Blog FastFut

Arquivo : Liga dos Campeões

UEFA ameaça punir Celtic por causa de bandeira palestinas na arquibancada
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Celtic pode enfrentar multa ou ter parte do seu estádio fechado nas próximas partidas do torneio depois que torcedores levaram bandeiras palestinas durante a vitória por 5-2 vitória sobre o Hapoel Beer-Sheva, de Israel na primeira partida dos playoffs de classificação da Liga dos Campeões, nessa quarta-feira no Celtic Park, em Glasgow.

Brigada: manifestação pode acabar em punição

Brigada: manifestação pode acabar em punição

O órgão máximo do futebol europeu proíbe manifestações políticas nos estádios e em ocasiões anteriores em que bandeiras, faixas ou banners foram mostrados em partidas contra clubes de Israel, a entidade acabou considerando o ato como “gestos provocativo”.

Responsável pela iniciativa, a torcida organizada conhecida como Green Brigade (“Brigada Verde”), teve mais de 1,5 mil confirmações no evento ‘Fly the Flag For Palestine, For Celtic, For Justice‘ (Agite a Bandeira pela Palestina, Pelo Celtic e pela Justiça’) criado em uma rede social: a entidade estima ter distribuídos mais de 3 mil bandeiras.

John N.F., um dos organizadores do evento, disse que os torcedores não são políticos, mas esperam mostrar aos palestinos que o apoio à sua luta está  viva e bem na Europa.

“O Celtic nasceu de comunidades irlandesas marginalizadas da Escócia e montou sua base em lutas por justiça social e pelos direitos dos trabalhadores em Glasgow”, afirma. “Hoje o time conta com muitos torcedores nas comunidades de imigrantes e refugiados.”

Em sua página na rede social, o grupo explicou que se opõe à participação de equipas israelenses nas competições europeias e dizem que seus representantes “não devem ser autorizados a participar das competição devido ao sistema de leis e práticas de apartheid, incluindo a colonização com base religiosa e étnica, ocupação militar e segregação do que resta da terra palestina.”

Apoio continua: time já foi punido em 2014

Apoio continua: time já foi punido em 2014

Multas e punições
O Celtic já foi punido pela UEFA 8 vezes nos últimos 5 anos por uma variedade de ofensas atribuídas à sua torcida: em uma delas o time foi multado em £ 16 mil  (R$ 66 mil) depois que a torcida entrou portando bandeiras palestinas contra o KR Reykjavik, da Islândia, na 2ª fase Pré-eliminatória da Liga dos Campeões  em julho de 2014.

“A Comissão Disciplinar, de Controle e Ética da UEFA considera a bandeira da Palestina um símbolo político, porque o conflito com as forças israelenses na região ainda está em curso”, disse a UEFA em comunicado na época.

No total, o Celtic acumula £ 123 mil (quase R$ 510 mil) por uma série de violações dos torcedores em jogos europeus, incluindo o uso de foguetes, banners com mensagens proibidas e comportamento e conduta imprópria.

Como é reincidente, se a entidade vier a formalizar uma acusação e o Celtic for considerado culpado, o time que praticamente garantiu uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões, pode até ter partes de seu estádio fechado e ter de jogar com torcida restringida nos próximos jogos europeus.


Pato marca, mas Villareal perde nos playoffs da Liga dos Campeões
Comentários Comente

Celso de Miranda

O atacante Alexandre Pato marcou seu primeiro gol com a camisa do Villareal nessa quarta-feira diante do Monaco, no Estádio El Madrigal: o gol do brasileiro, o primeiro por um torneio europeu desde novembro de 2012 porém, não foi suficiente para evitar a derrota em casa na primeira partida dos playoffs da Liga dos Campeões.

Outro brasileiro, o lateral Fabinho deu a vantagem aos visitantes logo aos 3′ cobrando pênalti cometido pelo zagueiro Alfred N’Diaye, que derrubou o atacante Thomas Lemar.

