Blog FastFut

Arquivo : Ramires

Gols brasileiros levam times chineses à liderança da Champions da Ásia
Comentários Comente

Celso de Miranda

Com um gol de Ramires, o Jiangsu Suning venceu fora de casa o Gamba Osaka (0-1), nessa quarta-feira, em jogo válido pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões Ásia.

O brasileiro já havia marcado o gol da vitória  na estreia do time, em fevereiro, diante do Jeju United, da Coreia do Sul.

Com a vitória, o time chinês assumiu a liderança isolada do Grupo H, com 9 pontos.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima rodada, no dia 11/4, no Olympic Sports Center, em Nanjing, na China.

Na outra partida do grupo, o Adelaide United empatou diante do Jeju United (3-3), num jogo emocionante, com 6 gols marcados no 2º tempo.

Gol da vitória: Ramires garante os 100%

Foi o 1º ponto do atual campeão australiano no torneio.  Os sul-coreanos têm 4 e os japoneses 2.

Jogos
Nos outros 2 jogos do dia, válidos pelo Grupo F, o Shanghai SIPG venceu o Urawa Reds por 3-2: Elkesson e Hulk marcaram pelo time chinês.

O Sydney Wanderers também pontuou pela primeira vez: os australianos bateram o FC Seoul, na Coreia do Sul, por 2-3.

Entre os 32 times dessa fase, os chineses Shanghai e Jiangsu são os únicos com 100% de aproveitamento.

Veja todos os resultados da 3ª rodada, que começou na segunda-feira:

Próxima rodada acontece nos dias 10, 11 e 12/4


Ramires marca gol da vitória do Jiangsu na estreia na Champions da Ásia
Comentários Comente

Celso de Miranda

Jogando fora de casa, o Jiangsu Suning (China) venceu o Jeju United (Coreia do Sul) por 1-0, nessa quarta-feira na estreia dos 2 times na fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia.

O único gol da partida foi marcado pelo brasileiro Ramires, no último minuto de jogo.

Na outra partida do Grupo H, o Gamba Osaka do Japão, que veio da pré-eliminatória, onde eliminou o Johor, da Malásia, venceu o atual campeão australiano Adelaide United, por 3-0, fora de casa.

História
Ainda nessa quarta, o Guangzhou Evergrande, do brasileiro Luiz Felipe Scolari, goleou o Eastern, de Hong Kong, por 7-0 e se isolou na liderança do Grupo G (Paulinho marcou o 6º dos campeões chineses).

A partida marcou a estreia da técnica Chan Yuen-ting, 1ª mulher a treinar um time masculino na história da competição.

Na outra partida do grupo, Kawasaki Frontale (do Japão) e o Suwon Bluewings (da Coreia do Sul), empataram em 1-1.

Completa
Os 4 jogos dessa quarta-feira completaram a primeira rodada da fase de grupos na Liga dos Campeões da Ásia, que começou na segunda.

Depois de 3 pré-eliminatórias, nessa fase os times são divididos regionalmente: os grupos de “A” a “D” reúnem os representantes das regiões ‘Central’, e ‘Oriente Médio’.  Arábia Saudita, Irã, Emirados Árabes Unidos têm 4 times cada um.

Catar e Uzbequistão têm 2 representantes cada.

Nos grupos de “F” a “I” estão os times das regiões “Leste” e “Sul”: Japão e Coreia do Sul têm 4 representantes cada.

Austrália e China, com 3 times cada, e Hong Kong e Tailândia. com 1, completam a lista.

Na terça, destaque para a vitória do Shanghai SIPG, que venceu o Seoul FC por 1-0 na Coreia do Sul, com gol do brasileiro Hulk.

 

 


L.Campeões da Ásia: como foram os times chineses?
Comentários Comente

Celso de Miranda

Não há como negar que diante de contratações que consumiram dos clubes chineses recursos combinados de mais de de € 300 milhões (ou R$ 1,29 bilhão), esperava-se que a estreia de jogadores como Alex Teixeira, Jackson Martinez e Ramires tivesse impacto imediato na Liga dos Campeões.

Mas não foi como os torcedores – e os investidores – esperavam. Apesar de todo o investimento para reforçar seus plantéis não foram os times chineses, mas os iranianos os maiores vencedores da primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia, que começou essa semana.

