Blog FastFut

Nos pênaltis, Lyon bate o PSG e conquista a Liga dos Campeões Feminina
Comentários Comente

Celso de Miranda

O Lyon bateu o Paris Saint-Germain nos pênaltis  (7-6), nessa quinta-feira e conquistou a Liga dos Campeões Feminina pela 4ª vez.

Depois de um empate em 0-0 no tempo normal e na prorrogação, o título só foi decidido na 8ª cobrança de cada time: Katarzyna Kiedrzynek, a goleira polonesa do PSG chutou para fora.

Em seguida, a também goleira Sarah Bouhaddi marcou e deu a vitória ao Lyon.

Com o resultado, o time se torna o maior vencedor do torneio, ao lado do Frankfurt. Além de conquista a 'tríplice coroa' (Campeonato Francês, Copa da França e Liga dos Campeões) pela 2ª temporada consecutiva.

Ao lado da capitã Wendie Renard, a goleira Bouhaddi ergue a taça

A final disputada no Cardiff City Stadium, no País de Gales, registrou a presença de 22.433 torcedores.

Visibilidade
A UEFA aproveitou a decisão da Liga dos Campeões Feminina entre Lyon e PSG para fazer o lançamento da campanha ''Together #WePlayStrong'', visando aumentar a participação – e a visibilidade – do futebol entre meninas e mulheres na Europa até 2022.

Segundo um estudo realizado pela entidade com mais de 4 mil meninas e jovens de 13 anos ou mais, o futebol pode ter um impacto positivo maior na autoconfiança das adolescentes do que outros esportes populares.


Lyon e PSG: final francesa na Liga dos Campeões Feminina
Comentários Comente

Celso de Miranda

Lyon e Paris Saint-Germain fazem nessa quinta-feira, 1º de junho, a final da Liga dos Campeões Feminina, no City Stadium, em Cardiff, no País de Gales.

No Brasil, o jogo será transmitido ao vivo pelo SporTV2, às 15h45.

Atual campeão, o Lyon vai jogar sua 6ª final (2010, 2011, 2012, 2013, 2016). Com vitórias em 2011, 12 e 16, o time busca seu 4º título, o que faria dele o maior vencedor do torneio ao lado do Frankfurt.

Por seu lado, o PSG joga sua 2ª final: em 2015, o clube parisiense foi derrotado (1-2) pelo Frankfurt.

Rivais
Com uma vitória para cada lado durante a temporada da liga francesa, da qual o Lyon terminou como campeão com 14 pontos à frente do PSG (que terminou em 3º), os rivais se enfrentaram ainda na final da Copa da França, há menos de duas semanas, onde depois de um empate em 1-1, o Lyon ficou com o título no pênaltis.

Se ganhar nessa quinta-feira, o Lyon vencerá a chamada 'tríplice coroa' pelo 2º ano consecutivo.

Para tanto, o time terá a volta de Alex Morgan, que sofreu um entorce no joelho em partida da Liga, há duas semanas, e ficou de fora da final da Copa da França.

O técnico do Lyon Gérard Prêcheur, em entrevista coletiva nessa quarta-feira, confirmou a presença da norte-americana: ''Ela já treinou e está disponível para a partida'', disse o treinador, que, no entanto não quis confirmar se Morgan vai começar a partida.

''Vocês só saberão amanhã'', despistou

O Lyon, da artilheira Ada Hegerberg, treinou nessa quarta em Cardiff

PSG
Do lado do PSG, o técnico Patrice Lair confirmou a presença das brasileiras Formiga e Cristiane, autora de um golaço na final da Copa da França.

Lair, que assumiu o PSG há menos de 1 ano e levou o Lyon a seus dois primeiros títulos europeus (2011 e 12), acredita que o ex-time é a equipe a vencer: ''Mesmo se Alex Morgan não jogasse, eles ainda têm Ada Hegerberg, Eugénie Le Sommer e Dzsenifer Marozsán'', elogiou. ''Eles têm provavelmente a melhor equipe do mundo atualmente.''

As brasileiras do PSG Cristiane e Formiga: último treino

''Mas temos nossas próprias forças'', completou. ''Talvez tenhamos um elenco um pouco menor, mas se jogarmos com todo nosso potencial, podemos vencer.''

Prêcheur negou, porém que seu time seja o favorito, dizendo acreditar numa final equilibrada: ''Nosso último encontro [na final da Copa da França acabou empatado e ganhamos apenas na 8ª penalidade. Eu acho que teremos um jogo nesse mesmo nível.''

