Blog FastFut

Arquivo : Eliminatórias Euro’16

Com Dzeko e Begović, Bósnia e Herzegovina está pronta para os playoffs
Comentários Comente

Celso de Miranda

O técnico da Bósnia e Herzegovina, Mehmed Baždarević anunciou hoje os corte do atacante Ermin Zec, do Qabala, do zagueiro Marin Aničić, do Astana e do jovem meia Rade Krunić, do Empoli, reduzindo para 23 a lista de convocados que vão enfrentar a República da Irlanda nos playoffs da Euro’2016.

A primeira partida acontece na sexta-feira no Stadion Bilino polje, em Zenica. A vota, será na terça no Aviva Stadium, em Dublin.

“Nenhum jogador apresentou qualquer limitação física, mas só posso levar 25 jogadores”, justificou o treinador na entrevista coletiva em Zenica. “Claro que em caso de necessidade, eles podem ser reintegrados.”

Ele explicou, ainda que Muhamed Bešić,  também já está treinando com o time, embora não vá jogar a primeira partida devido à suspensão.

O volante do Everton foi expulso na partida contra Andorra e punido com 3 jogos. “Esperamos contar com ele para o jogo em Dublin,” disse Baždarević.

“Nós temos uma tarefa difícil, mas estamos prontos para fazê-lo da melhor maneira,” garantiu. “A Irlanda é uma equipe séria e certamente será um jogo difícil em Zenica.

Sobre as lesões do time adversário, Baždarević comentou: “É um país de futebol, a Irlanda tem jogadores de qualidade suficientes, que jogam em clubes fortes e será um adversário formidável e motivado.”

Campanha
Mehmed Baždarević assumiu o cargo quando a equipe tinha apenas dois pontos no Grupo B, depois de quatro jogos, e levou a Bósnia e Herzegovina ao 3º lugar atrás do País de Gales e Bélgica.

A vaga nos playoffs veio na última rodada, em outubro quando o time venceu em casa o País de Gales (2-0) e o Chipre, fora por 3-2.

Poupado em outubro, o artilheiro e capitão do time na competição Edin Džeko (7 gols), volta a ser a grande esperança: “Ele é um dos líderes da equipe, uma referência dentro e fora de campo e está em grande fase,” disse Baždarević.

VIDEO Roma 2 – 0 Lazio (Serie A) Highlights – See more at: http://goal91.com

Posted by Goal91 on Domingo, 8 de novembro de 2015

“Vamos jogar da mesma forma que atuamos nas últimas partidas, não há novidades”, garantiu o técnico bósnio. “Precisamos ter a mesma atitude nos desafios diante da Irlanda, que tivemos frente à Bélgica, ao País de Gales.”

Já a Irlanda foi a 3ª colocada no grupo D, que classificou Alemanha e Polônia, e não só teve o mérito de vencer a  Alemanha, fazendo 2-0 em Dublin (a Polônia também conseguiu), por 3-1), como passou pela competição sem perder para os campeões do Mundo, já que empataram jogando em Gelsenkirchen (1-1).

Bazdarevic orienta treino em Zenica:

Bazdarevic orienta treino em Zenica:

“Realisticamente, nós temos uma boa chance, apesar de jogar contra uma das equipes mais fortes desses playoffs,” disse o goleiro Asmir Begovic, que no entanto destacou o bom momento que seu time vive desde a reta final das Eliminatórias

Em entrevista coletiva ao lado de seu treinador, o goleiro do Chelsea ressaltou a importância de vencer a primeira partida em casa: “Mais uma razão para aproveitarmos a primeira partida e conseguir um bom resultado em casa, diante da nossa torcida”, afirmou.

“Vivemos um bom momento, nossos jogadores vivem bons momentos em seus clubes. É um encontro de duas equipes muito fortes, mas temos todas as condições de jogar melhor e avançar para a Euro.”

