de esquerda.

Favorito: Chile vai enfrentar a Colômbia na final

Favorito: Chile vai enfrentar a Colômbia na final

O Chile não deixou o México respirar após o intervalo, marcando 3 vezes em 8 minutos: primeiro foi Alexis Sanchez (49′), que marcou seu 34º gol pela seleção, igualando-se ao ídolo Ivan Zamorano como o maior artilheiro da história.

Em seguida, Vargas voltou a marcar aos 52′ e 57′. No final, Puch fechou a goleada, aos 87′.

Semifinais

  • A Argentina que goleou a Venezuela por 4-1 fará a primeira semifinal contra os Estados Unidos, no NRG Stadium, em Houston, no Texas
  •  Na quarta, Chile e Colômbia definem o 2º finalista, no Soldier Field, em Chicago.

Messi entra em campo contra a Venezuela para quebrar tabu pessoal
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

Até agora o craque argentino Lionel Messi tem sido quase perfeito nos momentos em que esteve em campo na Copa América Centenário, desde sua estreia na 2ª partida da Argentina contra o Panamá, quando vindo do banco no segundo tempo marcou 3 vezes em 19 minutos na goleada por 5-0.

Com o time já classificado, o técnico Tatá Martino manteve Messi no banco diante da Bolívia na última rodada da fase de grupos: o craque entrou apenas no intervalo, no lugar de Gonzalo Higuaín, quando a partida já estava definida pelos gols de Erik Lamella (13′), Ezequiel Lavezzi (15′) e Víctor Cuesta (32′): 3-0.

Nesse sábado, porém nas quartas de final diante da Venezuela, no Gillette Stadium, em Boston, Messi será titular: “Leo [Messi] está apto e será titular,” confirmou Martino, na entrevista coletiva nessa sexta-feira.

O vencedor da partida enfrentará os Estados Unidos da semifinal, na próxima terça-feira

Pequena contribuição
Muitos torcedores e analistas, porém ainda criticam o jogador do Barcelona por “não aparecer” nos momentos-chave e não ser decisivo na seleção da Argentina como é em seu clube (mesmo os 3 gols e a boa atuação contra o Panamá mereceram aplausos, mas “ora, contra o Panamá com 10 jogadores”, argumentaram os mais céticos…).

Vai jogar: Messi vai ser titular

Vai jogar: Tata Martino confirma Messi entre os titulares

A expectativa é que dessa vez, ao contrário das últimas competições em que defendeu a Argentina, Messi seja decisivo: o jogador do Barcelona não marcou nenhum gol ou deu sequer um assistência nessa fase quartas de final em seus últimos 4 torneios disputados pela Argentina

Na Copa do Mundo de 2010, nas quartas de final, Messi permaneceu 90 minutos em campo e a Argentina foi goleada por 4-0 pela seleção da Alemanha, em um jogo em que o ’10’ foi notável por sua ausência.

Messi na disputa contra a Colômbia em 2015: discreto

Messi: sem marcar na partida, craque marcou na disputa de pênaltis contra a Colômbia em 2015

Um ano mais tarde, na Copa América realizada na Argentina, o time enfrentou Uruguai na fase de quartas-de-final: Messi foi um dos mais criticados por sua falta de participação na partida, que terminou empatada em 1-1 (gols de Gonzalo Higuain e Diego Forlan), embora tenha convertido a primeira cobrança na disputa de pênalti. A Argentina acabou desclassificada quando Muslera defendeu a cobrança de Carlos Tevez.

Na Copa do Mundo no Brasil, em Brasília, a Albiceleste enfrentou a Bélgica nas quartas de final e venceu por 1-0, mas mais uma vez Messi passou quase despercebido na partida, onde brilharam Angel Di Maria e Gonzalo Higuaín, autor do gol da vitória.

Finalmente, na última Copa América, no Chile,  Messi foi uma sombra do que era esperado do melhor jogador do mundo e passou em branco no empate em 0-0 entre Argentina e Colômbia nas quartas de final: dessa vez, porém o time conseguiu avançar nos pênaltis (5-4).


