Blog FastFut

Arquivo : Arábia Saudita

Coreia do Sul e Arábia Saudita vão à Copa do Mundo
Comentários Comente

Celso de Miranda

Coreia do Sul e Arábia Saudita conquistaram, nessa terça-feira, as duas vagas restantes nas Eliminatórias Asiáticas, juntando-se a Irã e Japão como os 4 representantes do continente na Copa do Mundo da Rússia.

Com um empate em 0-0 fora de casa, diante do Uzbequistão, a Coreia do Sul contou com o empate entre Síria e Irã (2-2) para ficar com a 2ª vaga do Grupo A.

Será a 10ª participação dos sul-coreanos em Mundiais, e é o primeiro país da Confederação Asiática a atingir essa marca. Vai ser ainda a 9ª participação consecutiva da Coreia do Sul, que desde a Copa de 1986, no México, disputou todos os Mundiais.

Já os sauditas chegaram à vaga ao vencerem o Japão em casa pelo placar de 1-0: será a 5ª Copa do Mundo da Arábia Saudita, que volta ao torneio pela primeira vez desde a 2006, na Alemanha.

Última chance
Com o empate diante do Irã, a Síria ficou com a 3ª colocação do grupo e manteve as esperanças de uma inédita classificação.

Em outubro, os sírios enfrentam o 3º colocado do Grupo B (Austrália), por uma vaga no playoff intercontinental, quando o 5º colocado da Ásia enfrenta o 4º colocado da Concacaf em novembro.

No outro jogo do grupo, o Qatar perdeu em casa para a China (1-2), em Doha, na despedida das duas seleções.

Torcida sul-coreana comemorou em Tashkent

Emoção
No Grupo B, a Austrália venceu a Tailândia no jogo que abriu a última rodada, mas ainda tinha que esperar o resultado do jogo entre Arábia Saudita e Japão, que se enfrentariam em Riad algumas horas mais tarde.

Com a vitória dos australianos, os sauditas precisavam dos 3 pontos e eles vieram com o gol de Fahad Al Muwallad, aos 18′ dos 2º tempo.

O meia do Ittihad, que entrou no intervalo, recebeu um passe de Nawaf Al Abid e acertou um chute fortíssimo no ângulo esquerdo do goleiro Eiji Kawashima.

Foi a primeira vitória da Arábia Saudita sobre o Japão na história das Eliminatórias.

Com os resultados Arábia Saudita e Austrália terminaram empatadas em pontos (19), e a vaga ficou com os sauditas por terem 2 gols a mais de saldo.

Como 3º colocado do Grupo B, os australianos enfrentam a Síria, em outubro, numa disputa que vale uma vaga na repescagem contra o 4o. colocado da CONCACAF e o sonho de chegar à Copa do Mundo.

No outro jogo do grupo, o Iraque venceu os Emirados Árabes Unidos por 1-0.


Rio’16: Empate no final mantém chance da Coreia do Norte avançar
Comentários Comente

Celso de Miranda

Muita emoção nesse sábado num movimentado 3-3 entre Arábia Saudita e Coreia do Norte, no Estádio Grand Hammad, só decidido nos últimos 5 minutos, quando o capitão norte-coreano Jang Kuk-chol selou o placar, salvando o ponto que manteve vivas as esperanças da Coreia do Norte de ainda conseguir uma das duas vagas do Grupo B nas quartas de final do Campeonato Asiático Sub-23.

Vindo de uma derrota na primeira rodada, a Coreia do Norte surpreendeu a Arábia Saudita com um futebol  consistente e na primeira oportunidade, aos 27′, King Yong-Ilrecebeu um excelente lançamento de So Kyong-jin na meia lua, ajeitou e da entrada da área bateu rasteiro na saída do goleiro Ahmad Al Harbi.

Depois do decepcionante empate diante da Tailândia na estreia, a Arábia Saudita precisava sair para o jogo e no final do final do primeiro tempo, o meia Mohammed Kanno conseguiu o empate.