Os 23 da Bósnia e Herzegovina >>

  • Goleiros: Asmir Begović (Chelsea), Ibrahim Šehić (Qarabağ), Jasmin Burić (Lech Poznań)
  • Zagueiros: Toni Šunjić (Stuttgart), Ognjen Vranješ (Gaziantepspor), Emir Spahić (Hamburgo), ,  Edin Cocalić (Mechelen), Ervin Zukanović (Sampdoria).
  • Laterais: Mensur Mujdža (Freiburg), Sead Kolašinac (Schalke), Ermin Bičakčić (Hoffenheim)
  • Meio-campistas: Muhamed Bešić (Everton), Miralem Pjanić (Roma), Srdjan Grahovac (Rapid Wien), Anel Hadžić (Sturm Graz), Haris Medunjanin (Deportivo La Coruña), Tino-Sven Sušić (Hajduk Split), Senad Lulić (Lazio), Sejad Salihović (Guizhou Rehne), Edin Višća (İstanbul BB)
  •  Atacantes: Izet Hajrović (Eibar), Edin Džeko (Roma), Armin Hodžić (Dinamo Zagreb), Milan Djurić (Cesena), Vedad Ibišević (Hertha Berlin).

Inglaterra perfeita: só 6 seleções fizeram 100% nas Eliminatórias da Euro
Comentários Comente

Celso de Miranda

Com os 3-0 sobre a Lituânia nessa segunda-feira em Vilnius, a Inglaterra completou sua 10ª vitória nas Eliminatórias da Euro’16.

Barkley opens the scoringUEFA EURO 2016 qualifying: Lithuania 0-3 England Football Team REPORT + HIGHLIGHTS: http://bit.ly/1Pb8n78Everton Football Club midfielder Ross Barkley opens the scoring for England, who made it 10 wins from 10 games in qualifying.

Posted by SBS The World Game on Segunda, 12 de outubro de 2015

O resultado significa que o time de Roy Hodgson não só foi o único que venceu todas as partidas das Eliminatórias da Euro’16 como é apenas a 6ª seleção a conseguir isso na história do Campeonato Europeu: apenas a Espanha em 2012, porém chegou com 100% e acabou campeã.

Veja quem foram:

França – Euro ‘1992
8 Jogos – GM (20) / GS (6) Saldo +14
Ausente do Euro ’88 e da Copa do Mundo de 1990, a França estava devendo e conseguiu a vaga no mais difícil dos 7 grupos, onde estavam Espanha e Checoslováquia.
No entanto, na fase final na Suécia Les Bleus não ganharam nenhum jogo: empataram com os donos da casa em (1-1) e com Inglaterra (0-0), depois perderam para a convidada Dinamarca (2-1) que acabaria sendo campeã.

República Checa – Euro’2000
10 Jogos – GM (26) / GM (5) Saldo +21
Finalista em 1996, a República Checa conseguiu a classificação com três rodadas de antecedência. No final completou os 100% de aproveitamento.
A exemplo da França oito anos antes, o bom momento não se refletiu na fase final: num grupo complicado, o time foi eliminado ainda na primeira fase, depois de derrotas a Holanda (1-0) e França (2-1), futura vencedora.

Del Bosque: Só a Espanha de 2012 chegou com 100% e acabou campeã

Das 5 seleções 100%, apenas a Espanha de 2012 acabou campeã

França – Euro 2004
8 Jogos 8 GM (29) / GS (2) Saldo G+27
Num grupo com menos seleções, a então campeã França teve um percurso facilitado rumo à fase final e repetiu o feito de 12 anos antes.
Sob o comando do treinador Jacques Santini, o time que entrou como um dos favoritos para conquistar a competição realizada em Portugal, venceu um grupo que tinha Inglaterra, mas perdeu em seguida nas quartas-de-final para a Grécia (1-0) que surpreenderia a seleção da casa treinada por Felipão, na final.

Janko at the doubleUEFA EURO 2016 qualifying: Austria 3-0 Liechtenstein. HIGHLIGHTS: http://bit.ly/1WXZsXWFormer Sydney FC striker Marc Janko has scored a double in Austria’s win over Liechtenstein.

Posted by SBS The World Game on Segunda, 12 de outubro de 2015


Alemanha – Euro’2012

10 Jogos – GM (34) / GS (7) Saldo +27
Semifinalista no Mundial de 2010, a Alemanha foi a primeira seleção a garantir vaga na Euro há 4 anos. E o time de Joachim Löw, que chegou à Polônia/Ucrânia como favorita ainda parecia imbatível na fase de grupos, quando venceu Portugal, Holanda e Dinamarca.
Nas quartas-de-final eliminou a Grécia, mas na semifinal perdeu para a Itália, numa atuação surpreendente de Mario Balotelli.