Nos pênaltis, Colômbia vence o Peru e vai às semifinais
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

A Colômbia venceu a segunda partida das quartas de final da Copa América Centenario nessa sexta-feira, superando o Peru nos pênaltis (4-2) após 90 minutos de um empate sem gols.

Na semifinal, o time enfrentam o vencedor de México e Chile que se enfrentam nesse sábado, na Califórnia.

Na decisão por pênaltis, depois que as equipes converteram as 5 primeiras cobranças  –  3 da Colômbia (James Rodríguez, Juan Cuadrado e Dayro Moreno) e 2 do Peru ( Raúl Ruidiaz e Renato Tapia) – o goleiro David Ospina defendeu com o pé direito a tentativa do lateral esquerdo Miguel Trauco.

Na rodada seguinte, o atacante Cristian Cueva chutou por cima do gol definindo o resultado em favor de Los Cafeteros.

Num jogo equilibrado e de poucas oportunidades, a Colômbia teve quase todos os tiros a gol, embora apenas uma vez, ainda no primeiro tempo conseguiu levar real perigo, quando James Rodriguez acertou a trave esquerda do goleiro Pedro Gallese.

Ospina defendeu 3a cobrança do Peru

Ospina defendeu 3ª cobrança do Peru

No segundo tempo, dois personagens foram importantes para manter o placar em branco: o árbitro argentino Patricio Loustau, que não marcou pênalti do peruano Renato Tapia, que derrubou o atacante colombiano Carlos Bacca na área.

E o goleiro Ospina, que nos acréscimos impediu o gol numa cabeçada de Christian Ramos.

As duas quartas de final que ainda restam serão disputadas nesse sábado:

Próximas

  • Argentina vs Venezuela / Gillette Stadium, Foxborough – Massachusetts (vencedor enfrenta os EUA, na terça)
  • México vs Chile / Levis’s Stadium, Santa Clara – Califórnia (vencedor enfrenta Colômbia, na quarta)

EUA batem Equador e garantem vaga nas semifinais
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

A seleção dos Estados Unidos manteve vivo o sonho de conquistar a Copa América Centenário ao derrotar o Equador por 2-1 nessa quinta-feira, diante de 47.322 torcedores no CenturyLink Field, em Seattle e garantir uma vaga nas semifinais.

Os norte-americanos aguardam agora o vencedor de Argentina e Venezuela, que jogam no sábado, no Gillette Stadium, em Foxborough.

Os anfitriões tomaram a liderança aos 22′, depois de uma jogada de Bobby Wood, na direita: quando a bola parecia perdida, o atacante do Hamburgo recuou para Jermaine Jones, que fez um cruzamento perfeito colocando na cabeça de Clint Dempsey, que só teve o trabalho de tirar do goleiro Alexander Dominguez.

Foi o 52º gol do atacante do Seattle Sounders com a camisa da seleção dos EUA: o jogador comemorou sua 128º jogo pelos EUA, ultrapassando o ex-zagueiro Marcelo Balboa e se tornou o 3º jogador com mais jogos pela USMNT.

Minutos mais tarde, o Equador teria chegado ao empate, mas o zagueiro John Brooks impediu a boa oportunidade de gol de Michael Arroyo tiro.

Estados Unidos enfrentam vencedor de Argentina e Venezuela na semi

Estados Unidos enfrentam vencedor de Argentina e Venezuela na semi

Depois da primeira etapa com franco domínio norte-americano, o jogo ganhou em dramaticidade logo no início do segundo tempo após as expulsões de Antonio Valencia, que recebeu o segundo cartão amarelo depois de chutar Alejandro Bedoya. Na confusão gerada pela agressão, Jones empurrou o rosto de Valencia e recebeu o vermelho direto.