No início do segundo tempo, porém depois de uma boa trama pela esquerda, Yun Il-gwang voltou a colocar a Coreia do Norte na frente.

A entrada do meia Abdulrahman Al Ghamdi mudou o jogo: com uma assistência ele colocou o companheiro Fahad Al Muwallad em condição de empatar, em seguida ele mesmo colocou os  sauditas pela primeira vez na frente.

No entanto essa vantagem durou 16 minutos, quando o gol a 5 minutos do fim premiou a persistência dos coreanos e manteve os dois times com chances na competição.

DPR Korea fans at #AFCU23DPR Korea fans coordinated chant LIVE from the Grand Hamad Stadium! #AFCU23 #RoadToRio

Publicado por The Asian Football Confederation em Quarta, 13 de janeiro de 2016

 

“O jogo de hoje era muito importante para ambas as equipes, por isso foi um jogo aberto, com os dois times jogando de forma agressiva”, disse o técnico Coreia do Norte Yun Jong-su. “No final o empate não foi o melhor que podíamos ter, mas nos manteve com chances, por isso só nos resta voltarmos na terça e fazer o nosso melhor de novo.”

“É claro que quando sofremos o 3º gol passou pela minha cabeça que poderíamos perder a partida. Mas jamais pensei que meus jogadores iriam se abalar. Nós estamos preparados para perder, não para desistir.  Tenho grande confiança nos jogadores, eu os conheço bem, sei que aconteça o que acontecer eles sempre estarão lutando para ir adiante.”

Na última rodada, na terça-feira os norte-coreanos enfrentam a Tailândia, única seleção já matematicamente sem chances de avançar do Grupo.

Já os sauditas, que venceram na estreia medem forças com japoneses, que só precisam de um empate para garantir a primeira posição do grupo.


Tailândia surpreende e arranca empate com Arábia Saudita
Comentários Comente

Celso de Miranda

Com um gol de Pinyo Inpinit aos 84′ a Tailândia conseguiu um merecido empate em 1-1 com a Arábia Saudita na estreia das duas equipes no Grupo B do Campeonato Asiático Sub-23, essa quarta-feira no Estádio Grand Hamad, em Doha, no Qatar.

Atual vice-campeã do torneio, a Arábia Saudita havia aberto o placar aos 71′ numa cabeçada de Mohammad Al Saiari.

No primeiro tempo, os sauditas já poderiam ter aberto o placar, quando numa jogada rápida próxima à área o próprio Al Saiari foi derrubado pelo zagueiro Adison Promrak sobre a linha da área e o árbitro Mohammed Abdulla Hassan dos Emirados Árabes Unidos não teve dúvidas ao apontar a penalidade.

Mustafa Al Bassas cobrou, mas o goleiro Somporn Yos defendeu: a bola ainda tocou no travessão antes de sair para escanteio.

“Nossa estratégia principal era não sofrer um gol no início,” afirmou Kiatisuk Senamuang, da Tailândia. “Marcamos muito bem no primeiro tempo e nós tentamos mudar o jogo no segundo, criando algumas boas chances.”

“Claro que queríamos chegar aos três pontos, mas ganhar um ponto não é tão ruim e nós gostaríamos de dar este ponto aos nossos torcedores, que sempre estão nos apoiando.”

Negativo
“Devo dizer que nossa equipe nos surpreendeu, mas de uma forma negativa”, admitiu o treinador Adrie Koster da Arábia Saudita.

“Quase não conseguimos manter a posse de bola e quem não tem a bola não vence os jogos. No intervalo pelo menos melhoramos um pouco nosso senso de marcação e os jogadores passaram a se ajudar um pouco mais, mas ainda assim não foi o suficiente para vencer este jogo.”

No sábado, a Tailândia enfrenta o Japão e a Arábia Saudita joga diante da Coreia do Norte.


Palestina e Arábia Saudita empatam em jogo adiado das Eliminatórias da Copa
Comentários Comente

Celso de Miranda

Palestina manteve apenas tênues esperanças de conseguir uma vaga na Copa do Mundo de 2018 na Rússia ao empatar em 0-0 com a Arábia Saudita em seu isolado das Eliminatórias Asiáticas.