Espanha – Euro’2012
8 Jogos – GM (26) / GS (6) Saldo +20
A Espanha de Vicente del Bosque já detinha o título da Euro’08, o Mundial’10 e prosseguiu seu domínio conquistando a classificação para a Euro’12 marcando pelo menos três gols por partida.
Mesmo passando alguma dificuldade no percurso, tendo vencido Portugal na semifinal nos pênaltis, depois de um empate em 0-0, os 4-0 sobre a Itália na final não deixaram dúvida sobre supremacia da Espanha.

frasegif
“É um feito notável. Estou muito orgulhoso das exibições dos jogadores. Acho que foi excelente. Quando lembro de cada jogo, penso em como trabalhamos, penso em quantidade, mas também na qualidade do trabalho, do jogo, na intensidade, na dedicação de cada um desses homens. Dez vitórias em dez jogos é muito satisfatório. Há que se estar bastante orgulhoso disso.” (Roy Hodgson, técnico da seleção da Inglaterra)

Inglaterra – Euro’2016
10 Jogos – GM (31) / GS (3) Saldo +28
Depois da humilhante eliminação ainda na fase de grupos Copa do Mundo, quando o time ficou em último atrás de Costa Rica, Uruguai e Itália, a Inglaterra devia uma resposta: a equipa de Roy Hodgson estreou com uma vitória por 2-0 na Suíça e sofreu apenas três gols em 9 jogos


Löw: “Alemanha bate, mas não nocauteia”
Comentários Comente

Celso de Miranda

A campeã mundial Alemanha se classificou para o Campeonato Europeu com a vitória nesse domingo por 2-1 sobre a Geórgia, na RedBull Arena, que garantiu ainda a primeira posição do Grupo D. Após a partida, ainda em Leipzig, o treinador Joachim Löw falou com a Imprensa e fez um balanço sobre o torneio, planos para a Euro e a necessidade de um “camisa 9”.

Pergunta: Chegar ao resultado contra a Geórgia exigiu muito trabalho duro. Você esperava tanta dificuldade no final da campanha das Eliminatórias?
Joachim Löw: Na verdade, encontramos a mesma dificuldade em Dublin. Temos falhado no primeiro tempo, para  lidar com as boas chances que criamos e para transformar essas chances em gols. E durante a partida essa frustração vai se espalhando e o outro time percebe que pode vir a revidar e atacar. Nós somos como um boxeador que consegue um monte de golpes, mas não chega ao nocaute.

Löw: feliz com os atacantes

Löw: feliz com os atacantes

Qual a sua avaliação das Eliminatórias no geral?
Ganhamos o grupo, o que é bom para que possamos ter certeza de atingimos nosso objetivo. Mas com os dois últimos jogos eu certamente não estou feliz e sabemos que ainda temos trabalho a fazer nos próximos meses para voltar ao nível das Eliminatórias do Mundial.

O que você espera com vista para Euro?
Há um longo caminho. Eu sei que nós temos uma longa preparação, mas isso é o que normalmente nós fazemos bem. Ainda estamos testando alguns jogadores em novembro, jogadores que pudemos chamar por uma razão ou outra não estavam disponíveis, mas que ainda queremos agregar ao grupo. Na área tática temos uma ou outra ideia a trabalhar para assegurar que somos melhores.

Você acha que o time ainda falta de um verdadeiro atacante central? E você  Davie Selke, da Sub-20 e de Leipzig como  um candidato?
Nós fomos mais eficientes na Copa do Mundo, mas nossos atacantes têm grande capacidade de marcar – Marco Reus, Thomas Müller, Mario Götze, Max Kruse ou André Schürrle. Todos têm qualidade e auto-confiança e estou feliz por cada atacante que temos no elenco. É bom se um atacante tem qualidades para marcar muitos gols, mas não devemos pensar que precisamos de um novo Horst Hrubesch [Atacante do Rot-Weiss Essen e Hamburgo e da seleção, que no início dos anos 1980 ficou famoso por fazer mais de 50% dos gols dos times por onde passava. Atualmente treina as categoras de base da Alemanha]. O nosso jogo é assim e não mudou. Nós não jogamos mais só com bolas altas, embora isso possa ser uma saída às vezes, que é quando se encaixam jogadores especialistas como Davie Selke ou Mario Gomez. Mas nos sentimos melhor sabendo que já temos mais combinações.