Primeiro gol: Pato marca, mas espanhois caem diante do Monaco

Primeiro gol: Pato marca, mas espanhois caem diante do Monaco

Pato empatou ainda no primeiro tempo (36′), mas o português Bernando Silva marcou o gol da vitória aos 72′.

Não houve vencedor no clássico entre  Porto e Roma no Estádio do Dragão: os visitantes saíram na frente com um gol contra do zagueiro brasileiro Felipe (21′). No 2º tempo, o capitão André Silva empatou cobrando pênalti.

“Só temos a lamentar não ter marcado mais gols no primeiro tempo, quando tivemos as melhores chances,” disse o meia belga Radja Nainggolan, que lamentou a expulsão do compatriota Thomas Vermaelen, ainda no primeiro tempo.

Jogar com 10 homens por uma quase hora nos custou muita energia, mas nós lutamos duro. No final foi um resultado positivo e agora temos de garantir a classificação em casa.

Mais
O Celtic, do técnico Brendan Rodgers goleou o Hapoel Beer-Sheva por 5-2 no Celtic Park, em Glasgow: o australiano Tom Rogic (9′) abriu o placar e Leigh Griffith marcou duas vezes ainda no primeiro tempo (39′, 45+1′).

No início do 2º tempo, o brasileiro Lucio Maranhão (55′) e o capitão israelense Maor Melikson (58′) chegaram a assustar o torcedor, mas o francês Moussa Dembelé (73′) e o capitão Scott Brown (85′) fecharam a goleada, deixando o time escocês em ótima condição de conseguir a vaga na próxima semana e avançar para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Em Dublin, o campeão polonês Legia Warszawa venceu o irlandês Dundalk por 0-2: o time do técnico belga Besnik Hasi, que assumiu após a saída do russo abriu o placar com o húngaro Nemanja Nikolić na cobrança de pênalti (56′). Já nos acréscimos, o suíço Aleksandar Prijovic aumentou (90+3′).

Pelo mesmo placar, o campeão búlgaro Ludogorets venceu o Viktoria Plzeň, da República Checa, jogando em casa, no Estádio Nacional Vasil Levski, em Sofia.

 


Dois brasileiros na seleção da semana da Champions
Comentários Comente

Celso de Miranda

A vitória do Atlético de Madrid garantiu a presença de quatro jogadores dos seus jogadores na equipa da semana: Cristiano Ronaldo é o destaque individual e Casemiro e Filipe Luís representam o Brasil.

O sorteio das semifinais acontece nessa sexta-feira na Suíça, a partir das 7h30.

Organizada pelo site oficial da UEFA

Eleitos: site oficial da UEFA escolheu os 11

Goleiro: Joe Hart (Manchester City)
Com defesas mais seguras que difíceis, sua atuação foi crucial para manter a tranquilidade do time que hoje tem em seu goleiro um ponto forte:  ajudou o City a passar o segundo jogo consecutivo sem sofrer gols em casa na Liga dos Campeões.

Lateral-direito: Dani Carvajal (Real Madrid)
Nenhum jogador do Real correu mais do que o lateral (10,85km), que deu a assistência para o primeiro gol da partida, contribuindo de forma decisiva para a virada merengue.

Zagueiro: Nicolás Otamendi (Manchester City)
Um dos responsáveis pela atuação discreta da dupla Ibrahimović e Edinson Cavani, o zagueiro da seleção argentina mostrou aguentar pressão, realizando cortes providenciais quando o Paris se mostrou mais ameaçador.

Zagueiro: Diego Godín (Atlético Madrid)
O uruguaio teve mais uma vez uma exibição heroica no meio da defesa do Atlético, salvando passes determinantes que mantiveram o ataque do Barcelona em branco.

Lateral-esquerdo: Filipe Luís (Atlético)
Vibrante pelo lado esquerdo ao longo de toda a partida, o brasileiro fez vários desarmes vitais e teve ainda tempo para, perto do fim, avançar e conquistar o pênalti que deveria ter tirado Iniesta do jogo e selou o desfecho da eliminatória.