Depois de muita polêmica, o jogo cancelado da última rodada, depois que os sauditas se recusaram a jogar na Cisjordânia, foi realizado nessa segunda-feira, no Estádio Internacional de Amã.

As duas seleções tiveram oportunidades, mas não conseguiu converter: na melhor delas várias chances, incluindo uma cabeçada Hassan Muath, da Arábia Saudita, que entrou no lugar de Yasir Alshahrani contundido aos 22′ no primeiro tempo.

O lateral do al Shabab exigiu uma linda defesa do ótimo goleiro palestino Tawfiq Abuhammad.

Na volta do intervalo, a Palestina quase marcou com Ashraf Al Fawaghra (53′): o atacante ficou de frente para o gol, depois de uma troca de bolas entre Yahya Al Shehri e Taiseer Al Jassam, mas acertou a trave.

Com o resultado, a Arábia Saudita é líder com 13 pontos/5 jogo seguida pelos Emirados Árabes com 7 pontos/4jogos.

Os palestinos ocupam a 3ªposição, com 6p/5jg.

Na quinta-feira a Palestina recebe a Malásia, novamente em Amã. A Arábia Saudita joga na próxima terça (17) contra  Timor Leste, em Dili.

Apenas os vencedores dos 8 grupos e os 4 melhores segundos classificados (total de 12 equipas) avançam para a rodada final das eliminatórias da Copa do Mundo FIFA 2018.

 


FIFA define: jogo adiado entre Palestina e A.Saudita será na Cisjordânia
Comentários Comente

Celso de Miranda

A FIFA confirmou nessa quarta-feira que partida entre a Palestina e Arábia Saudita pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2018 será realizada na Palestina, na quinta-feira, 5 de novembro.

Fica a cargo da Federação Palestina definir o local, se no Estádio Faisal Al-Husseini, na Cisjordânia, onde o time enfrentou os Emirados Árabes Unidos, seu último jogo em casa, ou no Estádio Dura em Hebron, para onde programou a partida contra a Malásia, no dia 12 de novembro.

O comunicado da FIFA retoma o ponto que “tendo em conta o acordo feito entre as duas equipes em junho passado, a partida será remarcada para ocorrer em Palestina na quinta-feira 5 de novembro, 2015.”

Entenda
As duas seleções se enfrentaram em junho, no Estádio Prince Mohd b Fahad, em Dammam, na abertura das Eliminatórias da Ásia, e os sauditas venceram por 3-2.

Aquela partida originalmente já deveria ter sido realizada na Palestina, mas a Arábia Saudita se recusou a viajar para o que chamou de  “área de conflito”, considerando a Cisjordânia como região ocupada em “circunstâncias excepcionais.”

Jogadores da Liga Palestina falam sobre o primeiro jogo das Eliminatórias da Copa na Cisjordânia

Posted by FastFut on Quarta, 21 de outubro de 2015

O jogo de volta foi então definido para 13 de outubro, mais uma vez na Cisjordânia, e mais uma vez a Federação da Arábia Saudita, em 23 de Setembro exigiu que a partida fosse jogada em campo neutro.

O pedido foi inicialmente aceito pelo comitê organizador, mas então foi a Federação Palestina (PFA) que se recusou a jogar alegando que a decisão abriria um “precedente perigoso” para o desenvolvimento do futebol no país.

“A PFA deu garantias de segurança completa para que a partida fosse remarcada”, afirma a declaração oficial da FIFA, que vai nomear um oficial de segurança para “trabalhar lado a lado com as autoridades da Palestina e supervisionar o plano de segurança e se certificar que o jogo seja realizado em condições excelentes.”

Ondependente do placar, o Estádio Faisal Al-Husseini, em Al Aham fez festa

O placar não fez diferença para a festa no Estádio Faisal Al-Husseini, em Al Ram

Mais do que a segurança, o jogo tem um entrave político: muitas equipes nacionais árabes se recusam a jogar na Cisjordânia, dizendo que o fato “normaliza” a ocupação do território palestino por Israel.