Você disse que tem muito trabalho, por onde você tem que começar?
Temos um problema que estamos jogando relativamente muito concentrados no meio. E isso vem um pouco de como os jogadores vem sendo treinados defensivamens em seus clubes. Jonas Hector, por exemplo faz muito bem a função defensiva no Colônia, e no contra-ataque está acostumado a jogar pelo meio. Emre Can, no Frankfurt, Matthias Ginter, no Freiburg ou Hector são muito precisos na defesa, mas não como alas ofensivos.


Bale comemora classificação à Euro: “melhor derrota da minha vida”
Comentários Comente

Celso de Miranda

“A melhor derrota da minha vida”, brincou Bale, sobre o resultado, da partida do sábado, um 0-2 diante da Bósnia & Herzegovina. Apesar da derrota, a combinação de resultados – e a ótima campanha do time até agora – deu a 1ª classificação ao País de Gales à Euro 2016, o primeiro grande torneio que o país vai disputar desde 1958.

Bale thrilled as Wales make history“The best loss of my life.” Gareth Bale delighted after Football Association Of Wales qualify for UEFA EURO, their first major finals since 1958.

Posted by BT Sport on Domingo, 11 de outubro de 2015

“É sem dúvida um grande feito”, concordou em entrevista à BT após a partida. “É emocionante para o futebol e para a nação inteira. Depois da Copa do Mundo esse a Eurocopa é o torneio mais importante e h muito tempo todos queríamos participar.”

Segundo Gareth Bale o atual grupo, que conta com jogadores como Robson-Kanu,  Aaron Ramsey, Ashley Williams tem consciência de que fez história nessa temporada: “Estávamos todos dispostos a trabalhar duro e seguir o plano de jogo que foi combinado”, comentou.

“O crédito precisa ser divido com todos os envolvidos, o técnico, a equipe de coordenadores, de fisioterapeutas, médicos, jogadores, torcedores”, afirmou o jogador do Real Madrid.


“Claro que eu não fiquei feliz em perder, mas nunca comemorei tanto uma derrota”, brincou. “Foi uma derrota em toda uma campanha. Estamos desapontados por perder, mas felizes porque sabemos que o trabalho que nos propusemos foi feito.”

Perguntado se esse time tinha chance de fazer uma boa campanha na França, o meia-atacante disse que acredita em sua seleção.

“Agora é hora de descansar, mas quando voltarmos à França vamos mostrar o trabalho duro, a dedicação e o futebol que durante o último ano nos colocou entre os melhores da Europa.”


As chances de cada seleção da rodada decisiva das Eliminatórias da Euro
Comentários Comente

Celso de Miranda

Diante da rodada final das Eliminatórias da Euro’16 que começa nesse domingo (e vai até terça), vamos dar uma olhada grupo a grupo a grupo, jogo a jogo, no que cada um dos candidatos precisa para chegar ao torneio no próximo ano na França.

Domingo (11 de outubro)
Grupo D

Com 19 pontos, a líder Alemanha está perto da vaga, mas se perder por dois ou mais gols para a Geórgia, nesse domingo em Leipzig acaba em 3º lugar. A Polônia tem o mesmo número de pontos que a República da Irlanda (18), mas um empate na partida entre as duas seleções dá a vaga aos poloneses que tem melhor saldo de gols. A Irlanda só garante a classificação com a vitória.
Alemanha vs.Geórgia (Red Bull Arena, Leipzig), Polônia vs. Rep. Irlanda (Stadion Narodowy, Varsóvia) e Gibraltar e Escócia (Estádio Algarve, Faro-Loulé)

 Grupo F
A Irlanda do Norte confirmou o seu lugar entre os dois primeiros do grupo, com a Romênia, 1 ponto a frente da Hungria disputando a 2ª posição. Amplamente favorita, para avançar a Romênia precisa apenas fazer diante de Ilhas Faroe o mesmo resultado que a Hungria obtiver contra a Grécia. Atualmente, porém a Hungria é o melhor 3º lugar entre todos os grupos dependendo do resultado da Ucrânia.
Ilhas Faroe vs. Romênia (Estádio Tórsvøllur, Tórshavn), Grécia vs. Hungria (Estádio Georgios Karaiskakis, Pireu) e Finlândia vs. Irlanda do Norte (Helsingin Olympiastadion, Helsínque)