Os 3 times que representam o futebol iraniano – o Follad Sepahan, o Zobahan e o Tractorsazi Tabriz – venceram na estreia e lideram os grupos A, B e C, respectivamente.

Os 4 times da Coreia do Sul também tiveram boas perfomances: com as vitórias de Jeonbuk Motors e FC Seoul (que lideram os grupos E e F) – e os empates de Pohang Steelers e Suwon Bluewings -, os sul-coreanos além de registrar o 2º maior número de vitórias por países, permanecem invictos na competição.

Dos 4 clubes chineses representantes da liga que quebrou o recorde  nacional de transferências quatro vezes nas últimas semanas e superou os gastos do Campeonato Inglês, o que mais investiu foi o Jiangsu Suning, que venceu grandes clubes europeus para contratar por € 50 milhões o brasileiro Alex Teixeiraa, do Shakhtar Donetsky.

Todos os resultados: iranianos 3 vitórias

Todos os resultados: Chineses abaixo das expectativa

O clube anteriormente conhecido como Jiangsu Sainty,  gastou ainda €28 milhões para trazer outro meia brasileiro, Ramires do Chelsea.

Na sua estreia na Liga dos Campeões, porém o time com sede em Nanjing, não foi além de um empate em 1-1 diante do fraco Becamex Binh Duong, time do Vietnã.

O gol foi do meia Ji Xiang, numa jogada toda criada pelo melhor da partida, justamente o 3º brasileiro trazido essa temporada, o atacante Jô, que estava no Al-Shabab, da Arábia Saudita

A derrota pode complicar o futuro do Jiangsu no Grupo E, que tem os campeões de 2006 Jeonbuk Hyundai e o FC Tokyo.

Ramires: muita luta e boa estreia

Ramires: estreia modesta no time que mais investiu na China

Campeões
A grande ambição do Jiangsu é desafiar a supremacia do campeão chinês e asiático Guangzhou Evergrande, que porém não foi além de um modestíssimo 0-0 em casa diante do Pohang Steelers, da Coreia do Sul.

O maior reforço do time de Luiz Felipe Scolari para a temporada é o atacante colombiano Jackson Martinez, que custou €42 milhões, e estava no Atlético de Madri.

O Evergrande perdeu o brasileiro Elkeson, que estreou pelo Shangai SIPG time do técnico sueco Sven-Goran Eriksson e que tem também o argentino Dario Conca.

O Shanghai, porém foi derrotado na estreia pelo atual campeão australiano Melbourne Victory (2-1).

Coube ao último representante chinês no torneio, o Shandong Luneng, que parecia ter a estreia mais difícil fora de casa contra o atual campeão japonês Sanfrecce Hiroshima, registra a única vitória chinesa até agora.

O time do técnico Mano Menezes venceu por 2-1 de virada: o brasileiro Diego Tardeli, que está em sua segunda temporada no time, marcou o gol da vitória (78′).

Por decisão do último Congresso da AFC, as equipes do Oeste e Leste da Ásia serão mantidas até afinal. A medida destinada a impulsionar clubes do Oriente Médio, que venceram apenas uma das últimos 10 edições.

Uma vitória
Em seguida, com 1 vitória (e 2 representantes), vêm Austrália (Melbourne Victory) e  Qatar (El Jaish). Em ambos os casos, o outro time do país – Sydney FC e  Lekhwiya – foi derrotado.

Iranianos: mais vitórias na primeira rodada

Iranianos: mais vitórias na primeira rodada

4 países têm 4 times na competição, mas tiveram apenas 1 vitória nessa rodada: a Arábia Saudita (Al-Ahli Jeddah +3 empates), a China (Shandong Luneng +2 empates e 1 derrota)  e o Japão (Urawa Reds +3 derrotas).

Único time chinês a estrear com vitória, o Shandong Luneng, do técnico

Por fim, os países que não tiveram nenhuma vitória: com apenas 1 representante, a Tailândia/ Buriram United (derrota) e o Vietnã/Becamex Binh Duong (empate).

Com 4 representantes o Uzbequistão, não venceu nenhuma: foram 3 empates e uma derrota.

A segunda rodada da Liga dos Campeões acontece nas próximas terça e quarta-feira (1 e 2 de março)


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>