Outros, como os Emirados Árabes Unidos já jogaram no Estádio Faisal Al-Husseini, na Cisjordânia : em setembro a Palestina empatou em 0-0 com os EAU no primeiro jogo da FIFA que realizou em casa em sua história.

Com 12 pontos em 4 jogos, a Arábia Saudita lidera o Grupo A: os Emirados Árabes têm 7 e a Palestina 5.


FIFA adia jogo entre Palestina e Arábia Saudita na Cisjordânia
Comentários Comente

Celso de Miranda

Não houve acordo entre os presidentes da Associação de Futebol da Palestina (PFA), Jibril Rajoub, e da Federação da Arábia Saudita Futebol (SAFF), Ahmed Eid Al Harbi, que se reuniram com Joseph Blatter, o presidente da FIFA, na sede da entidade na Suíça.

O tema principal do encontro era confirmar a partida de volta entre as duas seleções pelo Grupo A das Eliminatória Asiáticas, marcada para a terça-feira (13), no Estádio Faisal Al-Husseini Stadium, na Cisjordânia.

A SAFF alegou que seus seus jogadores e dirigentes têm receio em viajar para um país em iminente estado de guerra com Israel, e descartou as mesmas garantias dadas em setembro para a realização do jogo contra os Emirados Árabes Unidos.

Palestina e Emirados Árabes empataram na Cisjordânia

Palestina e Emirados Árabes empataram na Cisjordânia

Foi decidido adiar a partida até que o processo de negociação seja concluído.

Todos na equipe da Palestina, que nessa quinta-feira enfrenta o Timor-Leste, em Dili lamentaram a decisão, que anda na contramão dos últimos esforços de aproximação entre as federações de Palestina e Israel.

A Arábia Saudita recebe os Emirados Árabes em Riad, no Estádio Rei Abdullah.

A Arábia Saudita lidera o grupo (9 pontos), seguida pelos EAU (7) e Palestina (4). Timor e Malásia têm 1.

 


Malásia punida por tumultos na partida das Eliminatórias
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Malásia foi punida pela FIFA devido aos acontecimentos na partida contra a Arábia Saudita, em 8 de setembro,  pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, no estádio Alam Shah, na Malásia, que foi interrompida quando os torcedores locais lançaram fogos no gramado

O árbitro Liu Kwok Man, de Hog Kong, encerrou a partida aos 78′. O time visitante vencia por 2-1.

O Comitê Disciplinar da entidade confirmou a perda de pontos da Malásia e ainda alterou o placar da partida, premiando a Arábia Saudita com uma vitória por 3-0.

Além disso, a Malásia terá que jogar sua próxima partida das Eliminatórias da Copa em casa, contra os Emirados Árabes Unidos, em 17 de novembro,  com os portões fechados.

Toda confusão começou no final da partida: a torcida já vinha impaciente depois da derrota 5 dias antes por 10-0 para os Emirados Árabes. Essa revolta se transformou em esperança quando aos 69′, o capitão Safiq Bin Rahim abriu o placar.

A festa no entanto durou menos de 2 minutos, até Taiseer Al Jassam: mais 3 e Mohammed Al Sahlawi virou o jogo.

A FIFA considerou a Associação de Futebol da Malásia (FAM), anfitriã da competição, pela falta de segurança no estádio e por não ter sido capaz de acionar medidas para controlar a multidão.

As sanções à FAM incluem ainda multa de US$ 41 mil e uma espécie de “último aviso”: em caso de reincidência, a equipe pode ser eliminada dessa e de futuras competições da FIFA.

Classificação
Depois de 3 rodadas, as duas seleções estão em situações opostas no Grupo A das Eliminatórias da AFC: com 1 ponto, a Malásia divide a lanterna com Timor Leste: os dois times se enfrentam na próxima terça, no Estádio Municipal de Dili.