Grupo I
Portugal já assegurou passagem para a França e Dinamarca (12 pontos) e Albânia (11) disputam a 2ª vaga direta. No entanto, aos escandinavos que já completaram sua campanha resta torcer para a Albânia não vencer a Armênia.
Albânia vs Armênia (Estádio Vazgen Sargsyan anvan Hanrapetakan Marzadasht, Ierevan), Sérvia vs. Portugal (Estádio FK Partizan, Belgrado)

Segunda-feira (11/outubro)
Grupo C
A atual campeã Espanha reservou o seu lugar na França ao derrotar Luxemburgo na sexta-feira. Eslováquia e Ucrânia (19) têm agora o mesmo número de pontos e com boas chances de se classificar, mesmo se não chegar à 2ª posição, como um dos melhores 3º colocados.
Luxemburgo vs.Eslováquia (Stade Josy Barthel, Luxemburgo), Ucrânia vs. Espanha (Estádio NSK Olimpiyskyi, Kyiv) e Bielorrússia vs. ARJ Macedônia (Borisov Arena, Borisov)

Grupo E
Inglaterra e Suíça garantiram os dois primeiros lugares deixando para Eslovênia e Estônia a luta pela vaga nos playoffs. No entanto, aos eslovenos basta um ponto em San Marino para terminar em 3º, enquanto à Estónia, que recebe a Suíça precisa vencer e descontar um saldo de 9 gols.
Estônia vs. Suíça (Estádio A. Le Coq Arena, Tallinn), Lituânia vs.Inglaterra (LFF stadionas, Vilnius) e San Marino vs. Eslovênia (San Marino Stadium, Serravalle)

Grupo G
A Áustria já se classificou e a briga agora é Rússia (17 pontos) e Suécia (15): com vantagem no confronto direto, aos russos basta um empate diante de Montenegro para a vaga direta. Mesmo com a vitória, a Suécia não consegue acabar como o melhor 3º.
Áustria vs. Liechtenstein (Ernst-Happel-Stadion, Viena), Rússia vs. Montenegro (Otkrytie Arena, Moscou), Suécia vs. Rep. Moldava (Friends Arena, Solna )

Terça-feira/13 de outubro
Grupo A
Islândia e República Checa já garantiram lugar na França. Em 3º, a Turquia tem 2 pontos de vantagem sobre a Holanda e vai aos playoffs com um empate na última rodada já que tem vantagem no confronto direto diante do rival.
Holanda vs. Rep. Checa (Amsterdam Arena, Amsterdã), Turquia vs. Islândia (Estádio Konya Büyükşehir Belediyesida, Konya) e Letônia vs. Cazaquistão (Estádio Skonto, Riga (LVA)

Grupo B
Com a goleada sobre Andorra a Bélgica se classificou, enquanto o País de Gales também garantiu vaga apesar da derrota para a Bósnia e Herzegovina graças à derrota de Israel para o Chipre, resultado que colocou a Bósnia no 3º lugar (14 pontos). Na última rodada, uma vitória no Chipre (12) garante a Bósnia nos playoffs. A Israel resta vencer a Bélgica e torcer pelo algoz do domingo. Porém se vencerem e Israel não, quem vai aos playoffs é Chipre.
Bélgica vs. Israel (King Baudouin Stadium, Bruxelas), Chipre vs Bósnia-Herzegovina (Estádio GSP, Nicósia), País de Gales vs. Andorra (Cardiff City Stadium, Cardiff )

Grupo H
A Noruega fica com a 2ª vaga com um empate diante da classificafa Itália. Com um lugar nos playoffs garantido, à 3ª colocada Croácia resta vencer em Malta e torcer: Como se dis “Avanti Azzurra” em croata?
Itália vs. Noruega (Estádio Olimpico, Roma), Malta vs. Croácia (Estádio: National Stadium, Ta’ Qali)e Bulgária vs. Azerbaijão (Natsionalen Stadion Vasil Levski, Sófia)


Euro’16: Espanha e Suíça classificadas
Comentários Comente

Celso de Miranda

Espanha e Suíça golearam Luxemburgo e San Marino, respectivamente e garantiram seus lugares no Euro 2016.

Com isso, já são nove as classificadas: além do país sede, a França, Inglaterra, República Checa, Islândia, Áustria, Irlanda do Norte e Portugal.