Meio-campista: Arturo Vidal (Bayern de Munique)
O chileno foi uma ameaça sempre que surgiu no ataque, causando muitos problemas à defesa do Benfica ao longo dos 180 minutos da eliminatória. Depois de marcar em Munique, o lindo chute de Vidal de esquerda da entrada da área que restabeleceu a igualdade em Lisboa foi crucial para o Bayern.

Meio-campista: Casemiro (Real Madrid)
Com o time sendo obrigado a parti para o ataque, coube ao brasileiro dobrar a energia, inteligência e equilíbrio que   Zinédine Zidane precisa ter na tomada e distribuição da bola no centro do campo.

Casemiro: segurança e técnica no meio campo de Zidane

Casemiro: cabeça e coração no meio campo de Zidane

Meia: Kevin De Bruyne (Manchester City)
O mais criativo dos jogadores do meio-campo do City marcou com um belo chute colocado o gol da partida contra o PSG, num momento que já é história para o Manchester City.

Meia: Saúl Ñíguez (Atlético Madrid)
O meio-campista de 21 anos vem fazendo uma grande campanha em La Liga, mas nessa quarta, na Liga dos Campeões, talvez tenha feito sua melhor partida na temporada, segundo o próprio técnico Diego Simeone. Saúl conferiu solidez ao meio quando defendeu e impressionou também no ataque, dando o cruzamento para o primeiro gol de Antoine Griezmann.

Atacante: Cristiano Ronaldo (Real Madrid)

O astro português marcou seu 5º “hat-trick” na Liga dos Campeões (o 3º na atual temporada) e chegou aos 16 gols em 10 jogos, ficando a apenas um do seu próprio recorde, estabelecido em 2013/14.

Atacante: Antoine Griezmann (Atlético Madrid)
Jogando praticamente sozinho na frente, o francês não parou de se movimentar e dar opções ao time de Simeone e foi recompensado com dois gols: no primeiro completando de cabeça com perfeição um cruzamento não menos inspirado de Saúl Ñíguez e no segundo, cobrou o pênalti provocado por Iniesta, que matou a jogada de gol no excelente contra-ataque puxado por Filipe Luis.


De Bruyne acredita em título do City na Champions League
Comentários Comente

Celso de Miranda

Nessa quarta-feira no Parc des Princes em Paris, o Manchester City começa a disputar pela primeira vez em sua história a fase quartas de final da Liga dos Campeões da UEFA.

De acordo com uma de suas principais estrelas, o belga Kevin De Bruyne, porém o time está longe de estar satisfeito e tem ambições de ir muito além do jogo de volta, no dia 12, quando o City receber o PSG no Etihad Stadium.

KDB’s wonderful volleyManchester City FC looking in fine form ahead of their UEFA Champions League clash with PSG – Paris Saint-Germain. Kevin De Bruyne opening the scoring against AFC Bournemouth

Publicado por SBS The World Game em Sábado, 2 de abril de 2016

“Vejo o Manchester City no mesmo nível das outras equipes e temos plenas condições de vencer o título desta temporada,” disse Kevin De Bruyne que voltou de lesão no domingo e marcou na goleada do City sobre o Bournemouth (4-0). O jogador falou ao site do clube nessa segunda-feira.

O City venceu dois títulos da Premier League desde que o Abu Dhabi United Group comprou o clube em 2008, mas jamais havia passado das oitavas na Liga dos Campeões: nas últimas duas temporadas o time caiu em confrontos diante do Barcelona.

“É um torneio, então você nunca sabe”, disse o ex-Wolfsburg, que acrescentou que seria a realização de um sonho vencer antes do técnico Manuel Pellegrini deixar o clube. “Se nosso time jogar no seu melhor, sempre temos uma chance.”

De Bruyne voltou no domingo e marcou contra o Bournemouth

De Bruyne voltou no domingo e marcou contra o Bournemouth

Rival
O PSG só perdeu um dos seus últimos 25 jogos em casa, somando todas as competições.

Sobre a importância de marcar fora de casa para ter vantagem em Manchester, De Bruyne opinou: “Depende. Cada um tem uma visão diferente, porque voltar com um 0-0 de lá também pode ser bom.”