A Arábia Saudita lidera o grupo com 9 pontos e recebe amanhã, no Estádio Rei Abdullah, os vice-líderes Emirados Árebes (7 pontos).


Arábia Saudita e Malásia interrompido por causa da torcida
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Arábia Saudita vencia a Malásia por 2-1, em Shah Alam, na Malásia, pelo Grupo A das Eliminatórias Asiáticas, quando um grupo de torcedores passou a atirar objetos e depois fogos no gramado.

O jogo permaneceu 0-0 até os 69, quando a Malásia, com Mohd Safiq Rahim, abriu o placar. Jassim empatou (73) e Mohammed Al-Sahlawi (71′) virou o resultado em menos de três minutos


تصفيات آسيا لكأس العالم : ماليزيا 1 – 2 السعودية por Beinsports-MENA

Assim que o time da casa ficou atrás no placar, começaram os protestos que culminaram com o grupo conhecido como ‘Ultras Malaya’ lançando foguetes e fogos de artifício no gramado: o jogo foi interrompido aos 87 minutos pelo árbitro Liu Kwok Man de Hong Kong, que em seguida o declarou oficialmente encerrado.

Risco
Alguns fogos atingiram, ainda a arquibancada onde os torcedores estavam causando correria.

O jornal The Star, da Malásia, afirma que os protestos começaram fora do estádio ainda antes da partida, com os torcedores pedindo a destituição da Federação de Futebol da Malásia (FAM), considerada a responsável pela má fase da seleção, que perdeu por 10-0 para os Emirados Árabes Unidos na quinta-feira passada.

O Ministro da Juventude e Desportos, Khairy Jamaluddin, culpou a própria FAM: “É claro que o grupo de torcedores irresponsáveis ​​que causaram a interrupção da partida serão identificados e punidos”, afirmou em uma rede social.

“Mas não podemos eximir de responsabilidade a FAM, que perdeu o controle de seu próprio estádio, que mostrou não ter segurança suficiente para a realização da partida.”

Se confirmada a vitória e os 3 pontos para os sauditas, o time assume a liderança do grupo beneficiados na combinação de resultados pelo empate entre Palestina e Emirados Árabes Unidos (0-0), no outro jogo do grupo disputado no Estádio Nacional Faisal Husseini, na Cisjordânia.


Arábia Saudita faz 7-0 em Timor Leste
Comentários Comente

Celso de Miranda

A Arábia Saudita levou dois minutos para abrir o placar contra o Timor-Leste, nessa quinta-feira, no Estádio Rei Abdullah, em Riad: Yehya Al-Shehri marcou. Antes do final da primeira etapa, Al Jassim já havia feito o 5º gol.

استغرق المنتخب السعودي دقيقتين فقط ليجد طريقه إلى مرمى تيمور الشرقية!Two minutes was all it took for Saudi Arabia to find the back of the net against Timor-Leste. #WCQ

Posted by beIN SPORTS on Quinta, 3 de setembro de 2015

 

No final a goleada por 7-0 não chegou a surpreender dadas a diferença técnica das duas seleções.

No outro jogo do Grupo B, os Emirados Árabes Unidos também golearam (10-0) na Malásia: Arábia Saudita e EAU  dividem a liderança com 6 pontos em 2 jogos.

عمل جماعي رائع ينهيه الجاسم بالهدف الخامس للمنتخب السعودي.Al-Jassim scores Saudi Arabia’s fifth goal… before half-time! #WCQ

Posted by beIN SPORTS on Quinta, 3 de setembro de 2015

Na conclusão da rodada, na terça (8), os dois líderes jogam fora de casa: a Arábia Saudita enfrenta a Malásia (1 ponto/3 jogos) no Estádio Shah Alam.

Todos os resultados da terça

Todos os resultados da quinta

Enquanto isso, os Emirados Árabes fazem uma  partida histórica contra a seleção da Palestina (3 pontos/2 jogos), a primeira de uma Eliminatória de Copa a ser realizada no Estádio Faisal Al Huseni, na Cisjordânia.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>