Aos 20′ da etapa final, Gyasi Zardes ampliou para os EUA, depois de boa jogada de Dempsey, mas o Equador ainda teve forças para diminuir com Michael Arroyo, aos 74′, após cobrança de falta do Walter Ayovi.

A partir daí foi intensa a pressão da equipe sul-americana, que teve pelo menos duas grandes chances para marcar, ambas com o atacante Enner Valencia.

Do outro lado, a seleção da casa apenas se manteve na defesa e com excelentes atuações do goleiro Brad Guzan, com duas defesas salvadoras, e do zagueiro John Brooks, garantiu o resultado.

Braçadeira nas cores do arco-íris: símbolo anti-homofobia

Braçadeira nas cores do arco-íris: símbolo anti-homofobia

Nessa sexta-feira,  o segundo semifinalista sai da partida entre Peru e Colômbia, no MetLife Stadium, em New Jersey.

No sábado, as duas outras partidas das quartas: a Argentina enfrenta a Venezuela no Gillete Stadium, em Foxborough, e o México joga com o Chile no Levi’s Stadium, em Santa Clara.

  • EUA vs Argentina/Venezuela (terça-feira, 21 de junho)

Homenagem
O capitão da equipe dos Estados Unidos Michael Bradley usou a braçadeira com as cores do arco-íris em memória às vítimas do tiroteio com motivação homofóbica, que no início da manhã do último domingo fez 49 mortos em Orlando.

Com a bandeira dos EUA hasteada a meio mastro, houve também um momento de silêncio antes do jogo, o que deve ser feito nos próximos jogos da Copa América nessa sexta e sábado.

 

 


Meia nascido na Libéria pode ser arma secreta americana contra Equador
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

Ao longo das últimas semanas Darlington Nagbe começou a aparecer como um nome de destaque na seleção dos Estados Unidos.

Apesar de ter sido aproveitado apenas por pouco mais de 25 minutos no jogo de estreia , na derrota dos EUA contra a Colômbia, muitos especialistas, jogadores e torcedores defendem a escalação do jogador entre os titulares contra o Equador, pelas quarta-de-final na Copa América Centenário, no CenturyLink Field, em Seattle.

Afinal, o meia-atacante do Portland Timbers marcou seu primeiro gol pela seleção há menos de 20 dias, justamente na vitória por 1-0 sobre o Equador, num dos dois últimos amistosos do time norte-americano antes do início da Copa América.

Um dos jogadores mais elogiados pelos próprios companheiros e pela comissão técnica nos treinamentos, Nagbe, de 25 anos subiu rápido nas fileiras da USMNT e vive um grande momento na MLS, sendo um dos melhores jogadores da liga desde a última temporada, quando foi um dos destaque na campanha que levou o Portland à conquista do título.

Sua trajetória fora de campo é ainda mais impressionante e inspiradora: Darlington Nagbe, que conseguiu sua cidadania apenas em 2015, nasceu em Monrovia, na Libéria, em 1990, em meio a uma guerra civil, que entre 1989 e 1996 matou entre 150 e 200 mil pessoas.

Refugiado na América
Aos 5 meses de vida sua mãe, Somah temendo pela segurança dos dois filhos pequenos conseguiu escapar para a vizinha Serra Leoa, onde morou cerca de 8 meses num campo de refugiados.

Por causa do pai, Joe Nagbe jogador profissional com passagens pela seleção da Libéria, que na época atuava no Monaco e mantinha residência fixa na Europa, a família conseguiu visto para emigrar para a França.

Quando Darlington Nagbe tinha 11 anos, Somah trouxe ele e o irmão para os Estados Unidos e foram morar em Ohio.

Quatro anos depois, o treinador Caleb Porter, hoje no Portland, então responsável pelo programa de “soccer” da Universidade de Akron assistiu a um jogo amistoso do colégio de Nagbe.

Porter conta, no site oficial do clube, que deixou o campo assustado: “Nunca tinha visto uma performance tão completa de um jogador de futebol aos 15 anos.”