“Eu acho que a nossa equipe sempre cria chances, não somos um time defensivo, então eu não acho que essa é uma questão principal”, avaliou. “Somos um time com muitas opções então… Vamos ver o que acontece.”


Gent: depois de 15 anos um time belga chega às 8as. da L-Campeões
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Gent venceu o Zenit St. Petersburg por 2-1 nessa quarta-feira e conquistou a 2ª vaga do Grupo H nas oitavas de final da Liga dos Campeões à frente de Valência e Lyon, em sua primeira participação.

Campeão da Bélgica pela primeira vez em sua história na temporada passada, o time se torna o primeiro desse país a chegar às oitavas de final depois de 15 ano: o último havia sido o Anderlecht em 2000/01.

Na época, no entanto a fase com 16 times era decidida entre 4 grupos de 4 times classificando-se os 2 melhores de cada grupo: naquele ano, o Andrelecht jogou o Grupo D, contra Real Madrid, Lazio e Leeds, e Real e Leeds avançaram às quartas de final.

Portanto o Gent é o primeiro time belga a avançar para a fase eliminatória do torneio.

Laurent Depoitre e Danijel Milicevic marcaram para o Gent, que, de quebra, impediu que o time da Rússia, que já havia conquistado o primeiro lugar do grupo se tornasse apenas o 7º a completar a fase de grupos da Liga dos Campeões com 100% de aproveitamento.

O sorteio que define os confrontos das oitavas-de-final acontece na próxima segunda (14), à partir das 9h.


Ronaldo quebra recordes na goleada do Real Madrid sobre o Malmö
Comentários Comente

Celso de Miranda

Com o primeiro lugar do Grupo A já garantido, o Real Madrid tinha pouco em jogo na última partida da fase de grupos da Liga dos Campeões, no entanto os homens de Rafael Benitez ainda produziram um desempenho impressionante ao golear o Malmö (8-0), com Cristiano Ronaldo escrevendo outro capítulo da história do torneio.

VIDEO Real Madrid 8 – 0 Malmo (Champions League) Highlights – See more at: http://goal91.com

Posted by Goal91 on Terça, 8 de dezembro de 2015

Ronaldo marcou 4 vezes e quebrou seu próprio recorde de gols na fase de grupos, superando a temporada 2013-2014, quando marcou 9 vezes (marca igualada na temporada passada pelo atacante Luiz Adriano Shakhtar Donetsk).

O resultado igualou a maior vitória já Liga dos Campeões: em 06 de novembro de 2007 o Liverpool bateu o Besiktas também por 8-0.

No Estádio Santiago Bernabéu, o português se tornou apenas o 4º jogador do Real Madrid na história a marcar quatro vezes em um jogo da Liga dos Campeões (Copa dos Campeões Europeus), seguindo os passos de Alfredo Di Stéfano, Hugo Sanchez e Ferenc Puskas. O único desde que a competição assumiu o atual formato.

VIDEO PSG 2 – 0 Shakhtar Donetsk (Champions League) Highlights – See more at: http://goal91.com

Posted by Goal91 on Terça, 8 de dezembro de 2015

O recorde de 5 gols numa partida ainda é de Lionel Messi e Luiz Adriano.

Além dos gols de Ronaldo, Karim Benzema marcou 3 vezes e o volante croata Mateo Kovačić deixou o seu.

Na outra partida do Grupo, o Paris Saint-Germain venceu o Shakhtar Donetsk por 2-0, no Parc des Princes, com gols de Lucas e Zlatan Ibrahimović, que com o gol se tornou o maior goleador da história do time nos torneio da UEFA.


Há 21 anos, ao lado de Cantona e Roy Keane, Beckham marcava seu 1º gol
Comentários Comente

Celso de Miranda

Manchester United e Galatasaray se enfrentam numa quarta-feira à noite fria de dezembro pela Liga dos Campeões da temporada de 1994/95.