''Você sempre quer ganhar títulos'', disse, sobre a motivação da equipe. ''No ano passado vencemos os 3 títulos que disputamos e podemos repetir o feito nessa temporada. Nenhum time nunca fez isso, então essa é uma ótima motivação.''


Mundial Sub-20: Zâmbia, Inglaterra e Uruguai avançam às quartas de final
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Zâmbia venceu a Alemanha por 4-3 na prorrogação e avançou às quartas de final da Copa do Mundo Sub-20, nessa quarta-feira, no Jeju World Cup Stadium, na Coreia do Sul.

Nos outros dois jogos do dia, a Inglaterra bateu a Costa Rica (2-1) e o Uruguai venceu a Arábia Saudita (1-0)  e se juntaram aos já classificados Portugal, que eliminou a seleção da casa por 3-1,  e à Venezuela, que passou pelo Japão (1-0), nessa terça.

Amanhã, as últimas 3 vagas nas quartas serão definidas nos confrontos entre México e Senegal, França e Itália, e Estados Unidos vs. Nova Zelândia.

Surpresa
A Alemanha saiu na frente no primeiro tempo, com um belo gol de falta de Philipp Ochs. Apenas 5 minutos após o intervalo, porém a Zâmbia começou a reação: Enock Mwepu tentou de bicicleta, mas foi Emmanuel Banda quem empatou o placar.

Fashion Sakala e Mwepu viraram o jogo.

Nos últimos minutos, no entanto a Alemanha reagiu: Suat Serdar (89') e Jonas Arweiler empatou já nos acréscimos (90+4'), mandando a decisão para o tempo extra..

Aos 2' do 2º tempo da prorrogação, o lateral Shemmy Mayembe marcou o gol que garantiu a vitória dos africanos.

Jogadores da Zâmbia comemoram classificação inédita

Funil
As partidas das 4as. de final acontecem nos dias 4 e 5 de junho: o único confronto já decidido é Portugal vs. Uruguai.

A Venezuela enfrenta o vencedor de EUA e Nova Zelândia: os dois jogos acontecem no domingo.

Na segunda-feira, a Zâmbia joga contra o vencedor de França e Itália e o vencedor de México e Senegal vai enfrentar a Inglaterra.


Kaká marca no retorno ao Orlando
Comentários 1

Celso de Miranda

Depois de mais de 50 dias afastado, Kaká voltou a campo nesse sábado e marcou o 2º gol na vitória do Orlando City por 2-0 sobre o Colorado Rapids, em partida válida pela 7ª rodada da Major League Soccer.

O brasileiro, que entrou aos 15' do 2º tempo, não atuava desde desde a rodada inicial dessa temporada, em 5 de março, quando deixou o campo aos 11' com uma a lesão no músculo isquiotibial.

''Eu não posso colocar em palavras o que estou sentindo, a emoção de estar de volta, para marcar e ganhar outro jogo em casa'', disse Kaká, visivelmente emocionado após a partida.

''Quando eu entrei em campo e vi todos os torcedores batendo palmas e gritando meu nome… Foi inacreditável. Eu só tenho que agradecer a todos que estavam aqui essa noite para fazer este dia tão especial para mim.''

O colombiano Carlos Rivas abriu o placar aos 70' e nos acréscimos Kaká marcou aproveitando o rebote da trave depois de uma linda jogada do artilheiro Cyle Larin.

Kaká: reencontro com a torcida

O treinador do Orlando Jason Kreis admitiu que a entrada de Kaká e Rivas foi o ponto de virada do jogo: ''Fiquei muito satisfeito com o desempenho de Ricky'', disse ele, usando o apelido de Kaká.

''Ele e Carlos entraram e o jogo mudou para nós em uma direção muito positiva. Eu também fiquei contente de ver Ricky voltar depois que ele trabalhou tanto para se recuperar.''

Líder
Sexta vitória da equipe em 7 jogos, o resultado deixa o Orlando isolado na liderança da Conferência Leste. O Portland Timbers lidera no Oeste.

Rodada tem mais um jogo nesse domingo

''É bom ver como a equipe está jogando bem, mas não é tão bom assim ficar de fora assistindo'', brincou Kaká, que admitiu que passou por maus momentos durante as 7 semanas de recuperação.

''Nessa fase da minha carreira é frustrante treinar sem saber quando vai estar pronto para jogar novamente. Um monte de coisas passa pela sua cabeça e você tem que enfrentar tudo sozinho.''

''Mas hoje eu mostrei que estou pronto para me juntar à equipe e novamente ser útil ao grupo.''