A atual campeã europeia Espanha avançou com uma goleada por 4-0 sobre Luxemburgo, que veio com dois goles de Santi Cazorla e outros dois de Paco Alcácer.

Com a derrota em casa para a Bieolorrússia (0-1), a Eslováquia perdeu a chance de se juntar a Espanha e definir o Grupo C. A Ucrânia aproveitou o tropeço, bateu a Macedônia (2-0) se igualando à Eslováquia (19 pontos).

Na última rodada, a Ucrânia recebe a classificada Espanha e a Eslováquia joga em Luxemburgo: se acabarem empatados, a vantagem no confronto direto é da Eslováquia.

San Marino resistiu à Suíça até os 55 minutos, mas depois que o capitão Gökhan Inler marcou de pênalti, outros 6 gols saíram em apenas 35 minutos e a vaga veio com um goleada por 7-0.

 

Já classificada, a Inglaterra fez 2-0 sobre Estônia e manteve os 100% de aproveitamento: Theo Walcott e Raheem Sterling marcaram em Wembley. Se vencer a Lituânia em seu último jogo na segunda (12), no Estádio LFF stadionas, Vilnius, o time de Roy Hodgson se torna apenas a 6ª equipe a somar o máximo de pontos em uma campanha de qualificação.

No mesmo grupo, as chances de classificação direta da Eslovênia terminaram com o empate em casa diante da Lituânia 1-1. O time no entanto quase que certamente deve terminar em 3º e fazer os playoffs – a Eslovênia só não chega nos playoffs se na terça feira perder para San Marino e a Lituânia vencer a Inglaterra, descontando uma diferença de 13 gols.

Os gols de Marus Berg e Zlatan Ibrahimovic, que chegou a perder um pênalti no primeiro tempo, garantiram a vitória sobre Liechtenstein (2-0) pelo menos o 3º lugar do Grupo G à Suécia (15 pontos).

assetGOAL | Switzerland 1-0 San MarinoIf they hold onto the lead they will qualify tonight for #Euro2016! Courtesy: SSN

Posted by fanatix on Sexta, 9 de outubro de 2015

A 2ª colocação e a vaga direta vai ficando com a Rússia (17), que fez 2-1 na Moldávia no Stadionul Zimbru, em Chisinau.

Na última rodada, na segunda (12) os russos jogam em casa na Otkrytie Arena, Moscou contra Montenegro: com 10 gols a mais no saldo e vantagem no confronto direto, um empate (1 ponto) basta para a Rússia se classificar.

À Suécia, que recebe a Rep. Moldava na Friends Arena, em Solna, não resta nada a não ser vencer e torcer por Montenegro.

 


Euro: Portugal classificado. Dinamarca e Albânia disputam 2ª vaga do grupo
Comentários Comente

Celso de Miranda

Um empate bastaria, mas Portugal garantiu a classificação para a Eurocopa 2016 ao bater a Dinamarca, por 1-0, no , nessa quinta-feira, com gol de João Moutinho.

Em casa, com o Estádio Municipal de Braga tomado por uma torcida inflamada, os portugueses tentaram assumir as iniciativas da partida desde o início do jogo, mas pela frente encontrara uma Dinamarca atrevida, pois só a vitória interessava.

Além da vaga, a vitória garantiu a Portugal o primeiro lugar do Grupo I

Opinião
“Entramos focados e a equipe tentou sempre ganhar”, disse Fernando Santos, técnico de Portugal.

“Não tivemos muitas oportunidades, é verdade, mas procuramos sempre chegar ao gol. Tivemos dificuldades, mas conseguimos voltar ao jogo e marcamos”, analisou. “Depois nos últimos minutos soubemos manter o resultado que era muito importante para todos.”

“A classificação é muito importante para nós e conseguir o objetivo de ficar em primeiro lugar é mérito dos jogadores que participaram desses seis jogos, pela atitude, entrega e vontade de ganhar sempre”, elogiou o Santos. “E eles conseguiram. Felizmente!”

Domingo
O resultado só nó foi pior para a Dinamarca porque a Albânia perdeu em casa para a Sérvia (0-2). Assim o time permaneceu  na 2ª colocação do grupo (12 pontos) e manteve a esperança de avançar.