Para um jogador seria uma noite especial: aos 19 anos, David Beckham recebia uma chance entre os titulares para jogar aos lado de alguns dos grandes ídolos clube, como Sam Davies, Roy Keane e Eric Cantona.

“Meia hora antes de marcar meu meu primeiro gol eu ainda não tinha a menor ideia de que seria possível”, lembrou Beckham em sua autobiografia de 2003.

“O Eric Cantona foi o primeiro a chegar perto de mim e eu o abracei. Meus ouvidos estavam zumbindo, eu gritava e ele teve que praticamente teve que puxar de volta para o campo. Eu não queria largá-lo”, contou “Eu pensava, ‘marquei um gol e eu estou comemorando com Eric Cantona.”

Torcedor
Beckham havia estreado no Manchester United dois anos antes, em Brighton num empate pela Copa da Liga, ao lado de uma série de jovens jogadores da base, que haviam chamado a atenção do técnico Alex Ferguson após vencerem a Youth Cup de 1992.

Video: Five of the best from BecksDavid Beckham scored his first United goal on this day in 1994 – check out five of his best Premier League strikes!

Posted by Manchester United on Segunda, 7 de dezembro de 2015

 

Porém, dois anos depois diferentemente de Gary Neville, Nicky Butt, Ryan Giggs e Paul Scholes, que já tinham se firmado como titulares do time Beckham ainda não conseguira um lugar na equipe principal.

Naquela noite de dezembro, porém o jovem jogador começou a virar ídolo: com 38 minutos jogados, depois de Davies ter aberto o placar, Beckham marcou aquele que seria o primeiro de seus 85 gols em 266 jogos pelos Diabos Vermelhos.

Sob o comando de Alex Ferguson ganhou seis títulos na Premier League, duas Copas da Inglaterra e, ainda a Liga dos Campeões em 1999.

Beckham é o jogador de linha com mais partidas pela seleção da Inglaterra na história, somando 115 jogos, recorde superado apenas pelo goleiro Peter Shilton (125).

Foi ainda capitão em mais de 50 jogos e representou a Inglaterra nas Euro 2000 e 2004, e nas Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006.


Benfica elimina Astana e fica bem perto da classificação
Comentários Comente

Celso de Miranda

Num jogo que podia decidir por antecipação sua classificação para a fase Eliminatória da Liga dos Campeões, o Benfica foi surpreendido no Cazaquistão e sofreu para apenas empatar com o Astana.

Aos 30 minutos, o atual campeão português já perdia por 2-0 depois que Patrick Twumasi e Marin Aničić marcaram para os anfitriões.

O Benfica diminuiu ainda no primeiro tempo com o mexicano Raúl Jiménez (41′), autor também do gol de empate já aos 72′.

“Foi um jogo difícil, como sabíamos que ia ser. Fomos sempre uma equipe forte, mas acabamos sendo surpreendidos com dois gols em jogadas, que sabíamos seriam as armas deles”, disse o treinador Rui Vitória do Benfica.

“Nosso mérito foi não ter perdido a cabeça. O time se manteve ligado no jogo e depois de fazermos dois gols fomos sempre à procura do terceiro.”

“Queríamos outro resultado, mas diante das circunstâncias, o empate foi bom e nos deixou bem perto do nosso objetivo”, afirmou Vitória.

O líder Benfica foi a 10 pontos e pode ser alcançado pelo Atlético (7), que recebe ainda nessa quarta o Galatasaray (4) no Estádio Vicente Calderón.

Os dois clubes se enfrentam em Lisboa na última rodada (10 de dezembro) e se estiverem com a mesma pontuação, o empate beneficia o Benfica, que venceu os espanhóis em Madri, por 2-1.

Além de perder para o Atlético na última rodada , o Benfica só não consegue a vaga se o Galatasaray vencer o Atlético nessa quarta e voltar a vencer o Astana na última rodada: já que entre gregos o portugueses não há vantagem no confronto direto (cada um venceu uma partida em casa por 2-1).

Aí a decisão seria no 2º quesito: saldo de gols.