Final francesa na Liga dos Campeões Feminina
Comentários Comente

Celso de Miranda

Paris Saint-Germain e Lyon farão a final da Liga dos Campeões Feminina 2017.

Sabrina Delannoy, cobrando pênalti sofrido por Cristiane, e um gol contra de Miriam Diéguez, deram ao Paris Saint-Germain a vitória por 2-0 sobre o Barcelona, fechando a série em 5-1 no placar agregado.

Com um público de 19.192 torcedores no Parc des Princes, o jogo quebrou o recorde para uma partida feminina em Paris.

É a 2ª vez que o PSG chega à decisão: na anterior, em 2015 o time foi derrotado pelo Frankfurt.

Disputado
Depois de vencer a primeira partida em Manchester por 3-1, na semana passada, o atual campeão Lyon eliminou o City apesar da derrota  por 1-0, nesse sábado.

O único gol do jogo saiu apenas no 2º tempo: a goleira Sarah Bouhaddi falhou ao tentar sair jogando e a norte-americana Carli Lloyd deixou sua marca.

Apesar de derrotados, Barcelona e Manchester City deixam também têm motivos para comemorar: as espanholas fizeram a melhor campanha do clube na história do torneio, e as inglesas, em sua primeira participação, já chegaram entre as 4 melhores do continente .

Rivais
As duas equipes francesas se enfrentaram nas semifinais da temporada passada, quando o Lyon venceu com um impressionante  7-0 em casa (diante 22.050 torcedores, ainda um recorde para um jogo feminino na França) e 1-0 na segunda partida, em Paris.

Festa: vaga na final e recorde de público em Paris


Enquanto o time da capital persegue seu 1º título, o Lyon busca a 4ª conquista para se igualar ao Frankfurt, como maior vencedor do torneio criado em 2001/02.

Independentemente do resultado, porém a França já garantiu seu 4º titulo, é o país é o 2º maior vencedor, atrás apenas da Alemanha (9 títulos).

A Suécia  tem 2 (ambos do Umeå) e a Inglaterra (Arsenal) tem 1.

A final será no dia 1 de junho, no Cardiff City Stadium, no País de Gales.

 

 

 


Chinês: Pato marca duas vezes em partida com 4 gols brasileiros
Comentários Comente

Celso de Miranda

Alexandre Pato marcou os 2 gols do Tianjin Quanjian, no empate em 2-2 em casa, diante do Jiangsu Suning, nesse sábado pela 7ª  rodada da Super Liga Chinesa.

O brasileiro de 29 anos abriu o placar logo aos 12', numa cobrança de falta. Os visitantes viraram com 2 gols brasileiros: Alex Teixeira (39') e Ramires (62').

No segundo tempo, Pato empatou de pênalti (66'). Foram os 2º e 3º gols do atacante em 7 jogos como titular.

Com 7 gols, o brasileiro Ricardo Goulart (Guangzhou Evergrande) e o israelense Eran Zahavi (Guangzhou R&F) lideram a tabela de artilheiros.

Com o resultado, o Tianjin foi a 9 pontos e é o 7º colocado, 6 pontos atrás dos líderes Guanzhou R&F , que na sexta-feira sofreu sua primeira derrota da temporada, diante do Guizhou Zhicheng (1-3) e Guangzhou Evergrande, que venceu o Henan Jianye fora de casa (2-).

CSL: 7a. rodada

Ainda sem vencer no torneio, o Jiangsu é o último com apenas 3 pontos.

A rodada se completada no domingo, com o Chongqing Lifan recebendo o Shanghai SIPG: caso vença fora de casa o time dos brasileiros Oscar, Hulk e Elkeson se iguala na liderança do torneio.


Marta estreia na NWSL, mas Orlando fica no empate diante do Washington
Comentários Comente

Celso de Miranda

Menos de 48 horas após chegar aos Estados Unidos, Marta fez sua estreia na National Women's Soccer League, nesse sábado, no empate entre Orlando Pride e Washington Spirit por 1-1, em jogo válido pela 2ª rodada da NWSL.

A atacante brasileira entrou em campo aos 14 minutos do 2º tempo e foi aplaudida de pé pelos 14.452 torcedores no novo Orlando City Stadium.

Apesar de bom, o público ficou aquém do objetivo do clube que era  vender todos os 25.500 lugares. O número desse sábado, no entanto, superou a média da equipe de 8.885 torcedores por jogo na temporada passada.