Porém a Dinamarca não joga mais e na última rodada apenas torce para a Albânia (11 pontos) não vencer a já desclassificada Armênia, no Estádio Vazgen Sargsyan anvan Hanrapetakan Marzadasht, em Ierevan

 


Em boa fase na MLS, Giovinco volta à Azzurra
Comentários Comente

Celso de Miranda

O atacante Sebastian Giovinco do Toronto FC, favorito ao prêmio de MVP da temporada regular da Major League Soccer foi cconvocado pelo técnico Antonio Conte, para integrar a seleção italiana, que enfrenta na próxima semana  Azerbaijão e Noruega nas Eliminatórias da Euro 2016.

Atual líder do Grupo H com 18 pontos (2 à frente da Noruega, e a 4 da Croácia, que vem em 3º), a Itália vive porém uma admitida falta de gols.

O time marcou apenas 1 gol/jogo, nas últimas 3 partidas: 1-1 contra a Croácia, 1-0 na fraquíssima Malta e 1-0 na Bulgária.

Em 29 jogos da MLS pelo Toronto, Giovinco marcou 21 gols (vice-artilheiro) e deu 15 assistências, número recorde na história do torneio.

Nesse sábado, voltou a marcar na vitória do Toronto sobre o Philadelphia Union (3-1).

You be the judge! Did Sebastian Giovinco cross the ball or go for goal?

Posted by Toronto FC on Sábado, 26 de setembro de 2015

Aos 28 anos, o ex-atacante da Juventus tem 21 jogos pela seleção (1 gol), mas não joga pela Azzurra desde as Eliminatórias da Copa do Mundo do Brasil.

Nesse ano, chegou a ser chamado por Conte, mas não pode se apresentar pois estava lesionado.

City
O veterano meio-campista do New York City FC Andrea Pirlo mais uma vez foi chamado por Antonio Conte.


Áustria goleia na Suécia e garante classificação antecipada
Comentários Comente

Celso de Miranda

Com uma goleada por 4-1 sobre a Suécia fora de casa, no Friends Arena, em Solna, a Áustria juntou-se a República Checa, Inglaterra e Islândia e garantiu nessa terça-feira uma vaga na Eurocopa da França em 2016, como campeão do Grupo G das Eliminatórias.

► UEFA EURO 2016 Qualifier REPORT, HIGHLIGHTS, and WRAP: Sweden 1-4 Austria.Former Sydney FC striker Marc Janko scored again as Austria confirmed qualification by thrashing Sweden. Other results, including San Marino scoring its first goal of the campaign, in our Euro wrap. Click “learn more” for match report, highlights, and wrap.

Posted by SBS The World Game on Terça, 8 de setembro de 2015

 

Associado às vitórias da Rússia (14 pontos) sobre Liechtenstein (0-7) e de Montenegro (11) sobre Rep. Moldava (0-2), o resultado derrubou a Suécia (12) para o 3º lugar.

Na última rodada em outubro os suecos vão precisar vencer Liechtenstein (fora) e a Moldávia (em casa) e torcer por um tropeço da Rússia, que enfrenta a Moldávia fora e recebe Montenegro.

 


Rooney bate recorde na vitória da Inglaterra
Comentários Comente

Celso de Miranda

Wayne Rooney voltou a marcar de pênalti na vitória da Inglaterra por 2-0 na Suíça, nessa terça-feira, no Estádio Wembley, em Londres e atingiu o recorde de gols pela seleção: Rooney tornou-se o primeiro jogador inglês a marcar 50 gols com a camisa da Three Lions.

Wayne Rooney SpeechWayne Rooney receives a special changing room welcome from his teammates and makes a speech after becoming England’s top goalscorer ever.

Posted by England Football Team on Terça, 8 de setembro de 2015

 

O gol do capitão inglês aos 84′ selou a 8ª vitória consecutiva da equipe de Roy Hodgson no Grupo E.o triunfo da Inglaterra, depois de Harry Kane ter aberto o marcador (67′).

Já classificada, a Inglaterra chegou aos 24 pontos e garantiu o primeiro lugar do grupo.

Já a Suíça com 15 pontos, ainda terá que defender o 2º lugar contra Eslovênia (12), Estônia (10) e até a Lituânia (9), nos dois jogos da última rodada, em outubro, quando joga em casa com San Marino e fora com a Estônia.

Já a Eslovênia enfrenta Lituânia em casa e San Marino fora.