Champions Feminina: Barcelona, Wolfsburg, Lyon e Frankfurt vencem fora
Comentários Comente

Celso de Miranda

Anja Mittag se tornou nessa tarde a maior goleadora da história da Liga dos Campeões Feminina: a alemã marcou seu 49º gol na competição no empate entre Paris Saint-Germain e Örebro (1-1), na Suécia, na primeira partida das oitavas de final do torneio.


1-1 Anja Mittag Goal UEFA Women’s Champions… por diyan-delev

O time da casa vencia até os 71′: a finlandesa Sanna Talonen havia aberto o placar para o time da casa aos 3′. Na semana que vem, os dois times voltam a se enfrentar no Estádio Charlety, em Paris.

Curiosamente, das 6 partidas realizadas apenas uma, a vitória do Brescia sobre o Fortuna, o time da casa venceu: Daniela Sabatino marcou logo aos 3′ o único gol da partida. Foi a 3ª vitória por 1-0 do Brescia nessa campanha.


[HIGHLIGHTS] FUTBOL FEM (UEFA Women’s Champions… por fcbarcelona

O estreante Chelsea não conseguiu segurar o bicampeão Wolfsburg: logo no início da partida, um gol contra da zagueira Claire Rafferty, deu a vantagem ao time alemão (3′).

Por coincidência, foi também um gol contra que restabeleceu a igualdade no placar: a zagueira Babett Peter marcou para o Chelsea (58′).

No final, a norueguesa Graham Hansen de apenas 20 anos, que veio do banco no lugar de Alexandra Popp deu a vitória às “Lobas”.


1-3 Ada Hegerberg Goa UEFA Women’s Champions… por diyan-delev

O outro representante alemão, o Frankfurt também venceu: jogando em Lilllestrom, o atual campeão bateu o LSK por 2-0, com gols de Mandy Islacker e da veterana Kerstin Garefrekes.

O Barcelona também venceu fora de casa: com um Gol de Olga Garcia, o time espanhol bateu o Twente em Enschede, diante de 15.459 torcedores, um recorde para o futebol feminino na Holanda.

O campeão francês e atual líder da temporada da França, o Lyon comprovou a boa fase, porém o Atlético pode se orgulhar por ter, enfim imposto à equipe francesa seu primeiro gol na temporada: até hoje, em 11 jogos oficiais, o Lyon havia feito 61 gols e não sofrido nenhum.

Mais 2 jogos amanhã

Mais 2 jogos amanhã

Com o resultado de hoje o placar é 64 a 1.

Com dois marcados na vitória sobre o Atlético em Madri, a atacante norueguesa Ada Hegerberg, do Lyon, chegou a 6 gols, ultrapassando a brasileira Cristiane (5), do PSG no topo da artilharia.

Quinta
A rodada se completa com dois jogos nessa quinta-feira: o Slavia Praha recebe o Zvezda 2005, o Rosengård de Marta joga em Verona.


Neymar e Suárez asseguram vitória do Barça
Comentários Comente

Celso de Miranda

Dois gols de Neymar e um de Luis Suárez deram a vitória ao Barcelona sobre o BATE Borisov e deixaram o campeão europeu a um ponto das oitavas de final da Liga dos Campeões.

VIDEO Barcelona 3 – 0 BATE Borisov (Champions League) Highlights – See more at: http://goal91.com

Posted by Goal91 on Quarta, 4 de novembro de 2015

O brasileiro que não marcava na Liga dos Campeões desde a final da temporada passada, abriu o placar cobrando um pênalti polêmico marcado pelo árbitro húngaro István Vad, que viu uma falta do zagueiro Filip Mladenović, do BATE em Munir El Haddadi.

Luis Suárez marcou pela 9ª vez nos últimos 8 jogos

No outro jogo do grupo a Roma venceu o Bayer Leverkusen por 3-2.

Na próxima rodada (24/11), o BATE Borisov (3 pontos) recebe o Bayer Leverkusen (4), na Borisov-Arena, e o
Barcelona (10) enfrenta a Roma (5), no Estádio Camp Nou.

Com um empate, o Barcelona já estará classificado.