Jogo
As visitantes abriram o placar: a dinamarquesa Line Sigvardsen-Jensen marcou, aos 60'. O Pride empatou aos 86', numa boa jogada da meia Danica Evans, que tabelou com a atacante inglesa Chioma Ubogagu, antes de driblar uma zagueira e a goleira e tocar para o fundo da rede.

Marta entrou quando o jogo ainda estava 0-0

Foi o primeiro gol de Evans na NWSL.

Foi também o primeiro ponto na temporada do Orlando Pride, que havia perdido na estreia para o Portland Thorns, por 2-0. O Spirit também havia estreado com derrota diante do North Carolina (0-1).

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (29): o Pride joga fora contra North Carolina e o Washington recebe o Houston Dash.

No intervalo do jogo, o NWSL anunciou que Orlando City Stadium hospedará a final do torneio, em outubro.


Feminino: Lyon e PSG saem na frente nas semifinais da Liga dos Campeões
Comentários Comente

Celso de Miranda

Mesmo jogando como visitantes, Lyon e Paris Saint-Germain saíram na frente nas semifinais da Liga dos Campeões Feminina: nesse sábado, o Lyon venceu o City (1-3),  em Manchester.

Com o mesmo placar, o PSG bateu o Barcelona, no Mini-Estadi.

Atual campeão do torneio, o Lyon foi pra cima do estreante Manchester City e abriu o placar logo aos 2' da partida, com a japonesa Saki Kumagai cobrando pênalti marcado pela árbitra Katalin Kulcsár, da Hungria, que marcou falta num toque de mão da norte-americana Carli Lloyd.

O time da casa conseguiu o empate em seguida: aos 10', a atacante sueca Kosovare Asllani marcou depois de um lançamento de Toni Duggan.

A reação do City, porém durou pouco e ainda no 1º tempo (15'), a alemã Dzsenifer Marozsán recolocou as visitantes na frente, marcando depois de uma boa troca de passes entre a norte-americana Alex Morgan e a capitã Camille Abily pela esquerda.

Cristiane voltou a marcar: vantagem para o jogo de volta

No 2º tempo,Eugénie Le Sommer, que substituiu Morgan (56'), ampliou o placar, completando o passe de Jessica Houara-D’Hommeaux (68'): foi o 6º gol da atacante no torneio em 6 jogos disputados.

Rivais
Em sua 3ª semifinal consecutiva, o PSG das brasileiras Cristiane e Formiga, não perdoou o Barcelona, que pela primeira vez em sua história disputa essa fase do torneio.

Destaque da partida, Marie-Laure Delie abriu o placar, aos 26' e 10 minutos depois, a atacante cruzou para Cristiane marcar de cabeça.

No 2º tempo, a costa-riquenha Shirley Cruz marcou o 3º gol (56'). No final, a zagueira Bárbara Latorre diminuiu (89').

Os jogos de volta acontecem no próximo sábado (dia 29): o PSG recebe o Barcelona no Parc des Princes às 12h, e Lyon e Barcelona se enfrentam no Stade de Lyon, às 14h45.

Enquanto o PSG luta para chegar à sua primeira final, o Lyon busca seu 4º título para se tornar, ao lado do Frankfurt, o maior vencedor do torneio.

Caso confirmem a vantagem obtida nesse sábado e avancem à final, as duas equipes francesas vão repetir o confronto da semifinal da temporada passada, quando o Lyon eliminou o PSG com duas vitórias: 7-0 em casa e 1-0 em Paris.


Preso suspeito por ataque ao ônibus do Borussia Dortmund
Comentários Comente

Celso de Miranda

Dez dias após o ataque ao ônibus do Borussia Dortmund, as autoridades alemãs anunciaram nessa sexta-feira a prisão de Sergei W. (a identidade completa será mantida sob sigilo), um cidadão alemão-russo de 28 anos.

Segundo o Ministério Público Federal, o acusado lançou os explosivos contra a delegação do BVB para obter lucro financeiro, especulando com as ações do clube.

Acusado foi detido nessa sexta-feira

Qualquer ligação com o Fatah Islâmico ou com grupos de extrema direita foi descartada: ''As investigações continuam, claro, mas até agora o que apuramos é que o acusado é o único responsável pelo ato'', disse a promotora Frauke Köhler, numa entrevista coletiva, agora à noite.

Segundo ela, 'W' foi preso pelas forças especiais do GSG 9, na manhã dessa sexta-feira em Tübingen, e será acusado de tentativa de assassinato, uso de explosivo e ataque com lesões corporais.

Ganância
De acordo com a promotoria federal, o autor do ataque queria forçar a queda no preço das ações BVB: ''Desde o início do mês, ele vem adquirindo opções de compra de 3 fundos diferentes, sempre apostando na queda do preço das ações do BVB'', informou.