Estreia: goleada sobre St.Vincent

Estreia na seleção foi em goleada sobre St.Vincent, nas Eliminatórias

Não demorou para que ele oferecesse ao garoto uma bolsa em Akron: o talentoso meia passou três temporadas com os “Zippys”, ajudando a equipe a ganhar o campeonato universitário nacional em 2010, antes de ser selecionado pelos Timbers como a 2ª escolha geral no draft da MLS no ano seguinte

Nagbe não demorou a brilhar na MLS: com o Timbers marcou o “Gol do Ano”, em 2011, contra o Sporting Kansas City (o primeiro lance mostrado no vídeo, acima)

Mas foi apenas no final de 2015, quando finalmente conseguiu sua cidadania norte-americana, que o jogador de 25 anos foi chamado pela primeira vez para a seleção.

Sua estreia foi em 13 de novembro de 2015, na primeira partida dos EUA nas Eliminatórias da Copa do Mundo: Nagbe entrou aos 64′ no lugar de Fabian Johnson, na vitória por 6-1 sobre St. Vincent e Grenadines, no Busch Stadium, em St. Louis.


Messi faz 3 gols em 19 minutos e Argentina avança às quartas de final
Comentários COMENTE

Celso de Miranda

Depois de ficar de fora da primeira partida da Argentina na Copa América Centenário, a vitória por 2-1 sobre o Chile, Lionel Messi estreou nessa sexta-feira diante do Panamá e mostrou porque é considerado um dos melhores jogadores da história, marcando 3 gols após apenas 19 minutos em campo.

Mostrou, ainda porque a Argentina, com ele em campo é uma das favoritas ao título: o astro argentino entrou aos 61′ no lugar de Augusto Fernandez e marcou aos 68′, 78′ e 87′ na goleada por 5-0 no Soldier Field em Chicago e garantiu uma das vagas do Grupo D nas quartas de final.

Com apenas 29 minutos em campo, o argentino se igualou ao brasileiro Philippe Coutinho, na liderança da artilharia do torneio. Messi tem agora 53 gols pela seleção, apenas 3 a menos do recorde de Gabriel Batistuta.

A Argentina abriu o placar logo no início da partida, aos 7′: Angel Di Maria bateu falta e o zagueiro Nicolas Otamendi completou de cabeça na pequena área sem dar chance ao goleiro Jaime Penedo.

A tarefa do Panamá ficou ainda mais difícil aos 31′, quando o meia Anibal Godoy, do San Jose Earthquakes levou o segundo cartão amarelo, por um empurrão no rosto de Nicolas Gaitan, e foi expulso.

Gols
Em seu primeiro gol, Messi aproveitou uma falha na saída de bola do zagueiro Gabriel Gomes, que chutou a bola sobre Gonzalo Higuaín: na sobra, o camisa 10 só teve que empurrar para o fundo do gol.

Messi a 3 gols de se tornar o maior artilheiro argentino de todos os tempos

Fome de bola: Messi sai do banco e marca 3 vezes em 19 minutos

O 2º saiu numa bela cobrança de falta com muito efeito, que acertou o canto superior esquerdo do goleiro Penedo e o 3º coroou a apresentação de gala: Messi recebeude Ever Banega na área e depois de se livrar da marcação de Felipe Baloy bateu firme no canto direito do goleiro.

A 2ª vaga do Grupo D será definida na próxima terça-feira, na partida entre Panamá e Chile no Lincoln Financial Field: os dois times têm uma vitória e uma derrota, mas por causa do saldo de gols, os chilenos jogam por um empate.

No mesmo dia, no CenturyLink Field, em Seattle, a Argentina enfrenta a já desclassificada Bolívia. Provável vencedora do Grupo D (só uma derrota fragorosa para a Bolívia tiraria dela a liderança) a Argentina enfrenta na próxima fase o 2º colocado do Grupo C, México ou Venezuela, que se enfrentam na segunda-feira em Houston.

Ambos times têm 6 pontos, mas norte-americanos jogam pelo empate por terem melhor saldo de gols.