Köhler: motivo foi financeiro

As autoridades apuraram, ainda que em meados de março o acusado reservou um quarto para o período de 9 a 13 de abril no hotel L'Arrivée, em Dortmund, o mesmo onde a delegação do clube se concentrou para enfrentar o Monaco, pelas quartas de final da Liga dos Campeões.

O jogo no Signal Iduna Park, que seria na terça, dia 11, acabou adiado para a quarta, dia 12, e acabou com a derrota do Dortmund por 2-3 ).

No jogo de volta, na última quarta-feira (19), o time da Ligue 1 confirmou a classificação com uma vitória por 3-1, no Stade Louis II.

No mesmo dia do ataque, ele adquiriu pela Internet, no endereço de IP do hotel) 15.000 opções de títulos do BVB: segundo a promotora, um colapso do preço dos títulos teria trazido o lucro desejado, quanto mais eles caem, maior a renda auferida.

As opções de compra teriam custado a  'W' algumas dezenas de milhares de euros: valor que, de acordo com as autoridades, o acusado obteve através de um empréstimo datado de 3 de Abril.

''Ainda não podemos dizer sobre o potencial de lucro o qual o acusado visava'', disse Köhler. Mas de acordo com as estimativas da mídia alemã, ele poderia receber cerca de € 3,7 milhões em dividendos.

Ataque
''O fato de que aparentemente o agressor visava ganhos financeiros, especulando com as ações do clube é simplesmente uma loucura'', disse Hans-Joachim Watzke, presidente do BVB.

Pregos: ataque à delegação do BVB

''Nos resta, dentro de nossas possibilidades, mais uma vez aumentar as medidas para garantir a segurança dos nossos jogadores e torcedores.''

No ataque, o zagueiro espanhol Marc Bartra foi ferido no pulso e no braço e teve de se submeter a cirurgia. Um policial que acompanhava o ônibus de motocicleta sofreu trauma acústico e concussão.

Segundo as investigações do Ministério Público Federal, os 3 dispositivos foram instalados ao longo de 12 metros ao longo da rota do ônibus da equipe.

''As explosões estavam focadas no ônibus'', disse Köhler. ''As detonações foram feitas separadamente por meio de uma faísca desencadeada por um circuito elétrico.''

Clube mantém segurança reforçada

Segundo ela, os dispositivos estavam equipados com pregos de aço de 70 mm de comprimento por 6mm de diâmetro e um peso de cerca de 15 gramas.

Um desses pregos foi encontrado pela perícia no apoio de cabeça do 2º assento na última fila do ônibus. Outros teriam sido encontrados a uma distância de 250 metros.

Sobre a natureza do explosivo, a promotoria afirmou ainda não dispor de informações conclusivas. ''Esse é um tema complexo, que ainda é foco das investigações'', disse Koehler.

O mercado de ações reagiu à prisão: as ações do BVB subiram 4% até ao meio-dia sexta-feira.


Marta se apresenta no Orlando Pride, da NWSL
Comentários Comente

Celso de Miranda

A atacante Marta se apresentou nesta sexta-feira no Orlando Pride, dos Estados Unidos.

A jogadora de 31 anos assinou contrato por duas temporadas, com o time que já conta com a zagueira brasileira Monica Alves.

Será a 3ª passagem da brasileira pelo futebol norte-americano, onde disputou a antiga WSP pelo Los Angeles Sol (2009), pelo FC Gol Pride (2010) e pelo Western New York Flash, com que venceu o título, em 2011.

Multidão recebeu Marta no aeroporto

Desde 2012, a brasileira jogava na Suécia, onde defendeu o Tyresö FF (2012 a 2014) e depois o FC Rosengård. No mês passado, Marta obteve dupla-cidadania.

Resultados
Criado em 2016, o Orlando Pride estreou na atual temporada da NWSL (National Women's Soccer League) no último sábado, perdendo  para o Portland Thorns por 2-0.

Nesse sábado (22), o time tenta a recuperação diante do Washington Spirit, no Orlando City Stadium. A participação da brasileira, na partida, porém não foi confirmada.

''Ainda estou curtindo a felicidade por chegar aqui, conhecer as jogadores, a equipe técnica, mas estou pronta para ir treinar e dar o meu melhor'', disse Marta.

''Eu quero muito jogar, meu objetivo é estar pronta para entrar em campo o mais rápido possível, mas estou tão empolgada que se o treinador me chamasse eu jogava amanhã.''